"Beijada por um anjo 1 e 2" de Elizabeth Chandler

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Beijada por um anjo

Comecei a ler o livro meio que na obrigação, para mediar o evento para a editora durantea Bienal, mas confesso que a leitura é rápida, bem rápida, e termiei o livro todo em um dia, após poucas horas de leitura.

Esperava uma história bobinha, dessas que estamos acostumadas a ler, com triângulo amoroso, altos e baixos, etc. Veja bem, não é que não tenha esses pontos, mas tudo gira em torno do momento trágico do livro (e da trama geral), que é o acidente de carro em que Tristan morre - e isso não é spoiler porque está na abertura e na quarta capa do livro.

Não tem como não gostar do Tristan e seu jeito respeitador e doce. A bem da verdade, no início eu até ri, pois ele meio que persegue a Ivy de tal modo que eu, estivesse no lugar dela, acharia que ele era um psicopata, hahaha.

Mas ele morre e tudo muda. Eu mesma fui às lágrimas neste trecho.

Meu único porém é com relação à diagramação. Talvez eles tenham querido respeitar o original em inglês (não sei, não os vi nem os li), mas acontece que em mais de um trecho você fica confuso com a sequência de cenas sem interrupção visual no texto, de modo que às vezes você pode estar numa cena romântica com o casal Ivy/Tristan e de repente você está no shopping com as amigas de Ivy - daí você volta a leitura se perguntando se pulou alguma coisa. É claro que a própria autora também poderia ter ajudado neste ponto, descrevendo melhor as mudanças de cenário e deixando-as mais claras.


Beijada por um anjo - A força do amor

O bom de se ter a série completa antes de começar a leitura é que, gostando, você pode ler a sequência de imediato, sem deixar a história esfriar na memória. :)

Na continuação de Beijada por um anjo, acompanhamos a árdua jornada de Tristan, o jovem bonitão namorado de Ivy, que morreu num acidente de carro e que busca desesperadamente se comunicar com a namorada, para fazê-la saber que ele ainda a ama e sempre a amará, e que irá protegê-la para sempre.

O romance permanece e é bonitinho de ler uma coisa assim. Há momentos de alívio cômico na personagem Lacey, a anja doidinha que ajuda Tristan na missão dele, em vez de se concentrar em completar a sua própria.

Entretanto, este segundo volume da série inclina-se mais para o thriller do que para o romance/ya book, pois somos conduzidos pela autora a entender que o acidente de carro que matou Tristan não foi um mero acidente (ok, isso ficou bastante óbvio na primeira página do livro anterior) e que os suspeitos são muitos. Com pinceladas de ambos os gêneros, Elizabeth constroi uma saga suave, mas que ao mesmo tempo aborta temas profundos, principalmente quando temos como protagonistas jovens adolescentes que ainda estão descobrindo a vida.

E ah! Para descobrir o porquê da borboleta na capa, só lendo, viu? ;)



A resenha do primeiro livro da série - Beijada por um anjo - já havia sido resenhado pela Dominique, porém, em virtude da nossa amiga ainda não ter lido os exemplares posteriores, eu decidi resenhá-los e trazer para vocês minha crítica para a obra literária. Espero que tenham apreciado! Aguardem pelas próximas resenhas.


Janda Montenegro.

4 comentários:

Sora Seishin disse...

Oi meninas!
Gostei da resenha dupla! Estou pensando em comprar a trilogia em breve =)
Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

Giu Fernandes disse...

Tô terminando de ler o segundo, falta algumas páginas!
Mas... hmm... a história não me conquistou, sabe? Se bem que falaram que o final do segundo livro é muito bom! E nossa vc falou tudo sobre o segundo parecer um thriller!
Fiquei sabendo que vai ter até o quinto livro dessa série!!
Beijos!

Ni disse...

Fato! A diagramação é ruim pra caramba! Agora, o que você falou sobre "Não ter como não gostar do Tristan"... Achei que eles apaixonaram-se muito rápido, sabe? Mal conheci o rapaz - para mim, ele não teve nenhum apelo, nada que me fizesse gostar dele, sabe? É apenas um personagem na história pra mim. Gosto mesmo é do meio-irmão dela - esse sim tem personalidade e é descrito com mais tranquilidade e detalhes durante os livros!

Beijos, Ni
Fly With Ni

(Adorei seu nome. Meu nome era para ser Dominique também! ^^)

Fellipe disse...

Eu já li o livro 1 e gostei, embora tenha me decepcionado um pouco, a historia do primeiro foi meio fraca mas o final deixou um gostinho de quero mais e é o que me faz querer ler o resto da serie!
Quero muito ler esse segundo livro para descobrir logo o que vem a seguir e descobrir mais coisas sobre o msiterio em torno da morte de Tristan!
Lacey é mesmo muito engraçada, pelo tempo que ela aparece no livro um já da pra perceber rs

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela