"Branca de Neve e o Caçador" de Lily Blake e outros autores

quinta-feira, 20 de setembro de 2012



Branca de Neve e o Caçador, roteiro adaptado conta a história de uma jovem princesa que tem sua infância, família e povo arruinados pela cobiça desvairada de uma mulher louca, mas incrivelmente bela, que usa sua beleza para seduzir reis e devastar impérios em troca da eterna juventude e de poder.

Virou modinha recriar os contos de fadas antigos e dar-lhes novos contornos, mais interessante e adulto. Nessa adaptação, Branca de Neve é uma moça forte, corajosa e que deseja ardentemente salvar seu povo da tirania da Rainha, sua madrasta malvada e cruel. Ao contrário de desejarmos que ela encontre finalmente o seu príncipe encantado, nessa nova história desejamos que ela se apaixone pelo lindo e emocionalmente perturbado caçador. 

Criado para brilhar nas telonas, Branca de Neve e o Caçador é mais emocionante no cinema do que no livro. Talvez minha opinião tenha sido influenciada pelo fato de eu ter visto primeiro o filme, para depois ler o livro, mas acredito que no final não tenha tanta importância já que é um roteiro adaptado, totalmente fiel ao filme. 

Finalmente, posso dizer que é uma história bastante gostosa e rápida de ler. A edição da Novo Conceito ficou muito bonita, com diversos detalhes impressionantes nas páginas. Vale a pena conferir!



Minha classificação para esse livro é de  4/7- "Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB  e a opinião de outros leitores


12 comentários:

Gladys Sena disse...

Ah não gosto dessas repaginadas... as vezes foge demais do original. E sempre acabo fazendo comparações...

Bjo.

Manu Hitz disse...

Interessante pq comigo é sempre o contrário: o livro supera o filme, mesmo q tenha visto o filme primeiro.
Essa história me interessa, as resenhas são, em sua maioria, positivas. Gosto de histórias recontadas, atualizadas. Principalmente por ver a mocinha mais forte e decidida, chega de heroínas passivas e sonhadoras. O mundo de hj não comporta mulheres assim, rsrs. Adorei.

samyaquino disse...

Olá Dominique!
Ainda não assisti ao filme, mas creio que seja melhor que o livro. Senti falta de detalhes e de uma narrativa com maiores descrições, além de ter ficado bem decepcionada com o final. No entanto é realmente maravilhoso o trabalho que a editora Novo Conceito fez com o livro, dando-lhe detalhes muito charmosos.
O ponto forte foi que a personagem de Branca deixou de ser a alguém medrosa e tornou-se realmente em uma mulher corajosa que luta pelo seu povo e pelo que quer. Realmente tornou-se uma heroína!

Beijos,
Samy Aquino.
http://samyaquino.blogspot.com

Cristiane Silva disse...

Ainda não li. O filme foi até que bom, mas o livro também só fica nessa, bom... Eu quero ler, mas já sei que não é lá essas coisas...

Dominique disse...

É a mesma coisa do filme, não muda nada. Na verdade, como ele é um roteiro adaptado do filme, que virou livro, praticamente é uma descrição detalhada das cenas. Rs!

Mas, se vc gosta de leitura rápida, ele é uma boa.

Obrigada pelo comentário!

Dominique disse...

Sim, tb achei que o ponto forte foi Branca ter se tornado uma heroína bem corajosa. O final me decepcionou, mas acho que seria clichê, se ela terminasse com ele, né?
Acredite: o filme é mais emocionante, mas o livro tb é bom.

Obrigada pelo comentário! =)

Dominique disse...

Manu,

Branca de Neve é um roteiro de filme, que se tornou livro. Rsrs! O inverso do que estamos acostumados - Livros que são adaptados para se tornarem filmes. O filme se torna mais emocionante, devido aos efeitos, aos sentimentos de tensão, que o livro não conseguiu passar, por ser uma sequência narrativa do filme, entendeu? Rsrs!

Também adoro clássicos recontados. É bem moderno, né? A mocinha fraca e indefesa, se tornar uma heroína corajosa. =)

Obrigada pelo comentário. =D

Dominique disse...

Gladys,

Acho que essa é a intenção deles, dar novos contornos, atribuir novos significados.
Os clássicos contos de fadas são muito criticados por terem sempre lições de moral, onde a mulher, geralmente, é uma mocinha indefesa a espera do príncipe encantando, que irá lhe salvar.
Acredito que eles desejam mostrar que isso é passado e que as princesas podem ser corajosas, destemidas, verdadeiras heroínas.

Obrigada pelo comentário! =D

Gladys Sena disse...

Concordo que as heroínas devem ser mais "reais", não ficar só sendo salvas e tal, mas ainda assim não atraiu a minha atenção.

Bjo.

Maianerossi disse...

A capa é muito bonita e a história também parece ser bacana. Mas nunca tive vontade de ler o livro, nem ver o filme, sei lá, não gosto da Kristen Stewart atuando e, como o livro é feito do filme, não vejo como um bom investimento. Sou meio chata mesmo hahaha

Manu Hitz disse...

Ah, agora entendi a inversão, rsrs, 'pardon me'. Então foi uma proposta beeem comercial. Beijoooo. Amo o blog.

JessicaLisboa disse...

Gostei da resenha, pequena e direta. Tenho curiosidade de ler esse livro, pelo fato da repaginada na branca de neve (não consigo imaginar um conto classico tornando-se moderno). E gosto da capa tambem.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela