A Dama das Camélias

sábado, 1 de maio de 2010

 
A Dama das Camélias é o livro mais famoso de Alexandre Dumas Filho, que foi lançado pela primeira vez em 1848. A história é considerada autobiográfica, pois Dumas Filho inspirou-se em seu romance com a cortesã Marie Duplessis. Ao longo dos anos, o livro foi diversas vezes adaptado para o teatro e, posteriormente, para o cinema. A primeira adaptação para o teatro contou com o roteiro do próprio autor, que levou-a para os palcos em 1852, o que obteve sucesso imediato. De 1906 a 1980, o livro foi levado ao cinema 12 vezes. 
Ainda não leu? Corra e leia. Esse é o romance mais lindo e trágico que já li.

Armand Duval é um jovem estudante de Direito na Paris de meados do século XIX. Jovem recatado, vindo de uma respeitável família burguesa interiorana, apaixona-se por Marguerite Gautier, nada mais nada menos que a mais cobiçada cortesã dos salões e teatros parisienses. Marguerite - vendida, corrompida, perdulária, amante de vários homens - corresponde ao amor do jovem, que provoca uma reviravolta na vida da jovem prostituta. Mas o futuro dos dois amantes enfrenta os mais rígidos obstáculos. Escrito pelo francês Alexandre Dumas filho a partir da sua experiência autobiográfica com a cortesã Marie Duplessis, A dama das camélias é uma das mais célebres narrativas longas do século XIX - o próprio século de ouro do romance europeu. 

Triste, arrebatador!

Apesar da história ser meio clichê, jovem aristocrata se apaixona pela bela e inalcansável cortesã, é uma das histórias de amor mais triste e bela que já li. O amor de Armand Duval e Marguerite Gautier é tão intenso e arrebatador, que você deseja um final feliz para os dois.

A forma como o amor de Armand preencheu o vazio da vida de Marguerite, como ela lutou contra esse sentimento e quando finalmente vencida, se entregou de corpo e alma para ele, já não restava muito tempo para ela.

O ápice da história (chorei muito) foi quando Armand Duval desenterra o corpo de sua amada, enterrada como indigente, para enterrá-la na digna lápide de sua família.


 Minha classificação para esse livro é de ♥ 7/7 - Obra-Prima.

15 comentários:

Thais disse...

Nossa Nick,este vou ter que ler com essa resenha que fez e esta classificação 7??Uma Obra-prima? tenho que ler rsrs


Beijos;**

Ana Maria disse...

É uma dívida que tenho com os clássicos. Vou tentar ler ainda este ano.

Ket, la Blair disse...

Mas..mas..você contou o final! hahahaha Eu lendo toda empolgada agora fiquei triste de saber que ela não sobrevive =O
Mas, ok, achei tão bonito...vou acabar lendo '-'

Lariane disse...

uauuu, desenterrar, final triste?
ixiii...

M. Gautier disse...

Também adoro essa história! ^^

Nanda disse...

Ei Nick,

Ahhhh vc não devia ter contado o final hauhauhau como assim desenterra... ja fiquei triste antes de ler rsrss

Nunca li este livro, ja me falaram tanto dele que ainda leio.

bjo

Daiane Santo disse...

Que resenha maravilhosa,Dominique! Estou louca para ler A Dama das Camélias.Do Alexandre Dumas,pai, li O Conde de Monte Cristo, que adorei.

Eu adoro clássicos,por isso, adorei muito seu post!!!!

Beijos!

Hérida Ruyz disse...

Oi Nick!
Nossa...que linda a história. Não sou muito fã de classicos, mas esse me deu vontade de ler.
Bjs

Manuel Cardoso disse...

Vale sempre a pena ler. É um dos livros mais famosos do romantismo francês. E lê-se num instantinho :)

Giu Fernandes disse...

Oii Nick!
Aii eu sempre quis ler esse livro, desde que eu era menor!!
O nome dele é tão lindo, e a sua resenha ficou tão boa!!!
haahuahuah
Me deixou com mais vontade ainda de ler :D
Beijos!

Daniela Tiemi disse...

Ah, realmente um lindo romance! Adorei. Fiz uma resenha também para o livro, mas não vou postar agora. Li o livro por dois motivos: primeiro, pela sua resenha q já havia lido no skoob, e segundo, pela capa do livro que ganhei (já bem velhinho) q me chamou a atenção pela ilustrando de dois jovens abraçados... Estou numa fase meio - muito - romântica..rs. Adorei.
Bjo.

Cibele disse...

Eu amo literatura contemporânea, mas preciso ler alguns clássicos também. Esse nunca me chamou muito a atenção, mas depois da sua resenha fiquei doida pra ler!!

Beijos ;*

Vanessa Meiser disse...

OI QUERIDA, NÃO SEI SE VC VAI LER ESTE RECADO....MAS TENHO UM LIVRO PRA TE MANDAR POR EMAIL ( MEU PRIMEIRO E ÚNICO AMOR/ ANDRÉIA PATRÍCIA)...VC DEIXOU UM COMENTÁRIO NO MEU BLOG (LEITURAS PONTOCOM) PEDINDO SE EU TIVESSE....CASO QUEIRA, MEU EMAIL É vmeiser@hotmail.com
Beijoss

Lais Tobias disse...

Oiii , eu cabaei de ler! e achei incrivel a historia
daria uma boa novela1 porque é ate comparavel ne!
mas
incrivel!
tirei varias citações dele! e achei a personagem principal com um humor incrível!

adorei o blog!

Andressa Bragança disse...

é lindo sim...
Leia A dama das Amendoas... é tao arrebatador quando.
Bjoo
Andressa

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela