"Cheio de Charme" da Marian Keyes

terça-feira, 11 de janeiro de 2011



Quatro mulheres, um homem sedutor. O que será que todas elas tem em comum e o que as liga ao charmoso Paddy de Courcy? Descubra em Cheio de Charme, o novo livro da Marian Keyes.


Paddy de Courcy é um político carismático e querido pelo público irlandês, principalmente, das donas de casas, que o acham lindo, charmoso e tudinho de bom. Famoso por seus namoros de idas e vindas com celebridades, Paddy surpreende a todos na Irlanda, quando anuncia seu casamento com Alicia Thornton. Porém, essa notícia vai abalar os alicerces de muita gente, principalmente, de quatro mulheres muito próximas a ele.

Lola Daly é uma famosa consultora de estilo, em Dublin, que tem seu mundo destroçado quando seu namorado, Paddy de Courcy, anuncia na mídia que se casará com uma mulher, que aliás, não é ela. Arrasada, ela se humilha, pragueja, implora, mas a decisão está tomada, Paddy agora é de outra mulher. Com todos os parafusos soltos, Lola não consegue se concentrar no trabalho e acaba estragando os modelitos de muitas clientes, o que gera, é claro, insatisfação. Para fugir de Paddy, do seu trabalho, da vida, ela se isola em Knochavoy, uma cidadezinha  litorânea perdida no meio do nada.

Grace Gildee é uma jornalista de sucesso, que vê no noivado de Paddy de Courcy a chance que precisava para vingar-se. Decidida a fazer Lola Daly confessar seu relacionamento com Paddy, ela começa a perseguir a moça, que lhe escapa sempre. Loucamente apaixonada pelo esposo Damien, ela teme perdê-lo se insistir em levantar as sujeiras de Paddy, já que ela conhece cada sórdido segredo que ele esconde, principalmente, um que a própria Grace tenta esconder a sete chaves.

A delicada Marnie, irmã gêmea de Grace, é uma mulher que poderia se considerar feliz. Casada com um homem apaixonado por ela, tem duas filhas lindas e a casa dos sonhos, mas no fundo, no fundo é uma mulher frustada em todos os seus anseios. Apaixonada por Paddy na adolescência, viveu com ele, um relacionamento intenso, recheado de paixão e brigas violentas, mas seu castelo ruiu no dia em que seu namoro com ele acabou. Impedida por esse amor do passado, de continuar a viver no presente, Marnie coloca a perder tudo o que conquistou, inclusive, sua família. Se ela não era feliz, por que Paddy seria, afinal?

Alicia Thornton está finalmente onde queria estar a anos. Noiva de Paddy, ela não imaginava que iria conseguir galgar tão longe, mas já que o dia chegou, ela estava pronta para seguir e ajudar o futuro marido em sua carreira política. Detalhe: só para deixar claro, nem ela mesma sabia sobre o noivado, mas não é que veio a calhar com seus objetivos?

Todas essas mulheres tem algo em comum: Paddy de Courcy, que em algum momento de suas vidas, cruzou seu caminhos e destroçou seus corações. E agora todas elas terão que aprender a lidar com a novidade que é o casamento de Paddy... Não que Alicia esteja reclamando, pelo contrário, está satisfeitíssima com o futuro casamento, mas será que podemos falar o mesmo das outras?

Sempre apreciei Marian Keyes pela leveza e pela bem-humorada narrativa que ela trás em seus livros, principalmente, quando trata de temas sérios como drogas, alcoolismo, infidelidade ou violência doméstica. Assuntos considerados "tabus", transformam-se em lições de vida e muitas vezes alertas para a mulherada. Com personagens cativantes e extremamente humanos, Marian tem o poder de nos jogar dentro da história e viver as mais hilárias histórias e saborear as mais diversas emoções, mesmo as ruins. É impossível não se solidarizar com Marnie e seus traumas. Ou mesmo com as engraçadas cross-dressers, quer dizer, homens que se vestem de mulheres, mas que não são gays. Entendeu?

Aliás, eu não poderia terminar esse post sem falar nas poderosas cross-dressers. Achei super engraçada as passagens da Lola com as cross-dressers e suas histórias. A resistência de Lola em aceitá-las e sua insistência em chamá-las de travestis - o que elas não são, é claro, já que os travestis gostam de homens - gerou discussões ótimas, principalmente, com a chegada da Chloe, a belíssima cross-dresser.

Confesso que no início tive muitas dificuldades em entrar na narrativa, dividida em capítulos referentes a cada uma das quatro mulheres. Eu achava o capítulo de Lola, extremamente enfadonho, mas conforme fui lendo suas loucas peripécias por Knochavoy, foi impossível não torná-la minha personagem preferida.

Enfim, Marian Keyes novamente surpreende o leitor com uma história maravilhosa. Tenho certeza de que você também irá amar. Recomendo!


Minha classificação para esse livro é de ♥ 5/7- Muito Bom. 

17 comentários:

Thais disse...

Oi Nique!!!!
O meu "Cheio de Charme" está para chegar eu amo os livros da Marian, tenho quase todos!


Boas Leituras
Thaís :o)

Simone disse...

Nique, eu adorei esse livro.
Engraçado é que nós duas gostamos das mesmas partes rsrsrs

Bjs

Olive disse...

Nossa! isso é o que eu chamo de uma resenha. aah eu leio tanta gente falando bem da Marian e ainda não li nenhum livro dela =z
ou tentar achar cheio de charme ;D

Nanda disse...

Ei Nique,

Eu amei este livro, devorei do início ao fim, não achei nada enfadonho não achava a lola bem engraçada.

bjo

Amanda Távora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amanda Távora disse...

Nossa ! Estou vendo que todos gostam desse livro ! Estou doida para ler !

http://amandatavora.blogspot.com

Beijos

Vivianne Fair disse...

Também achei dificil no começo, mas amei o livro também! Ótimo post! ;D

Cibele Ramos disse...

Oh 800 páginas de Marian Keyes. Tenho medo! Não consegui terminar nem as 600 de Casório, mas quem sabe um dia?

Vívian disse...

Tá todo mundo falando que o livro é ótimo. Nunca li um livro da Mirian mas espero mudar isso em breve!
Beijos :*

Lu disse...

ei Niki, eu ainda pretendo ler esse livro, mas confesso que estou ficando um pouco desanimada com ele, não sei porque. =/
beijos.

livros e cia disse...

Parece ser mto bom! Sabe que o título me lembra um música do Guilherme Arantes,"cheia de charme,um desejo enorme de se venturar..."
Parabéns pelo blog!!

livrosecoisasmais.blogspot.com visitem!

Italo _correa disse...

É muita página um livro da Marian Keyes!!! acho que começaria por um Chick-Lit com menos páginas. rs
Eu quero ler esse. Na maioria das vezes os Chick-Lits são engraçdos e eu gosto de estórias engraçadas.
Bjos

Thais disse...

Vou ser sincera, li apenas o Melancia e abandonei. Depois disso, peguei birra dela...rs
Mas estão todos falando muito bem do Cheio de Charme, acho que vou tentar de novo.

@thaorteg

vivi disse...

louca p ler, como todo livro da Marian Keyes deve ser maravilhoso.

Beli disse...

Td mundo falando muitooo bem desse livro! To tão curiosa para ler... eu querooo!!! Mais um que preciso comprar!

bjussss

Nica Morgan disse...

Grandão o livro, né? Espero que seja bom mesmo...
O que você acha.. foi melhor que "Melância" (não gostei muito desse)?

Beijos :**

sabrina disse...

oi, nickinha! ^_^_
Acho que sou a única que nunca leu nada da Marian Keys! *foge das pedras*..
mas gostei muito da sua resenha desse livro, e já foi pra lista de desejados! ^)^)
bjusss

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela