Filme: "Mensagem para você"

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010



Kathleen Kelly, dona de uma pequena e aconchegante livraria chamada “A loja da esquina” especializada em livros infantis, um dia em seu aniversário resolve entrar em um chat para os “acima de 30 anos” e se envolve em um bom bate-papo com um desconhecido. Entre a conversa sobre música, filme, o quanto ambos amam Nova York e o combinado de não revelar nenhuma informação pessoal como nome e endereço, eles iniciam contato com certa frequência. Os e-mails trocados entre a ShopGirl e o NY152 podem não conter informações específicas sobre eles, mas na verdade estão longe de não ser pessoais quando sentimentos e emoções são compartilhados entre eles através de textos reflexivos e intimistas.
NY152 é o grande empresário Joe Fox, dono da livraria “Fox Books Megastore” que está prestes a inaugurar na vizinhança e que por se tratar de uma grande rede do ramo atrai seus consumidores com grandes descontos, poltronas confortáveis e capuccinos. Nas palavras da própria Kathleen Kelly a Fox Books Megastore “é grande, impessoal, tem estoque demais e vendedores ignorantes”.
Ambos moram em Upper West Side em Nova York e frequentam os mesmos cafés, supermercados, etc., e são comprometidos - Joe com a irritante e egoísta editora Patrícia Éden e Kath com o intelectual obcecado por máquinas de escrever e colunista do jornal Observer, Frank Nevasky. Joe adora assistir a “O poderoso chefão” e Kath ama ler e reler o clássico “Orgulho e Preconceito” de Jane Austen.
Joe e Kath se conhecem pessoalmente – sem saber que são, respectivamente, NY152 e ShopGirl – quando ele está passando o dia com sua família nada convencional, levando as crianças Annabel (sua tia) e Matt (seu irmãozinho) para passear, e então resolvem entrar na encantadora loja de livros infantis de Kath. Contudo, ela só o reconhecerá como o inimigo Fox em um jantar onde se reencontram e então se inicia a rixa entre eles, cada um se sentindo como a pior versão de si mesmo nesta rivalidade.
Quando finalmente a “Fox Books Megastore” inaugura com seus muitos descontos, aos poucos a “Loja da Esquina” - onde ela cresceu, pois pertenceu a sua mãe, Cecília Kelly – começa a perder clientes. Seguindo os conselhos de NY152, ela resolve “ir para a arena” e lutar para que a loja não vá à falência; contando com a ajuda de Frank para escrever sobre a sua loja no Observer, a ajuda da mídia e organizando protestos. Infelizmente, nada disso funciona e inevitavelmente a Loja da Esquina, após 42 anos, fecha a suas portas.
Além disso, e simultaneamente, Kath e Joe resolvem ser sinceros com eles mesmos e com seus companheiros – Frank e Patrícia - desfazendo o relacionamento de modo amigável.
Então NY152 propõe a ShopGirl de se conhecerem. Eles combinam de se encontrar em uma cafeteria chamada Lalo, e ela estaria à espera dele com um livro e uma rosa vermelha. Joe se surpreende ao ver Kathleen lá como a mulher do e-mail com quem se corresponde e pensa em ir embora, e enquanto ela espera por NY152 quem aparece é o homem que arruinou sua vida, Joe Fox.
Ao descobrir que Kathleen é a ShopGirl, Joe tenta mudar a situação para não ser mais visto como o inimigo, e sim como amigo, conquistando sua confiança e seu coração.

Eu gosto muito deste filme, já o assisti inúmeras vezes. Gosto dos diálogos divertidos, gosto da química - não avassaladora, mas sutil - entre os personagens, gosto até de Nova York - não sou fã de cidades grandes, imagine então uma megalópole! Mas a cidade parece tão bela - especialmente a época de Natal -, e os personagens a admiram tanto, que dá até vontade abrir uma exceção. O filme pode até ser um tanto clichê e previsível e não acho que seja o tipo que desperta grandes emoções, mas eu gosto mesmo assim.

Há também o fato de os livros de certa forma estarem envolvidos na história, isto o faz ganhar pontos extras para mim. As livrarias, a paixão de Kathleen por eles e, especialmente, a citação de "Orgulho e Preconceito" de Jane Austen, parecem me aproximar ainda mais dos personagens. A Loja da Esquina é tão, tão acolhedora que tenho vontade de ter - ou conhecer -uma também.

Meg e Tom formam um bom casal nas telonas. Não assisti ao famoso "Sintonia de amor" em que eles contracenam juntos e foi dirigido por Nora Ephron também e que dizem ser muito melhor, mas pretendo assisti-lo em breve. E, não estranhem se encontrarem por aqui muitos filmes que Tom e Meg participam resenhados por mim, eu os adoro.

A trilha sonora deste filme está linda, com artistas como: Louis Armstrong, Joni Mitchell, Stevie Wonder, Carole King, The Cranberries, entre outros.

Para quem gosta de comédia romântica, vale a pena assistir!

"Você não adora Nova York no outono? Me dá vontade de comprar material escolar. Eu mandaria para você um buquê de lápis novos apontados..."
(De NY152 para ShopGirl)

"Boa parte do que vejo me faz lembrar de algo que li num livro. Bem, não deveria ser ao contrário?"
(De ShopGirl para NY152)



O filme é baseado/inspirado na peça teatral de Miklós László que já foi adapatado para o cinema em 1940 como "A loja da esquina" e em 1949 como "A noiva desconhecida".

Minha classificação para este filme é de ♥ 5/7- Muito Bom

TRAILER "YOU'VE GOT MAIL"

Ficha técnica:

Título original: You've got mail
Lançamento: 1998
Origem: Estados Unidos
Direção: Nora Ephran
Roteiro: Miklós László (peça teatral), Nora Ephron, Delia Ephron
Atores: Tom Hanks, Meg Ryan
Duração: 120 min
Gênero: Comédia/ Romance

O que dizem por aí...
No Filmow:
"Outro filme sensacional com Meg Ryan e Tom Hanks"

"Meu filme preferidinho de romance so damn cute *.*"

"Um bom filme, tentando ser um novo Sintonia de Amor, mas não tão bom, mas ainda vale a pena."

"A temática é muito boa: estranhos se comunicando e compartilhando de suas vidas com um desconhecido pela internet. Em suma, achei que o filme ficou meio fraquinho e água com açúcar."

"Romântico demais pro meu gosto..."

"Não me canso de assistir :D"

"Minha mãe dormiu de roncar nesse filme xD"
"Sou uma romântica incorrigível, amo esse filme!"

6 comentários:

Jú{Garmonbozia} disse...

Amo, amo, amo! Sou viciada em cinema, tenho mais de 700 filmes, mas vejo esse pelo menos uma vez por mês! Kathleen Kelly é uma das minhas personagens preferidas, assim como a mãe dela, ela é adorável XD
F-O-X

Parabens pelo post, ficou ótimo ^^

Cláudia Charão disse...

Ótima dica :) eu adoro esse filme e olha que nem é o meu gênero favorito, fora que como você disse os livros estão presentes... ah e eu sinto falta de quando instalaram a internet em casa e eu tinha o AOL - You've got mail... :( agora a caixa de e-mail não fala mais.

Bjuss

Daniela Tiemi disse...

Hahahahaha.. Eu tb tive AOL! Saudades de ouvir "You've got mail" !rsrsrs.

Dri disse...

Oie!

Eu também adoro esse filme!! É simples e singelo, nada de mais e nem de menos.

Eu assisti a A loja da esquina, não vi muita semelhança com Mensagem para você, na época. Acho que devem ter mudado bastante a história. Mas os dois são ótimos.

Beijos,
Dri Ornellas

Ka "Mclean" disse...

Oiee!! Tem um Selo de Natal pro Blog lá no Cinco das Artes!! Confira aqui: http://bit.ly/hAU7gV ... Beijooss

Nica Morgan disse...

Adorooooo esse filme *-*
Sempre que passa na TV eu paro pra rever mais uma vez! Eu acho simplismente maravilhoso *-*

Sobre a AOL.. u.u.. nunca gostei dela.. e não sinto falta ahuahuhuahua
Super beijo!! :**

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela