"Belezas Perigosas" de Libba Bray

segunda-feira, 30 de abril de 2012


Em uma época fascinante de vestidos bufantes, de luvas a espartilhos, de intrigas e mistérios, trocas de olhares e sorrisos contidos, vive a heroína da Trilogia Gemma Doyle, uma moça que descobre a si mesma na magia.

Em "Belezas Perigosas" conhecemos Gemma Doyle, uma heroína singular. Gemma vive em uma época esplendorosa, cheia de brilho, glamour e beleza, mas está longe de desfrutar de todo esse fascínio. Apesar de inglesa e de sua família ser influente, Gemma mora na Índia com seus pais, um lugar que a princípio a aborrece, sendo seu maior sonho ir para a poderosa Inglaterra, mas sua mãe se opõe terminantemente a enviá-la para avó.

Quando em uma noite fatídica impulsionada por forças sobrenaturais maléficas, para salvar sua alma, a mãe de Gemma é obrigada a suicidar-se. Nesta mesma noite, Gemma tem contato pela primeira vez com o dom herdado pela linhagem da mãe, o dom da magia. Seu desejo se cumpre finalmente e Gemma vai viver em no Internato Spence somente para moças, onde conhecerá amigas e aliadas preciosas, assim como, também conhecerá e conquistará lá o pleno domínio de seu dom.

A magia que reside em Gemma abre as portas para outros reinos, onde os seres fantásticos e os espíritos residem e que somente pessoas especiais, dotados pelo dom, podem entrar. Mas um trágico acidente ocorrido vinte anos atrás, fecha as portas do reinos para todos os membros da Ordem, organização criada para reunir as sacerdotisas. Para reabrir as portas dos reinos, de acordo com a profecia, seria necessário nascer uma grande sacerdotisa, dotada de grande poder, capaz de reunir toda a magia. Essa sacerdotisa é Gemma, que terá ao mesmo tempo que descobrir como lidar com seu poder e destruir Circe, responsável pelo acidente do passado e também pela morte de sua mãe.

Entre lições de etiquetas, falar fluentemente francês e sobreviver aos apertados espartilhos, Gemma terá que aprender também a compreender seu dom, mas antes terá que desvendar os mistérios por trás da Ordem, organização ao que tudo indica, pode ajudá-la e que sua mãe também fazia parte.

Libba Bray conseguiu impressionar-me com sua escrita refinada e detalhada. Fiel aos costumes da época, a autora conseguiu retratar com sucesso a Londres, do século XVIII. Todo recato, feminilidade, pudor da época foi resgatado na história de Gemma Doyle, uma heroína que luta para sobreviver em meio a tantas regras de etiqueta. 

É delicioso e extremamente excitante a forma como a própria Gemma luta contra o desejo de atrair-se por Kartik, um indiano do grupo Rakshana, responsável por proteger e influenciar em suas decisões. O simples fato de um rapaz beijar a mão ou tocar nos cabelos de uma moça, já era motivo para causar um imenso frisson, pois era sinônimo de intimidade, coisa que uma moça de família não poderia ter nunca com um estranho, mesmo sendo-o seu noivo. 

Para quem busca um romance nas páginas da trilogia, sinto muito em decepcionar-lhes, mas não as encontrará, devido exatamente a todo recato e pudor que eram exigidos das adolescentes da época. Seria um grande desvio colocar todas as moças dessa história como feministas e livres para quebrar as regras sociais. A única exceção é Felicity e mesmo esta incrível personagem tem seus limites. 

O internato Spence é palco de diversas aventuras vividas por Gemma, Pippa, Ann e Felicity, suas companheiras para visitar os reinos. Ao visitar os reinos, elas dirigem-se para um jardim esplendoroso, onde podem transformar todos os seus desejos em realidade, desde ser a mais bela das moças a ser cortejada por um belo rapaz. Ainda podem transformar com a magia grama em borboletas ou quem sabe até fazer chover faíscas de ouro. Nos reinos, possuem poder, glória e beleza, mas quando voltam para o mundo real, levam somente uma mínima parcela da magia.

A história de vida de cada personagem é bastante singular e todas foram construídas diferentes uma das outras. É interessante destacar também que cada uma possui um motivo diferente para modificar suas vidas através da magia, que fica retida nos reinos, mas que na vida real não pode ser usada. Logo temos um interessante parâmetro entre a vida das amigas nos reinos e a vida pessoal, que estende-se além dos muros do Internato, que longe de afligir-lhe parece protegê-las contra a vida que as espera mais além, como casamentos com homens mais velhos ou uma vida de servidão como governanta da própria família.

Apreciei bastante o destino dado a alguns personagens, apesar de causar-me bastante tristeza a forma como uma delas partiu. Já tenho a informação de que essa personagem retorna no próximo volume, "Anjos Rebeldes", então, eu já me sinto satisfeita. 

Intrigas, inveja, traições, tragédia, aventura, desejo, magia... Se você aprecia romances históricos com pitadas de mistério sobrenatural, irá com certeza adorar "Belezas Perigosas". Recomendo!


Minha classificação para esse livro é de  5/7- "Muito Bom".


Veja a cotação do livro no SKOOB  e a opinião de outros leitores.


Trilogia Gemma Doyle:


Belezas Perigosas #1

Outros livros lançados pela autora:
Lançado no Brasil


9 comentários:

João Victor . disse...

Olá ..

Não costumo ler livros que se passam em épocas passadas, mas confesso que, os poucos que eu já li, me surpreenderam. São ricos em detalhes e são ótimas leituras.

Não me interesso muito por essa série, apesar de a mesma parecer ser interessante.
Gostei da sua resenha :)

João Victor - Amigo do Livro
http://www.amigodolivro.blogspot.com.br/

Simone disse...

Adoro romance histórico que a estória te prende.
VALEU A DICA.

Cristiane dornelas disse...

Opa, só pelo começo da resenha me interessei no livro. Vestidos bufantes, luvas,espartilhos ahh, como adoro! Amo filmes assim, imagina livros então? Gente, eu quero! Gamei nesse livro agora!!! *-*

Jaqueline Zarth disse...

Woow!!! Adorei esse livro, quando vi a capa e o nome do livro eu achei que seria algo totalmente diferente (achei que fosse um romance clássico, aff) mas agora que li que não é eu fiquei mega interessada, magia, roupas de época, eu adoro tudo isso! Quero muito ler!!

Ariana Alves disse...

Muito bom saber de um histórico que não decepciona pq ultimamente eles estão deixando a desejar.

Ainda mais quando o histórico se junta com sobrenatural, a coisa fica perfeita.

A capa está muito linda e quero mito conhecer a rotina desse internato.

Bjus

Nâna

Diego Rangel disse...

Não sou muito fan de contos de época com ambiente dentro de reinados onde geralmente as histórias são dramáticas mas ao ler esta resenha me interessei no livro pelo fato dele abordar a fantasia através dos poderes de Gemma que irá confrontar a Ordem. Espero que ele seja uma boa aventura.Abrc!

Suzy ♥ disse...

Gostei da história, quero conferir o q acontece no internato Spence.

Sora Seishin disse...

Oi meninas!
Adoro histórias de época e esse livro parece ser ótimo.
Não fazia ideia que era parte de uma trilogia, bom saber!

Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

Michelle Bowkunowicz disse...

oi,
otima resenha! comprei esse livro e estou louca pra ler!

http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

bjos

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela