"Anjos Rebeldes" de Libba Bray

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Se você ainda não leu o primeiro volume "Belezas Perigosas" da Trilogia Gemma Doyle, cuidado! Esta resenha pode conter spoilers. 

Em "Belezas Perigosas", Gemma descobre que possui um imenso dom, que pode ajudar ou destruir muitas pessoas. Com suas amigas Ann, Felicity e Pippa, elas se reuniam em uma caverna para visitar os reinos, mas após uma grande perda e de terem sido descobertas nas visitas noturnas, Gemma não quis mais levá-las. Até o momento em que descobre que a segurança dos reinos está comprometida pelas suas ações. 


Após abrir as portas dos reinos e de quebrar as runas que continham a magia, Gemma Doyle agora possui um grande desafio pela frente. Alertada por Kartik, ele informa a moça que somente Gemma possui o poder necessário para aprisionar novamente a magia, antes que seres maléficos ou sua arqui inimiga, Circe, façam uso dela para causar tragédias no mundo. 


Mas o natal se aproxima. É tempo de passar as férias com suas respectivas famílias em Londres, com exceção de Ann, que não tem para onde ir no natal. Distante de desejar causar transtornos as suas famílias, Gemma e Felicity não sabem como poderão entrar nos reinos sem Ann, para fazer isso, elas teriam que transpor as barreiras sociais, a não ser que inventassem uma história magnífica, tão "verídica" que até o mais cético dos londrinos acreditassem.

Entre uma viagem e outra aos reinos e corridas frenéticas pelo centro de Londres atrás de Circe, Gemma e suas amigas descobrirão a imensa satisfação que é valsar em salões de bailes e serem cortejadas por belos rapazes. Segredos, intrigas, traições, romances e muitas aventuras acontecerão na bela Londres, do século XVIII.

Novamente Libba Bray conquistou-me com sua escrita e detalhismo sem exageros. A autora criou ainda na trama, uma atmosfera sombria e cheia de mistérios, onde é impossível largar as páginas do livro, sem desejar ardentemente continuar até o fim. 

Uma dos fatos que mais chamou-me atenção foi a autora ter introduzido na trama, temas polêmicos e atuais, como a utilização de drogas e incesto, que na época não eram temas discutidos nem a portas fechadas para não ferir o decoro. Inclusive, a autora aborda essa temática com maior cuidado e o mais impressionante e que torna a história mais real, é a reação adversa das personagens, que não admitem o óbvio nem para as melhores amigas, pois tal constatação fere o orgulho pessoal e familiar. 

Ainda apreciei a forma como Libba Bray introduz um romancinho na história, sem afetar o desenvolvimento da trama. Confesso que me apaixonei terrivelmente por Simon, apesar de achá-lo extremamente fofoqueiro, superficial. É muito bonita a forma tranquila como Gemma e Simon flertam um com o outro e a expectativa de um possível relacionamento.

Kartik retorna a trama, menos presente durante as passagens, porém, mais forte na vida de Gemma. Acredito que ele ainda será um personagem muito importante em "Doce e Distante", último livro da trilogia.

Libba me impressionou também na firmeza de caráter de suas personagens. Acredito que Felicity deve ser a  mais amada e odiada de todas. Ela não tem medo de errar, nem de ferir os brios da sociedade londrina, mesmo que desonre toda sua família. Garota de personalidade, assim como, todas as outras, dentro de suas singularidades.

Acredito que ficou claro o quanto apreciei a trama, mas nem tudo são flores. Por muitas vezes, vi-me irritada pela falta de iniciativa e de percepção para enxergar o óbvio em Gemma. A autora demora um pouco para inflar coragem na jovem, sendo incentivada na maioria das vezes pelas amigas. 

Enfim, apreciei bastante a continuação da trilogia e sem sombras de dúvidas, embarcarei em "Doce e Distante" imediatamente. Recomendo!

Minha classificação para esse livro é de  5/7- "Muito Bom".


Veja a cotação do livro no SKOOB  e a opinião de outros leitores.


Trilogia Gemma Doyle:


♥ Anjos Rebeldes # 2

Outros livros lançados pela autora:
Lançado no Brasil


6 comentários:

Stories and Advice disse...

Oiee
Não conhecia ainda esse livro, mas lendo sua resenha fiquei bastante curiosa, adoro quando os escritores colocam temas de atualidades no livro ^^
Parabéns pela resenha
Beijos

Nattacha disse...

Nossa super bacana, não sabia que esse livro era continuação de Belezas Perigosas, na verdade não sabia que Belezas Perigosas tinha continuação. Achei super interessante o livro se passar no seculo XVIII mais a autora colocar temas atuais no livro, que não são tão atuais como você citou o problema só era, que ninguém os discutia, nem para as pessoas de confiança. Adorei mesmo a resenha, só o que me desanimou foi o livro ser da Rocco, o que geralmente é sinonimo de livro caro :/
Mas vou ver se o encontro na biblioteca publica o/
Beijos :*

Patty disse...

Estou louca pra lera a trilogia, por isso não li a resenha já que pode conter spoilers. Mas vou anotar pra qnd tiver lido Belezas Perigosas.;)

Paula Camargo disse...

Ah resenha foi super bem feita!Nunca tinha ouvido falar dessa trilogia,parece ser interessante,mas não faz meu estilo! :/

Karolyne Kazakeviche disse...

Nossa, essa trilogia parece ser boa hein =O
nunca ouvi falar, obrigada por indicar.

Suzy ♥ disse...

Curioso ela escrever sobre abortos e incestos, não conheço muitos livro sobre o assunto. Vou ler Belezas Perigosas!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela