"O Caso Laura" de André Vianco

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012



Não li todos os livros de André Vianco, mas de todos os quatro que li, posso afirmar que este Caso Laura é o melhor deles. Na verdade, fiz algo ainda mais curioso: li, na sequência, o primeiro livro escrito por ele (O Senhor da Chuva) e, em seguida, o último, (este, O Caso Laura), e o que pude ver foi um grande amadurecimento do autor e de sua escrita, que se firmou em certos traços característicos de sua narrativa e, em outros pontos, se aperfeiçoou no roteiro e na narração. É isso que eu chamo de profissionalização de um escritor.

Em “O caso Laura”, Vianco mescla o thriller, o policial e a fantasia, ou seja, há aqui elementos que agradam a todos de seu vasto público. O thriller corre solto no já nomeado caso, para o qual o investigador particular Marcel é contratado, a fim de descobrir mais sobre a personagem-título e a pessoa com quem ela se encontra, Miguel; o policial acontece no núcleo do oficial Alan, um tira corrompido pelo seu passado e que passa a ser acompanhado de perto – a contragosto – pela representante da Corregedoria, Gabriela; por fim, a fantasia dá seus pitacos, em momentos aos quais não me referirei para não dar spoiler.

Em qual categoria enquadrar este livro, eu deixo para os fãs discutirem. Acredito, contudo, que acima de tudo este livro é sobre uma história de amor – aquelas que dão certo, aquelas que não dão, aquelas que são interrompidas e aquelas as quais não damos a devida atenção. A nossa própria história de amor com nossas vidas, como nos agarramos a certos elementos e deixamos escorrer outros, e o quão facilmente, nos dias de hoje, as pessoas estão abrindo mão deste dom supremo, que é a vida.

Quem quiser ler este livro como entretenimento, conseguirá. A mim, o que me chama atenção é o tema delicado que Vianco aborda: a alta taxa de suicídios na população mundial.

Considerando que boa parte de seu público é jovem ou jovem adulto, abordar este tema é um bem que o autor faz aos leitores, pois muitos deles (possivelmente) podem estar passando por situações de desconforto, de desânimo, que às vezes ganham proporções insuportáveis e diante das quais o fim mais rápido e eficaz parece ser a única alternativa. Com propriedade e sem cair no didático, o autor consegue tratar das angústias de uma geração mostrando ao leitor que nem tudo está perdido, que não há nada que justifique ou que condicione uma pessoa a tirar a própria vida. Coisas ruins acontecem, sempre, e continuarão acontecendo porque faz parte do equilíbrio da vida, mas nada, nada mesmo, é tão insuportável para fazer com que uma pessoa abra mão da única coisa que de fato possui. E às vezes, tudo que precisamos para sarar nossas dores é uma simples conversa, um simples abraço, o sentimento de saber que há alguém que acredita em nós mais do que nós mesmos, e que ainda que as coisas estejam ruins agora, um dia esta dor há de passar. E quando passar, a vida seguirá seu próprio rumo.

Parabéns ao autor por tratar de um tema tão delicado, levando-o aos leitores em seu momento mais íntimo, e fazendo-os refletir a respeito.


Janda Montenegro.

14 comentários:

Luara Cardoso disse...

Eu ainda não li nenhum livro do Vianco, mas todos dizem que são muito bons.
Fiquei curiosa a respeito desse livro, apesar de o nome 'Laura' não me atrair tanto. É um dos nomes que eu mais detesto, confundem meu nome direto. haha :)

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

samyra aquino disse...

Nossa, tua review foi bem profunda e interessante. Comprei este livro e tive a oportunidade de conhecer este escritor magnífico pessoalmente, porém ainda não li este livro.
Tua review me deixou mais ansiosa para lê-lo e certamente será o próximo da minha - na extensa! - lista de leituras.
Fiquei curiosa como o autor irá trabalhar esse assunto tão delicado que é a alta taxa de mortalidade. Gosto de livros que falem sobre essa dor e angústia de não ver sua vida seguir o caminho inesperado e a tristeza que isso trás. É um assunto bem real e intenso.
Parabéns pela tua review Dominique! :D

Beijos,
@umalimonada - http://samyaquino.blogspot.com

Fellipe ramos disse...

Eu nunca li nada do autor, mas pelos comentários que leio sobre ele tenho bastante vontade. O caso Laura parece ser um dos melhores que ele escreveu, gosto bastante quando mistura bastante generos como esse, deixa o livro mais instigante!

Carolinices disse...

Oi Janda
Eu li apenas um livro do André Vianco: Bento. Achei a escrita dele muito bacana!
Esse eu não conhecia, mas certamente vou ler!

Bjos

Nickinha23 disse...

É raro encontrar alguém com seu nome, mas já estudei com uma Luara! Adorava o nome dela. =)

Nickinha23 disse...

Eu tenho que ler Vianco um dia, ainda não li, pois eu enjoei um pouco de vampiros. Mas um dia lerei. =)

Daniela Tiemi disse...

Ainda não li nenhuma obra de Vianco, mas pretendo ler. "O caso Laura" parece mto interesse!
Bjo.

Erica Marts disse...

Não li nada do Vianco. Tenho vontade mas não surgiu a oportunidade.
Gostei da trama de Caso Laura e não lembro de ter lido algo relativo ao suicídio.

----Leituras & Fofuras----
www.leiturasefofuras.com.br

Folhas de Sonhos disse...

Ainda não li nadinha do André Vianco! Só tinha ouvido falar dos de vampiro, nem achava que ele escrevesse livros com outra temática...rs :S

abraços,
Luciana
http://www.folhasdesonhos.blogspot.com

alininha_lima disse...

Eu amo os livros do Vianco! Sério acho que ele sempredesenvolve muito bem suas histórias!
Com certeza ainda vou comprar esse livro, tenho quase todos dele.
Adorei sua resenha.
bjs

Veruska disse...

engraçado, ja li todos os livros do Vianco e posso dizer com certeza que o Caso laura foi o que menos gostei!

Louise 1 disse...

realmente o vianco e otimo li poucos livros dele mas conserteza o caso lauro e o melhor,e um romance maravilhoso eu chorei no final do livro pela morte do marcel mas valeu a pena ler esse livro,eu chegava a imaginar a cena a cada capitulo que eu lia no livro coisa que nunca aconteceu realmente o caso lauro e o melhor livro que eu li em toda a minha vida

Nattacha Radoll disse...

Só li uns dois livros do Vianco até hoje, e olha que minha tia tem todos dele xD e esse inclusive ela também tem, e agora lendo sua resenha com certeza vou emprestar dela, é bem diferente dos que eu li (Os Sete e Setimo) o enredo do livro em si é outro, e adorei saber que o autor amadureceu bastante desde o seu primeiro livro, não li o primeiro dele mais é muito bom quando um autor consegue crescer assim, e melhorar ainda mais o trabalho que já era muito bom! Gostei desse livro pois ele aborda um tema bastante complicado eu acho, e que de uns anos para cá só aumentou as ocorrencias dessa causa!
Parabéns pela resenha! Bjos :*

Rita disse...

Eu já li todos livros do Andre Vianco,acho todos ótimo.Gostei mais do sete e do sétimo .
quero saber quando ele vai lançar outro livro,pois acho as histórias dele muito boa.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela