"Sussurros de uma garota apaixonada" de Mandy Porto

sexta-feira, 25 de novembro de 2011


Antes de tudo, quero agradecer a editora Underworld pela oportunidade de participar dessa excelente iniciativa do Book Tour.

"Ele me encarava como se já me conhecesse. Encarei-o enquanto ele me encarava. Quando seus olhos bateram em  minha camiseta do Superman, ele disse algo estranho:
- Você é a minha Louis Lane. - ele sussurrou quase inadível." (p. 236)

A estudiosa Brooke Watson é uma novata no Universidade de Stanford, onde se prepara para se tornar médica. Mas logo em seu primeiro dia, ela esbarra com o arrogante e lindo Danny Garcia, e seu plano de se concentrar somente nos estudos - e não perder tempo pensando em garotos - está ameaçado. Mesmo não suportando o jeito rude e grosseiro de Danny, ela não consegue tirá-lo de seus pensamentos e constantemente se encontra perdida em devaneios, admirada com a beleza do rapaz.
Por ser excelente aluna, Brooke logo consegue um estágio, mas em um lugar que muitos se recusariam a trabalhar. Como é uma aluna de Medicina, Brooke não tem medo de trabalhar em um necrotério, mas ainda assim sente um frio na barriga em seu primeiro dia. E não é à toa. Logo Brooke tem uma surpresa ao ajudar o chefe com um corpo que acaba de chegar: é o de Danny Garcia, que há semanas esteve desaparecido! Ele possui apenas marcas de estrangulamento e a polícia não tem pista alguma de seu assassino.
Contudo, parece que Brooke consegue se comunicar com o espírito de Danny, e ele quer descobrir quem é o seu assassino. Mesmo detestando um ao outro, Brooke e Danny colocam as diferenças de lado para que juntos possam desvendar a misteriosa identidade do serial killer que está matando garotos no campus da Universidade de Stanford.


"Mas uma coisa é certa, eu tenho que proteger minha Brooke enquanto ela estiver me ajudando, Deus me livre se ela encontrar o assassino e ele fizer algo contra ela.
Eu morreria pela segunda vez." (p. 102)


Eu não esperava muita coisa deste livro depois de tantas resenhas negativas que li quando "Diário de um anjo", da mesma autora, foi lançado. Digo com toda sinceridade que o livro não foi tão ruim quanto eu esperava, mas ainda assim deixou a desejar em muitos aspectos.
Para começar, a trama que a Mandy criou é bem legal, mesmo com os clichês e com alguns aspectos previsíveis. Contudo não pude deixar de me perguntar o porquê da história se passar na Universidade de Stanford nos EUA; o porquê de não ser uma Bruna (ao invés de Brooke) estudando Medicina na USP ou qualquer outra faculdade renomada em nosso país. Quero de um livro nacional um cenário mais próximo da minha realidade. Acredito que este seja um detalhe que não incomodará a muitos leitores, mas não me agradou.
Outro problema é a protagonista: Brooke é mimada e infantil, o que me irritou em muitos momentos. Tive a sensação de que a autora tenta dar um tom mais adulto para o enredo, mas as atitudes infantis da personagem deixam um aspecto incoerente na narrativa.
Para uma garota cujo objetivo é se focar nos estudos, Brooke se apaixona muito rápido. O arrogante e grosseiro, mas bonitão, do Danny não saí dos pensamentos de Brooke após um ou outro esbarrão no corredor. Com o muito rápido desenvolvimento do romance, a trama perde o que, para mim, é uma das partes mais interessantes em uma história de amor: a conquista. Mas este não é um problema específico neste enredo criado pela Mandy, infelizmente em muitos YA (Young Adults) este deslize tem sido cometido.
Mesmo assim, o romance entre os protagonistas tem muitos momentos bonitos, apaixonados e também tristes...

Apesar de a identidade do assassino ter sido fácil de descobrir, o final - finalzinho mesmo, as últimas dez páginas - me pegaram de surpresa! Gostei da forma que Mandy finalizou a história, com exceção de um ou outro detalhe.

Apesar de tudo, a história é envolvente e divertida. É uma leitura rápida! Porém, se você for do tipo que se incomoda muito com erros gramaticais nos livros, devo adverti-lo que o livro ainda tem este problema na revisão.


Minha classificação para esse livro é de ♥ 3/7- "Razoável".

Por Daniela Tiemi.

10 comentários:

Mellory Ferraz disse...

Fiquei mais receosa quanto ao livro, agora. Esperava mais dele, mas sua opinião negativa me fez ficar com um pé atrás.
E realmente, lendo o seu ponto de vista sobre a história de ambientalizar no exterior, não pude deixar de me perguntar de Mandy não é nacionalista hihi Mas tirando isso, não acho que a escolha dela deve ser criticada. Bom, esta é minha opinião, e respeito a sua ;)
Mas ainda espero ter a oportunidade de dar uma chance à ele.

Beijos,
Mell Ferraz - Croissant Parisiense

Bruna Miranda disse...

Realmente, se a história fosse situada no Brasil muitos outros leitores iriam se identificar e quem sabe deixar a história mais interessante.
A história na verdade parece ser bem legalzinha, não pra um livro ótimo, mas um livro bom, mas depois de ler a resenha eu realmente desanimei para lê-lo...

Angela Graziela disse...

Olá Daniela
Não conhecia esse livro, mas achei a historia bastante interessante
E me assustei bastante ai saber que o garoto morreu logo no começo
E mesmo assim me interessei

Beijos

@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com

Dominique Sampaio disse...

Puxa, Dani!

Há muito tempo, eu fiquei animada para ler o livro da Mandy, mas as constantes resenhas negativas, me desanimaram. E como você sabe, sua opinião é super confiável para mim e somente me fez ver que não devo perder tempo com esse livro, não agora.

Beijooooooos!

Cláudia Charão disse...

Oi Dani!

Eu ouvi falar desse livro, mas nem sabia qual era o enredo, acho que nao faz muito o meu estilo e não vejo um diferencial para se destacar entre tantos YAs por aí. Fiquei curiosa sobre o que você disse de se passar em Stanford e não aqui, gostaria de ver como é essa parte.

Bjuss

Caline disse...

Oi Dani a capa desse livro é linda, mas pelos comentários não faz jus a história.
Sua resenha não é a primeira que aponta esses aspectos negativos no livro. Acho que ninguém que tenha lido deixou de perceber tantas falhas.

Acredito que a autora ainda tenha que amadurecer muito e melhorar seu trabalho., mas se mostra uma grande promessa.

Beijos, Caline
Mundo de Papel

Lieh disse...

Não é a primeira resenha negativa que eu leio deste livro. Não só deste livro, mas também do outro da mesma autora, e pelo que me parece ela comete os mesmos deslizes. Não gosto de estrangeirismos, acho muito falso e sem sentido, é bem aquilo que a resenhista mencionou, se a trama se passasse numa USP seria bem mais real e interessante.

No fim, eu estava curiosa para ler um livro de jovem autora blogueira brasileira, PORÉM vou deixar para outra oportunidade. É como disseram nos outros comentários, ela ainda precisa se encontrar e amadurecer literariamente falado.

Abraços!

Lu disse...

ei Dani,
gostei da resenha.
Sou doida para ler um livro que seja nacional e que se passe na faculdade. Temos tantos cenários maravilhosos para serem explorados na literatura, uma pena que não valorizam muito isso. =/

Gostaria de ler esse livro, tenho curiosidade de ler algo da Mandy. ^^
Sua resenha ficou chamativa e acredito que eu leria o livro mais por causa dela do que pelo próprio livro, hauahau

beijos.

Patricia Lima disse...

Confesso que sou bem receosa quando se trata de livros da Mandy, ainda mais pela questão de tantas resenhas negativas.. E a sua resenha só me confirmou o que eu pensava. Primeiro que só pelos quotes eu já não gostei, também não gosto de personagens que são estilo "me diga oi e estou te amando" e também tem isso dos livros dela se passarem fora.
Espero que ela melhore a escrita :D

=*

Fellipe disse...

Eu já li esse livro e concordo com todos os erros apontados na resenha,a ideia em si é legal, mas a autora não soube conduzir muito bem,eu descobri o assassino na metade do livro. Outra coisa que me irritou foi que a Broke é perfeita, até demais, a unica aluna a conseguir um estagio, bonita, e tudo o mais, parece não ter nenhum defeito!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela