"4 de julho" de James Patterson e Maxine Paetro

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011


Em "4 de Julho" de James Patterson conhecemos a inteligente e dedicada policial Lindsay Boxer, uma mulher que acredita que pode fazer diferença com seu trabalho e luta por justiça a cada vez que sai em busca de um assassino. Porém em uma noite fatídica em que estava de folga tomando uns drinques com suas melhores amigas, Lindsay é convidada por seu parceiro para seguir a pista de um serial killer que vem assombrando as ruas de São Francisco. 

Segundo testemunhas, no local dos assassinatos sempre aparece uma mercedes preta e é através dessa pista que Lindsay e Jacobi saem em busca. Mas o que eles não esperavam era encontrar dois adolescentes dirigindo a mercedes e que ao tentar ajudá-los seriam baleados. Em legítima defesa, Lindsay após ver seu parceiro baleado e a si mesma ferida, atira nos irmãos adolescentes, deixando a menina morta e o menino tetraplégico.

Acusada de ter sido negligente e de ter má conduta, Lindsay vê-se nos bancos dos réus, acusada de ter assassinado a adolescente e ter deixado seu irmão deficiente. Lindsay, então, é obrigada a tirar umas "férias" forçadas e decide ir para Half Moon Bay, uma cidade pacata e linda, onde aparentemente somente vive boas famílias. Mesmo com a adorável paisagem, Half Moon Bay tem sido palco de terríveis assassinatos e tudo indica que um serial killer ronda as casas, esperando apenas o momento certo de atacar. Os assassinatos chamam a atenção de Lindsay, pois o modus operandi do atual serial killer, aparenta ser o mesmo utilizado no primeiro caso em que ela atendeu e que nunca foi solucionado. Será que Lindsay conseguirá por as mãos nesse perigoso assassino?

~ ~ ♥ ~ ~

Confesso! Adorei esse suspense e me vi as voltas tentando descobrir que era o tal serial killer, pois afinal, ele sempre é alguém que o personagem principal tem contato e confia. E o final não me decepcionou, fiquei muito surpresa e nem imaginava o que me esperava: muitas emoções e reviravoltas! 

A única coisa que me decepcionou um pouco foram as motivações dos assassinos, sim, tem mais de um! Achei que poderia ser uma coisa facilmente resolvida ligando para a polícia e denunciando do que sair matando as pessoas por aí. Mas como em todo suspense, ninguém nunca é inocente, certo? Até a mocinha tem sua parcela de culpa em muitos momentos. 

Uma das coisas que mais apreciei nesse livro foi o fato de que Lindsay é uma mulher sem traumas, que tem consciência de realizar seu trabalho muito bem e o fato de ver muitas mortes todos os dias, não a impedem de ter um relacionamento sadio e de sair com suas melhores amigas para rir e se divertir um pouco, afinal, ela é humana. Totalmente oposto da tenente Eve Dallas, da Série Mortal da Nora Roberts, que vive cheia de traumas da infância e a cada assassinato que investiga fica impressionada e toma para si as dores da vítima, seja ela quer for. 

Enfim, achei a Série Clube das Mulheres Contra o Crime  um suspense rápido, gostoso de ser lido e cheio de surpresas e reviravoltas emocionantes. Simplesmente, adorei e recomendo!


Minha classificação para esse livro é de ♥ 5/7- "Muito Bom".

5 comentários:

MoniqueMar disse...

Li o livro a pouco tempo e gostei muito. O gênero me agrada e a redação fluida facilita a leitura.
Estou bem ansiosa para ler a continuação da série.
Bjkas,

Monique Martins
MoniqueMar
@moniquemar

MAX disse...

Olá Dominique,

Gostei da trama que o livro aparenta ter. Adoro romançes policiais. O autor James Patterson vem ganhando notoriedade e fama a cada livro. Fiquei curioso, terei de lê-lo em breve.

Bjs.

João Victor disse...

Oi ..

Eu ainda não li esse livro, mas já li "O Dia da Caça" e o autor com sua história não me convenceu, infelizmente =/

Espero gostar mais desse, para que eu possa mudar de opinião em relação ao Patterson :)

Ótima resenha.

João Victor
Amigo do Livro
http://www.amigodolivro.blogspot.com/

Lívia Carolina disse...

Oi Dominique!
Estou morrendo de vontade de ler James Patterson!
Até agora só vi elogios aos livros dele!

Bjos

Fellipe disse...

Tenho muita vontade de ler um livro do James Patterson, o autor parece ser muito genial. 4 de Julho parece ser uma das melhores historias dele, deve ser muito instigante do tipo que deixa o leitor doido pra saber quem é o serial killer,esse tipo de livro sempre me surpreende!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela