O Rubi do Planalto Central

quarta-feira, 22 de setembro de 2010


Você que se emocionou com as aventuras da Série Vagalume, adorará a série Olho no Lance - Os Caça-mistérios, do autor Luis Eduardo Matta. Com muito humor e aventura, seja você uma criança ou um adulto, a diversão é garantida. 

Dona Olga, uma senhora muita esperta e inteligente, está longe de ser uma avó normal, aposentada, ela atuava anteriormente como agente da Interpol, a polícia internacional. Agora desfrutando sua aposentadoria ao lado das crianças André e Júlia, seus netos, e Rachid, eles viverão juntos em Brasília, uma aventura de arrepiar e de balançar as fronteiras do continente.

Um importante marajá veio passar três dias no Brasil e para oficializar sua chegada, um grande evento foi organizado no Palácio do Itamaraty, onde ícones importantes da sociedade brasileira estaria presente para dar as boas-vindas à família indiana. 

As crianças e D. Olga estavam extasiadas diante de tanta beleza e luxúria, principalmente, ao avistarem o precioso rubi Ágni ki fúol, incrustado em um brochê de prata, no turbante do marajá. Porém, de repente, o precioso rubi desaparece, deixando apenas a perplexidade e a preocupação no ar: quem roubou a reluzente pedra rara indiana?

Dona Olga não vacila. Logo liga para o misterioso, Leão, seu chefe na Interpol, a quem nunca viu o rosto, aliás. Apesar de aposentada, Leão dá-lhe a missão de procurar e resolver o grande mistério. Com seus assistentes mirins, dona Olga desbravará vários lugares conhecidos em Brasília como o Congresso Nacional, a Sala Villa-Lobos, o Palácio Itamaraty e a Ermida Dom Bosco. Será que esses lugares guardam as pistas que levará a solução do mistério?

Somente lendo para saber e tenho certeza de que você irá, caro leitor, apreciar essa leitura deliciosa. Eu me senti de volta a infância com esse livro, apesar de naquela época não ter muito acesso aos livros, eu já era apaixonada pela leitura. 

Em alguns capítulos, o leitor encontrará pequenos enigmas para solucionar, para obter a resposta correta ou caso não consiga solucioná-lo, ele poderá utilizar um decodificador que vem com o livro. Agora parem e imaginem: eu, Dominique, 22 anos, no metrô, voltando do trabalho, com o decodificador na mão, verificando a resposta correta. Visualizaram? Então, devem ter imaginado o tamanho da minha diversão. Ok, eu já sabia a resposta para a maioria dos enigmas, mas eu tenho certeza, que como foi prazeroso para mim a experiência, para uma criança será mais ainda. Para completar a diversão, no finalzinho do livro, tem uma "ficha de detetive", onde cada enigma acertado, você marca um ponto, no final, tem uma classificação para saber que tipo de detetive você é. Como eu errei somente um - risos - eu fiquei com a classificação de MUITO BOM!, abaixo somente de O MÁXIMO. 

Cada aventura dessa turma de detetives, passa-se em um estado diferente do Brasil, onde os pontos turísticos e a cultura local é explorado de maneira super dinâmica e gostosa. Então, o que você está esperando? Corra e vá já comprar um exemplar da Série Olho no Lance, tenho certeza de que depois do primeiro livro, você irá querer acompanhar todos os outros, além, é claro, de aprender muito sobre a cultura brasileira. Eu recomendo!


Minha classificação para esse livro é de ♥ 5/7- Muito Bom.


De origem libanesa católica por parte de pai, Luis Eduardo Matta passou a infância e a adolescência entre o bairro carioca de Copacabana e uma chácara em Maricá, no interior do estado do Rio de Janeiro. Desde 1990 dedica-se a estudos sobre política internacional com foco no Oriente Médio. Um dos pioneiros e principais nomes do thriller não-policial no Brasil, iniciou sua carreira literária em 1993, aos 18 anos, com o romance Conexão Beirute-Teeran prefaciado pelo embaixador e intelectual libanês Mansour Challita, um dos maiores especialistas em Oriente Médio no Brasil, de quem Matta foi grande amigo.
Sua produção intensificou-se a partir dos anos 2000, com a publicação de outros thrillers, como Ira implacável e 120 horas. Em 2007, estreou na literatura juvenil, publicando Morte no colégio.

Obras infanto-juvenis do autor:

- Roubo no Paço Imperial (Coleção Olho no Lance)
- O Rubi do Planalto Central (Coleção Olho no Lance)
- Morte no Colégio (Coleção Vaga-Lume)

Obras de ficção:

8 comentários:

Lorena Dana disse...

Ah, eu acho uma gracinha quem consegue fazer boas histórias (sem chacota) em cenários brasileiros. Não conhecia esse autor.

La Sorcière disse...

Ahhhhh: adorei!
Vou procurar para meu filhote ler!!
bjks
Alê

Angélica disse...

Parece ser bem legal!
Adorei conhecer o seu blog, já estou seguindo. :)
Bjss

Nanda disse...

Nique,

Ahhh série vaga lume é comigo mesmo, eu amoo a série e agora preciso muito deste livro ^^

Agora cá pra nós, ou melhor, manda pra cá que vc é uma senhora casada hauhauhau, que homem lindo este hein? rsrsrsrs

beijooo

Italo _correa disse...

Que legal,o livro parece bom. Gosto de livros assim,com mistério mas uma leitura rápida,me lembrou dois livros que já do Marcos Rey.
Gostei ^_^
Bjo

Luis Eduardo Matta disse...

Muito obrigado, querida Dominique, pela resenha generosa. Acabei de ler e fiquei muito feliz!

Marília Maciel disse...

Eu tenho esse livro em casa, mas ainda não li! Sempre achei q era muito chato, sei lá, pelo título, pela capa...mas confesso que ao ler sua resenha, sabendo que é estilo a série vaga-lume, que eu amaaaaava na minha infância, fiquei com vontade de ler! Também achei muito legal essa história de enigmas durante o livro, eu sou doida por enigmas, quebra-cabeças, e tal...acho q vou gostar!!!

Luciana Figueiredo disse...

Meu filho precisa ler este livro para trabalho de escola, perdi o prazo da escola para compra-lo diretamente da editora, e agora estou achando dificuldades de encontra-lo, o prazo de entrega das livrarias é muito grande, alguem sabe onde encontro com facilidade, moro em São Paulo. Luciana Figueiredo

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela