"Coração Ferido" de Chelsea Cain

segunda-feira, 22 de novembro de 2010



Ele havia sido submetido as mais terríveis torturas psicológicas e físicas. Ela adorou torturá-lo, seu prazer consistia na dor da vitima. Ele desejou morrer. Ela o matou, no momento em que o deixou viver.

O detetive Archie Sheridan trabalhou na força tarefa Beleza Mortal, que procurava pelo temível serial-killer que vinha matando a 10 anos várias pessoas. Sua assinatura consistia em marcar nas vitimas, um coração.O que Sheridan não esperava era que ele fosse se tornar umas das vitimas da Beleza Mortal e que ela se entregaria a polícia, para salvar-lhe a vida.

Archie Sheridan nunca mais foi o mesmo após ter sido sequestrado e torturado pela serial-killer Gretchen Lowell. Sua vida familiar tornou-se insuportável. Sua carreira fracassada. Sua mente estava um frangalho. Seu organismo debilitado pelas torturas e pelos remédios controlados que tinha que tomar desde então. Enfim, o homem que um dia Archie Sheridan fora, não existia mais.

Para complicar mais ainda a situação, a linda e manipuladora Gretchen Lowell faz uma proposta irrecusável. Em troca do paradeiro dos corpos de suas vitimas, ela exige a presença de Archie semanalmente aos domingos na prisão. O que parecia mais uma tortura, tornara-se para ambos uma obsessão.
 
Porém, outro assassino anda a solta em Portland, matando adolescentes. Chamado para chefiar o caso, Archie encontra-se diante do segundo caso de sua carreira na busca por um serial-killer. Porém, muito mais do que enfrentar um frio assassino, Archie terá que superar a obsessão pela Beleza Mortal, se quiser ter sua vida e sanidade de volta.

Chelsea Cain criou uma serial-killer sem comparação. Gretchen Lowell é má, manipuladora, cruel, fria, sádica., impiedosa..  Porém, o adjetivo que mais lhe cai bem, é bela. Sim, ela é tudo de ruim e linda de morrer. Não é a toa que o detetive Archie Sheridan fica obsessivo, apaixonado por ela.


Durante a leitura, você percebe que Archie tornou-se mais uma vez, vítima de uma doença um tanto rara entre sequestrado/sequestrador. No período em que esteve no cativeiro, ele desenvolveu a Síndrome de Estocolmo, que caracteriza-se em o refém sentir afeto, simpatia pelo seu sequestrador. Porém, você percebe que Archie tem consciência de tudo o que Gretchen lhe causou, mas isso é indiferente para ele.

O que mais me impressionou no livro, foi a relação doentia que ambos nutrem um pelo outro. Após a prisão de Gretchen, Archie continua a vê-la toda semana. Ela perfurou-lhe as costelas, retirou-lhe um dos órgãos, fez-lhe beber diabo verde (um produto desentupidor de pia, conhecido também como soda cáustica), entre outras torturas. Mas mesmo assim, ele continua a vê-la, é como se a presença dela fosse um calmante, um paliativo para os traumas que ele viveu no cativeiro.

No final, Chelsea vira do avesso a imaginação do leitor, pois em nenhum momento, nós somos capazes de compreender que mesmo dentro da prisão, a perspicaz Beleza Mortal é capaz de manipular e deixar um rastro de sangue por onde andou. SPOILER! Querem saber? Nossa adorável Gretchen, sabia desde o início quem era o novo assassino, suas motivações e quem ele queria atingir. Como ela sabia? Somente lendo você descobrirá.

Minha classificação para esse livro é de ♥ 4/7- Bom.

Série Archie e Gretchen

Coração Ferido
Coração Apaixonado
Coração Maligno

11 comentários:

La Sorcière disse...

Querida, vc só achou "bom"??????
É minha série policila preferidaaaaa!
Archie e Gretchen incomodam, exigem de vc, provocam o leitor!!
Cora~ção apaixonado é ainda melhor... vc vai ler, né??
Bjks
Alê

Coolture Team disse...

Tenho tanto Coração Ferido, quanto Coração Apaixonado aqui em casa, porém ainda não me dignei a ler-los. O por que? Nem eu mesma sei.

Acho que está mais do que na hora de os tirar da estante e começar a devorá-los, obrigada por, com sua resenha, me fazer chegar a essa conclusão!

Se der, dê uma passadinha no nosso blog também. Adoraria ver você por lá! ;D

Abraços!

Eduarda,
The Coolture.

Daniela Tiemi disse...

Vou tentar ler nestas férias... São tantos livros na estante, fico doidinha!
=0)
Bjo.

Italo _correa disse...

Eu num gosto dos livros policiais em que os assassinos se envolvem com o detetive, tipo o nudez mortal eu até abandonei(pelo menos até onde li ela se envolveu com o suspeito).Eu sei que o tema central do livro é o relacionamento entre assassina e detetive, mas em fim, eu num gosto.
Bjão

Cacá SS disse...

Estou louca por essa série, mas ainda não consegui ler. Parece ser tão boa!!!

Nica Morgan disse...

Nossa, também me perguntei por que você só achou bom! Porque pela resenha parece ser muito bom pra excelente!!

Deve ser como foi escrito, né!? Ou alguma outra coisa! hehe
Bom, vou ter que ler pra descobrir!

Ótima resenha!!
o/

Juan Warley disse...

Eu realmente preciso deste livro, é elogio atrás de elogio.

Sempre lendo

Abraços

Vívian disse...

Eu li sobre essa série em algum blog e fiquei looouca pra ler, me deixou curiosa demais *_* Essas coisas de psicopata me chamam atenção .__. Haha.
Beijos :*

Patrícia disse...

Há algum tempo já estou doida para ler essa série e falam que é um livro melhor do que o outro. Adoro séries policiais, quero muito ler mesmo *-*

iluj disse...

isso é maldade viu, ficar torturando pessoas lokas pra ler o livro cm eu...rsrsrs adorei a resenha , po sou hiper curiosa preciso do livro, já...rsrsrs

Dominique Sampaio disse...

Adorei os comentários, meninas. O livro realmente é bom e eu recomendo.

Agora respondendo a La Sorcière e a Nica Morgan, bem, eu achei o livro muito bem escrito e com um enredo muito bom, mas no fundo fiquei chocada com a relação Archie e Gretchen. Doentia demais. Acho que foi por isso que dei somente 3 estrelas, mas adorei o livro, verdade.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela