"Garotas Perdidas" de Jennifer Baggett; Holly C. Corbett & Amanda Pressner

sexta-feira, 27 de julho de 2012


Três amigas, quatro continentes e uma viagem nada convencional ao redor do mundo

 "Logo me mudaria de cidade para cidade e país para país, e o único lar que conheceria seria minha mochila. Se, como diz o velho ditado, o lar é realmente onde o coração está, o que isso significava para mim? O lar é um lugar físico, familiar, em que você pode ficar de pijama até o meio-dia e comer manteiga de amendoim direto do pote? Ou é mais como um sentimento, saber onde encontrar segurança em um mundo imprevisível?"
(p. 55)

Três amigas se juntam para fazer uma viagem ao redor do mundo. Dois anos antes, quando Amanda, Holly e Jen fizeram a primeira viagem juntas para as Cataratas do Iguaçu, a ideia de tirar um inteiro de folga para viajar ao redor do mundo lhes surgem. Seria uma grande aventura e a vida delas em New York era muito estressante. Ao voltar, elas mergulham novamente em suas rotinas e o tempo passa, mas o estresse, não. Amanda, após ser obrigada a participar de um júri por uma semana inteira é mandada embora de um trabalho do qual tinha se dedicado muito. Jen está em uma relação amorosa empacada; após anos juntos, os dois precisam decidir se casam ou não, mas nenhum dos dois parecem prontos para esta decisam. E, Holly, apesar do relacionamento tranquilo e o bom emprego, se sentia inquieta. Então, decidem levar adiante a ideia das férias de um ano inteiro viajando ao redor do mundo.

Após três meses da decisão tomada, elas largam emprego, família e namorados e partem para o primeiro destino: Machu Picchu, Peru. Entre o itinerário de viagem das garotas estão os países: Peru; Brasil; Quênia; Índia; Laos; Ilhas da Tailândia; Bali; Nova Zelândia; Austrália.

Sim, elas trocam o conforto de suas casas, para viver com uma mochila nas costas e de albergue em albergue - pouco confortáveis - e, por um tempo, vivem como voluntárias no interior da África. Não é uma jornada fácil, desde banheiros imundos, brigas entre elas, ficar doente longe de casa, a saudade; certamente muitos desafios foram enfrentados, mas também muito momentos inesquecíveis foram compartilhados, além de um apredizado para toda a vida.

"Garotas Perdidas" (Editora Rocco, 544 páginas) é certamente uma leitura inspiradora. Mesmo acompanhando também as dificuldades enfrentadas pelas garotas, pelo modo como ela descrevem a recompensa de cada experiência vivida me deixou com vontade de colocar a mochila nas costas e conquistar o mundo também (tenho uma amiga que certamente toparia a aventura!rs). Não teria dificuldade em largar o emprego que não gosto, e não estou envolvida em nenhum relacionamento série no momento, mas sentiria muito falta da minha família; e colocando os pés nos chãos, acho que não aguentaria ficar tanto tempo na estrada. Contudo, certamente espero algum dia ter a oportunidade de conhecer vários destes lugares pelos quais elas passaram.  

Posso afirmar que ler "Garotas Perdidas" foi uma viagem incrível, e foi muito interessante poder ler a opinião destas americanas sobre Brasil - pena que elas ficaram pouco tempo por aqui e por isto escreveram pouco sobre nosso país - e os restantes do países em que visitaram. Esta foi uma leitura agradável, divertida em alguns momentos, especialmente quando elas descrevem as situações embaraçosas que passam, e em outros momentos reflexiva. Não é um guia de viagens, mas podemos tirar boas dicas ao acompanharmos as experiências destas garotas.

Para quem gosta, ou não, de viajar, eu recomendo a leitura de "Garotas Perdidas".



Minha classificação para esse livro é de ♥ 5/7- "Muito bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Por Daniela Tiemi

21 comentários:

Max disse...

Olá Daniela,

Parece ser uma ótima leitura. Olha, também gostaria de colocar uma mochila nas costa e sair mundo a fora, rsss. Claro, não é nada fácil por vários motivos, como você disse, mas deve ser uma experiência única. No blog http://universodosviajantes.com/ o mano Edu compartilha suas experiências como um viajante, muito legal o blog e os relatos, vale a pena conhecer.Quem sabe um dia não nos encontremos na estrada, se bem que eu iria de carro, rsss, longas caminhadas não é comigo.

Bjs.

Mey disse...

Já tive muita vontade de colocar uma mochila nas costas e sair por ai. Mas hoje não conseguiria fazer isso não, gosto de minha rotina. Mas nada como viajar assim, num livro bem gostoso. Fiquei muito curiosa com essa historia. Espero poder ler esse livro. Bjksss

Dominique disse...

Sou louca de vontade de viajar pelo mundo e conhecer pessoas diferentes, paisagens que somente temos oportunidade de ver na TV e em fotografias. A verdade é que eu queria desfrutar de cada lugar com calma, saboreando um pouco a cultura local para depois, quem sabe, ir para outro lugar ou retornar. Mas a verdade é nua e crua, como você falou tb, Dani, eu também sou caseira e família demais. Acho que não aguentaria ficar tanto tempo longe deles, ainda mais agora com minha pequena flor.

Um dia ainda lerei esse livro. Eu cheguei a ler dois capítulos quando ele estava comigo, mas parei para retornar a outras coisas que me esperavam.

Ótima resenha! ;-)

maiane rossi disse...

O livro me lembrou o filme "Quatro amigas e um jeans viajante" e o livro "Comer, rezar, amar". Eu adoro livros sobre viagens e já me apaixonei por esse. Com certeza é uma das minhas próximas aquisições.

Suzy ♥ disse...

Eu não tenho coragem de topar aventuras :x hahha mas o livro é bom.

Nattacha disse...

Esse livro me lembrou muito a história do "Quatro Amigos e um Jens Viajante" com uma mistura de "Comer, Rezar, Amar". Amigas que se juntam para juntas crescerem vivendo novas culturas e problemas! Fiquei morrendo de vontade de viajar só de ler seu texto imagina ler o livro então, acho que vou por a mochila nas costas e sair por ai também, ou se isso não for possivel, apenas abrir o livro e viajar com essa garotas!
Otima resenha! Bjos :*

Luciane Eleoteria disse...

Viajar pelo mundo depois do ensino médio é bem coisa de americano. Eu já tive esta vontande quando mais jovem, mas hoje sou muito ligada a minha familia e até morar em outra cidade é difícil, fico contando os dias para chegar o final de semana e ir para casa da minha mãe. Deve ser muito divertido para quem tem coragem e nada para deixar para trás. Gostei do fato do Brasil ser citado no livro.

Carolina disse...

Adorei sua resenha, quero muito ler o livro a algum tempo, porém o preço do livro desanima, quando vi a sinopse pela primeira vez simplesmente adorei a temática do livro, quero muito ler *--*

Bjos e adorei a resenha!

marinna bastos disse...

Oie,

o livro me lembrou o filme 4 amigas e um jeans viajante rs Adorei a resenha! Tenho certeza q irei gostar do livro!

Tomara q falem bem do Brasil rs

bjs

Kézia Lôbo disse...

Quando li o titulo me sugeriu um tipo de história, fui ver a resenha, e na verdade nao tem nada a ver com o que pensei ehueheu... mas mesmo assim parece interessante, nao me chamou muito a atenção, mas por tratar de viagens, vou querer ler. =D

Natália Rivero disse...

Nada melhor do que "viajar em casa",acredito que é isso que eu sentiria ao ler esse livro.Conhecer vários países e inúmeras dificuldades,jornadas através da Amanda,Jen e Holly.
Fiquei com vontade de viajar.kkkkkkkkkkkkk
E de ler o livro,é claro

bjs Nati

Gizeli Meister disse...

Será que alguém ainda não teve essa vontade....
Tem dias que o estress realmente acaba com a pessoa,
e aparece a vontade de por a mochila nas costas....

Genilda Silva disse...

Esse livro deve nos fazer viajar só na mente!

Willian Peixoto disse...

Muito interessante, leitura envolvente que vale a pena ser conferida.

Khrys Anjos disse...

Elas só devem ser encontradas depois de se encontrarem com elas mesmas. Confuso? Não. Complicado? Sim. Impossível? Não. Difícil? Sim.

Só podemos mudar o que achamos estar errado em nossa vida a partir do momento que decidimos dar o primeiro passo e seguimos em frente. Família, amigos tudo é importante mas você deve vir sempre em primeiro lugar na sua vida.

Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!!!

Carolina carvalho disse...

Adorei sua resenha, quero muito ler o livro a algum tempo, porém o preço do livro desanima, quando vi a sinopse pela primeira vez simplesmente adorei a temática do livro, quero muito ler *--*

Bjos e adorei a resenha!

Cristiane Silva disse...

Parece ser bem legal mesmo esse livro. Não conhecia, mas gostei de cara. Boa.

Cristiane Silva disse...

Esse livro me lembrou de um filme que vi a muito tempo atrás. Tudo bem que lendo a resenha percebi que não tinha nada a ver com o filme, e não era muito parecido, mas foi por isso que gostei dele... Eu gostaria de ler. Parece bem legal e fala de viagens! Quem não gosta?

Milena Teodoro disse...

Só por falar de viagens mesmo que de uma forma inusitada me atraiu muito o livro.

sonia carmo disse...

Gostaria de ter esse espírito aventureiro como o delas. Deve ser muito recompensador, apesar de se encontrar alguns momentos críticos deve valer a experiência.

soniacarmo
retalhosnomundo.blogspot.com.br

Rafael Fernandes disse...

Oi, só pelo título já me interessei pelo livro, agora pela resenha mais ainda, já tinha lido, mas sempre tenho meio que vergonha pra comentar, mas vim, parabéns pela resenha, tem aventura no meio dessa história e adoro essa temática, amo mesmo!
Beijocas.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela