"Qual seu número?" de Karyn Bosnak

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011


“É engraçado perceber a velocidade com que as coisas podem mudar. Sentimentos, não importa o quanto sejam intensos, podem ser efêmeros. Em um estalar de dedos, a felicidade pode se transformar em tristeza; a esperança pode se transformar em desespero; e, um belo dia, o passado chega para causar assombro, e faz com que se perceba que é preciso pisar no freio”.
(p. 233)
Fãs de chick-lit não podem perder este lançamento que garante boas risadas. Uma mulher lidando desastrosamente: com a mãe neurótica, o casamento da irmã mais nova e um número de ex-amantes que ultrapassam a média nacional; estes são os itens principais da receita de Karyn Bosnak para esta obra. Mas há mais ingredientes e temperos nesta história, apresento-lhes, então,  a história de Delilah Darling:
Delilah Darling – ou Del - é uma solteirona de quase 30 anos que admite ser uma mulher fácil! Especialmente após ler um artigo no The New York Post que dizia que “uma pessoa tem, em média, 10,5 parceiros sexuais durante a vida”. Ela se assusta ao perceber que seu número é quase o dobro da média nacional: seu recente ex-namorado, o “Greg, o imbecil do East Village” foi o 19º homem com quem dormiu. Então Delilah toma uma decisão: vinte seria o seu limite. Teria somente mais uma chance de consertar as coisas.
Para piorar tudo, Delilah é demitida – em um grande corte de funcionários da empresa -, sua irmã mais nova está prestes a se casar e ela sente uma fracassada. Ou melhor, uma vadia fracassada.
Na noite da festa de noivado de sua irmã Daisy, ela se sente obrigada a mentir sobre sua demissão a mãe e aos convidados, e após tanta pressão Delilah decide sair para beber com os colegas de trabalho demitidos.
No dia seguinte, ao acordar, ela está não só com uma terrível ressaca, mas percebe que está em um quarto que não é o seu, e quando olha ao seu lado depara-se com seu ex-chefe que sempre detestou! Ela se sente indignada não só de ter dormido com aquele cara repugnante, mas principalmente por ter desperdiçado a sua “última chance” de dormir com outro homem! Como ela iria encontrar o homem da sua vida agora que chegou ao número 20? É então que Del tem uma ideia: ao fazer a lista de todos os caras com quem já transou, ela decide sair em busca de todos eles e descobrir se, na verdade, um deles não seria o cara da sua vida que em certo momento ela deixou escapar. E, afinal, algumas pessoas mudam com o tempo e talvez algum deles tenha mudado o bastante para fazer com que em um reencontro se tornasse o cara com que fizesse Delilah sentir o “bum”. O cara certo.
Com a ajuda do seu vizinho irlandês – e bonitão -, Delilah localiza os homens da lista e parte ao encontro de cada um deles em uma viagem louca e totalmente divertida!

Um livro que cumpre o que promete: muita diversão! Apesar de Delilah se encontrar nas situações mais absurdas e constrangedoras, e de ser completamente insana em suas atitudes em alguns momentos, através desta narrativa leve a autora introduz algumas reflexões ao leitor.
O início da leitura passa uma sensação de que se encontrará “mais do mesmo” do gênero chick-lit, mas Karyn Bosnak aos poucos demonstra toda sua criatividade e bom humor e deixa a obra a seu próprio estilo.
Contudo, tenho que admitir que ao chegar a pouco mais da metade da história, estava cansada. A história passa por quase todos os relacionamentos de Delilah, contado como se conheceram e como tudo terminou, e isto se repete vezes demais já que Del tem um bom número de ex-amantes. Mesmo que cada história fosse diferente e inusitada; mesmo sendo necessário à trama; e mesmo que a autora tentasse não se estender demais nas descrições destes relacionamentos; mesmo assim, me cansou um pouco.
Além do vizinho bonitão e que arranca suspiros, destaco também a Eva, a cachorrinha que Del adquire em uma de suas loucuras para tentar reconquistar um ex-namorado. Cheia de personalidade, dei muitas risadas por conta dela.
O livro é recheado de citações de músicas e filmes – o que eu adoro! E, com uma boa dose de romance e muitas situações hilárias, sem dúvida a autora acertou na receita e, como eu disse logo no início da resenha e faço questão de repetir: esta é uma leitura que fãs de chick-lit não podem perder!



Minha classificação para esse livro é de ♥ 5/7- "Muito Bom".


Por Daniela Tiemi

12 comentários:

Mariana Melo disse...

Ah, chicklit é sempre uma delícia, né? Esse em especial eu não me interessei mt, mas eu adoro, principalmente os da Marian keyes :D

Beijinhos,
Mariana Melo
www.felizvros.com

Dominique Sampaio disse...

Janda fala muito bem desse livro! Quero mto lê-lo.

Bjjs!

Niii disse...

concordo Dani,
eu amei o livro.
e sem dúvidas essas atitudes insanas é que dão a graça do livro!o/

bjsssssss

Fellipe disse...

Esse foi o primeiro Chick-lit que eu li e gostei muito , realmente é muito engraçado, e concordo com você que em um certo momento você já está cansado da historia. E que Eva é uma cachorrinha que trouxe mais partes engraçadas ao livro rs
Realmente o livro é otimo ^^

Malu4u disse...

Essa é uma daquelas historias que vc tem que assistir na minha opnião; por isso preferi não ler o livro e ir assistir ao filme que achei super divertido. Fiquei sabendo de algumas mudanças na adaptação da historia, o que não seria novidade e que até o nome de um personagem foi trocado e isso me deixa triste. Mas como disse é uma historia para ser vista e não lida; principalmente com a comedia da Anna Faris e a delicia do Chris Evans.

Daniela Tiemi disse...

E, q delícia de Chris Evans, viu?! Colírioooo! *_*

Fabio Faith disse...

Minha namorada ama está história...se eu ganhar irei dar de presente pra ela esse livro =]

Karina Dourado disse...

O filme é incrível, acredito que o livro também seja, já que na maioria das vezes os livros são melhores que os filmes ou até mesmo tenha o mesmo nível. Está na minha lista de livros que pretendo ler, quem sabe não seja uma oportunidade para eu conseguir lê-lo.

Paola Cariello disse...

Parece ser super divertido. Também adoro quando as histórias vêm com citações *-*

Gabriela Fogliato disse...

Eu assisti o filme, o livro parece ser melhor ainda. E a história é incrível.

Carolina Cambraia disse...

Esse livro parece ser muito divertido, sem contar com diversas fatores que me fazem querer o ler.

FlaviaMolina disse...

Eu to louca pra ler esse livro. Assisti esses dias o filme , e chorei de rir.. de verdade !! Ja vi muitas pessoas falando que o filme é bem diferente do livro , mas tenho certeza de que é tão engraçado quanto !

Bjinhuss !!!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela