"Kaori" de Giulia Moon

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010


Entrevista com um vampiro | Vampiro Lestat | Prazeres Malditos |

Marcada | Traída | Escolhida | O Beijo das Sombras | Frostbite |

Shadow Kiss | Crepúsculo | Lua Nova | Eclipse | Amanhecer | Kaori |

Esse mês li o meu 14 livro sobre vampiro. Sim, eu sei que o gênero virou moda e que todo mundo agora escreve sobre eles. É vampiro que saí a luz do dia, vampiro que consegue conter o instinto sanguinário, vampiro que tem poderes extras (como se eles não fossem fatais só com a mordida), vampiro 'marcado', dampiros, morois, strigois, enfim, vampiro disso e vampiro daquilo. O mundo fantástico invadiu nossas vidas! Mas apesar de gostar do gênero, vou dar um tempo. Tirando os livros da série 'House Of Night' e 'Vampire Academy', que são mais lights, não lerei mais livros vampirescos esse ano, é tanto que devolvi o livro 'A Rainha dos Condenados' para minha amiga Karine.

No entanto, eu tenho que falar para vocês do MA-RA-VI-LHO-SO livro da Giulia Moon, KAORI. O livro é mega sensacional! Ele mistura o folclore japonês com diversos outros mitos, criando um mundo fantástico moderno e sensual. Giulia Moon me conquistou desde o primeiro capítulo com sua narrativa. Os capítulos são curtos e intercalados por diferentes épocas. Variando do japão de 1647 para sampa de 2008. Eu sinceramente, não acho o Brasil adequado para ser a morada de vampiros. Muito sol, calor, calor, calor... Vampiros são seres clássicos e chiques que ficam deslumbrantes em cenários antigos, mas Giulia conseguiu adaptá-los ao nosso Brasil transformando a obra em um dos melhores livros que já li.

Confiram a resenha que minha amiga Karine fez para o livro:


Apaixonante. Provocante. Sensual. Ardente. Assustador. Emocionante. Eu poderia citar milhares de adjetivos que combinam com esse livro, mas não haveria espaço para tanto. Permita-me dizer apenas mais um: empolgante. O livro de Giulia Moon é um tsunami de sensações, que te arrasta para dentro da história da bela e sedutor Kaori, a vampira-gueixa de rosto juvenil. Um mergulho profundo na antiga cultura feudal japonesa, com seus xoguns, samurais, daimyôs e bakemonos de todos os tipos inimagináveis. Ao mesmo tempo, um passeio pela capital paulistana dos dias atuais numa trama ágil e instigante. As duas histórias, tão distantes entre si, se entrelaçam lentamente até o surpreendente final. No meio desse turbilhão alguns personagens se destacaram, como a gata-nekomata Mishi, o vampiro afetado Mimi (tiradas ótimas!), a diabólica Madama Missora, o pintor José Calixto e o saurai Kodo (meu personagem favorito, confesso)

Mas, agora que já falei dos pontos positivos, sinto-me no dever de colocar alguns poucos pontos negativos (porque nenhuma obra é perfeita, afinal). Há um excesso de cenas de sexo que, depois de algum tempo acabam ficando banais. E há uma fragilidade em Kaori no final do livro que quase compromete a imagem poderosa que ela tem por todo o livro, transformando-a de vampira poderosa em uma mocinha em perigo. Mas esse detalhe é perdoado pelas surpreendentes revelações no final, e um vislumbre do meu Rio de Janeiro.

Enfim, um livro deliciosamente perigoso e sedutor. Uma obra-prima da literatura fantástica nacional.


Engraçado, mas eu não consigo imaginar outra pessoa para Kaori sem ser a famosa Zhang Ziyi. Ela é perfeita como a própria Kaori. Quanto a crítica da Kari ao excesso de cenas de sexo, eu tenho que discordar.  O sexo fazia parte da vida de Kaori e de Madama Missora, já que elas são prostitutas vampiras. Eu cheguei a ficar pasma em algumas partes e meio que abobalhada? devo dizer... hehehe! Há uma parte que Kaori sofre a disciplina da vara aplicada por sua inimiga... Admito que fiquei na dúvida quanto ao termo, que logo depois foi esclarecido, a tal vara realmente é o orgão sexual masculino. hehehehe!!! Pura lascívia!!! E foi aplicada por diversos tengus, vampiros. 

Enfim, é um livro que RECOMENDO! Ele é o segundo livro do ano a levar 5 estrelas.


"Kaori sabia que ia ser assim. Calixto tinha razão. Ele não seria mais o mesmo se um dia passasse a arrancar os olhos humanos para enxergar. Afinal, não fora ele que, poucas noites atrás, escolhera morrer para impedir o sacrifício de uma criança? Mas, sem os seus olhos, sem a sua arte, o pintor talentoso se transformaria num corpo sem alma. Como ela era, até começar a amá-lo. Lágrimas de sangue correram nas faces da kyuketsuki. Ela, que acabara de descobrir que o amava, ia matá-lo. Era um mundo estranho, aquele..." (pag. 339) 



Veja também:

Outras resenhas no skoob, clique aqui.
Blog 'Phases da Lua' da Giulia Moon.
Website Giulia Moon.

12 comentários:

Lariane disse...

já tinha lido a sinopse do livro e me encantado... estava certa

Daniela Tiemi disse...

Ainda quero ler!! Aaaff, eu ainda não enjoei dessa onda de vampiro...rs. Dominique, e a série "Vampire Academy", alguma novidade?! =0) Bjo.

Nanda disse...

Ei Dominique,
este tenho que ler, adoro vampiros e não enjoo não rsrs

bjo

Fernanda disse...

Nossa, que livro diferente! Nunca tinha ouvido falar... eu não curto histórias de vampiros, mas para quem gosta deve ser um prato cheio! :)

Bjs

Dominique disse...

Meninas, não é que eu tenha enjoado, mas não posso dar prioridade somente a um gênero literário, tenho que variar um pouco, né?


Dani, ainda não rolou nada quanto a continuação da Vampire Academy. =(

Iris disse...

Adorei a sinopse e a resenha. Tem selinho pra vc no meu blog. :D
:*

Daiane Santo disse...

Essa onda de vampiro tá deixando todo mundo viciado mesmo,né?Acho que a Meyer,com seu perfeito Edward, deu gás para esse universo vir a tona em toda litosfera,ouso dizer hehehe


Mais que bom que também temos um representante aqui no Brasil Também! Afinal,aquelas características impostas pelo Dráculo de tempo frio,atividades noturnas e locais lúgubres já foram ultrapassadas com o vampirismo moderno,onde se pode quase tudo :D

Giu Fernandes disse...

Oii Dominiquee!!
hahahaha, esse eu nunca tinha ouvido falar, mas parece ser demais!!
Tbbb too lendo livros de vampiros - e viciadaa em VA!!!!! ^^
hahahahaha
Vou colocar esse na minha listinha :)
beijoos!

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Dominique
Vim conhecer seu blog. E divirta-se por mim tambem no Desfile das Campeas!!! Eu adoro carnaval ... quanto ao livro, nao soi fa dos vampiros mas o post e a resenha sao bem animadores, vou colocar na minha lista, quem sabe nao me animo? Beijos

Michele disse...

Oi Dominique,
Gostei do seu blog, e realmente esses livros de vampiro são uma febre....mas, isso não vem ao caso, no momento estou lendo o "Crepúsculo" para o Desafio Literário, e estou adorando...
Faça uma visitinha lá no Amante dos Livros e Afins, será um honra receber sua visita por lá.
Bj.

Náh disse...

Olá, Dominique!
Você já sabe da brincadeira literária que estou promovendo? Não? É uma espécie de blogagem coletiva, onde nós iremos recordar do primeiro livrinho que lemos... Ou o livrinho mais velho na nossa estante...
Passa no blog e confira!
Participe! Ainda dá tempo!
Conto com você,
Náh

Roza Belikov disse...

"Quero atravessar o tempo junto com Kaori e desvendar os mistérios da eternidade".

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela