"As horas distantes" de Kate Morton

quinta-feira, 22 de novembro de 2012


"Sua família, seu lar eram construídos sobre um alicerce de palavras, dissera ele muitas vezes; a trama de sua árvore genealógica era feita de frases em vez de galhos. Camadas de pensamento expresso que impregnavam o solo dos jardins do castelo, de modo que poemas e peças teatrais, prosa e tratados políticos sempre iriam lhe sussurrar quando precisasse deles. Antepassados que ela jamais conheceria, que vieram e morreram antes de ela nascer, deixaram um legado de palavras, palavras, palavras, conversando umas com as outras, com ela, de fora de suas sepulturas, portanto ela nunca estava solitária, nunca sozinha." (p. 297)



Edith "Edie" Churchill - uma editora recém-divorciada - esta passando um típico feriado de Ação de Gracas com sua mãe, Meredith, ajudando-a na cozinha, quando uma carta perdida a meio século endereçada a sua mãe finalmente chega a seu destino. A carta lhe teria passado despercebido se não houvesse dois motivos que lhe chamassem a atenção: primeiro, não é comum receber correspondências em um feriado; e segundo, o fato de sua mãe parecer tão abalada com seu conteúdo.

Edie tenta entender o porquê de uma carta antiga abalar sua mãe, perguntando-lhe detalhes sobre ela, e a resposta que recebe é uma curta história sobre o passado. O que é o suficiente para arrefecer a curiosidade de Edia naquele momento, mas sem revelar totalmente os segredos, muito menos revelar o conteúdo daquela correspondência.

Em sua infância, Meredith fora uma das muitas crianças evacuadas que foram separadas de suas famílias e enviadas para o interior da Inglaterra para serem protegidas da II Guerra Mundial. Escolhida por Juniper Blythe - a mais nova das três irmãs Blythe, superprotegida, excêntrica e passional - para residir no Castelo Milderhurst - um lugar que tem “paredes antigas que entoam as horas distantes” -, lar do famoso escritor de "A verdadeira historia do Homem de Lama", Raymond Blythe. Tão apaixonada pelas palavras quanto os membros da família Blythe - as irmãs Juniper, Percy e Saffy e o pai Raymond -, Meredith encontra em Milderhurst um lugar em que se sente como se realmente pertencesse e a amizade que nasce entre ela e Juniper torna o laço de Meredith cada vez mais forte. Mas quando a guerra acaba, Meredith é obrigada a retornar para sua casa e a uma família que jamais compreendeu a paixão da garota pela leitura e escrita.

Fora a carta de Juniper que Meredith recebera naquele dia.

Algum tempo depois, em uma viagem a trabalho, Edie vai parar em uma cidadezinha onde se encontra o castelo Milderhurst - uma construção imponente, majestosa, mas a tanto tempo fechada e sem reformas que partes do castelo esta prestes a ruir, mesmo com os esforços da irmãs Blythe, especialmente a mais velha Persephone "Percy" Blythe em cuidar e manter o castelo, como seu pai lhe pediu antes de falecer. Edie não poderia deixar de fazer uma visita ao castelo onde vivia o seu autor favorito, e é quando então conhece as Blythe e o magnífico castelo Milderhurst em que vivem.

Decidida a não mencionar quem é sua mãe, Edie conhece as senhoras Blythe apenas como uma editora apaixonada pelo trabalho do pai delas. Contudo, Edie tem uma surpresa ao se deparar com Juniper que, segundo boatos teria enlouquecido por conta de um coração partido. Ela age como se o tempo tivesse parado naquele dia de 1941 em que foi abandonada pelo noivo. E quando Juniper vê Edie, a reconhece como Meredith e diz coisas que atiçam a curiosidade de Edie sobre o passado de sua mãe e o envolvimento dela com aquela família excêntrica.

Entretanto o relacionamento de Edie com a mãe, nunca foi o dos melhores. Elas não eram próximas a ponto de dividir segredos ou até mesmo histórias do passado; e as diversas tentativa que Edie faz para se aproximar de sua mãe para que ela lhe compartilhe sobre seu passado naquele lugar fascinante, só a faz se distanciar ainda mais. Porém Edie também tem seus segredos - como o divórcio - com qual não consegue compartilhar com a mãe.

E, as perguntas não querem calar: poderia mesmo alguém ter enlouquecido apenas por conta um coração partido, ou algo mais haveria naquela história? Teria o noivo de Juniper realmente a abandonado ou algo mais acontecera naquele dia? E, qual seria a participação de Meredith em toda a trágica historia que recaíra na família Blythe? Edie insiste em saber a resposta.

Sim, essas são apenas algumas das muitas perguntas que surgem durante a leitura deste romance incrível criado por Kate Morton. Uma história muito bem contada e entrelaçada, com romance, drama e suspense na medida certa; o castelo carrega muitos mistérios, há muitos segredos a serem desvendados nesta trama que em seu desfecho tem suas peças encaixadas perfeitamente.

A narrativa tem grande influência em todo o suspense da trama. De uma maneira genial, Morton consegue mudar a voz da narrativa sem deixar o leitor confuso, intercalando entre a primeira pessoa contada por Edie e em terceira pessoa sob o ponto de vista de diversos personagens que pertencem a trama. A autora é um tanto descritiva e minuciosa, o que às vezes pode incomodar alguns leitores, mas na minha opinião deixou história mais viva e emocionante.

Um livro muito bem escrito com uma história linda e surpreendente, eu fiquei encantada com a narrativa de Morton e, sem dúvida, pretendo me aventurar em outros livros lançados, como "O jardim secreto de Eliza" e "A casa das lembranças perdidas" também lançados pela Rocco.

Recomendo!

 Minha classificação para esse livro é de ♥ 6/7- "Excelente".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

As Horas Distantes. Morton, Kate. Editora Rocco, 2012, 640 p.

Daniela Tiemi


35 comentários:

Christine M. disse...

Olá.
Estamos tentando entrar em contato contigo sobre o Book Tour do livro "Sob a luz dos seus olhos" há algum tempo, sem sucesso. O livro seguiu para ti há um mês e gostaríamos de saber quando você conseguirá passá-lo adiante.
Por gentileza, entre em contato comigo.
Chris
rascunhosdachris@hotmail.com

Thais_Vianna disse...

A capa é bem bonita e eu gostei bastante da história, mas como não sou exatamente fã de romances não sinto muita vontade de ler.

Thais Vianna
@dathais

Amanda Naira arrais disse...

A capa é linda, e você me deixou super curiosa com a resenha, me pareceu muito bom.

Curti.. \0/

Flávia de Melo disse...

Fiquei apaixonada pela capa desse livro, é muito linda! Parece um livro muito interessante, se eu achar ele numa livraria com certeza comprarei. Abraços!

Khrys Anjos disse...

Que resenha linda. Parabéns.
É tão bom quando nos apaixonamos dessa forma por uma história...

Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!!1

Gih disse...

Parece o livro perfeito para mim (para mim e, provavelmente, para qualquer um que gosta das palavras). Adorei! Obrigada pela sugestão!
Gih, do minhasmelhoresimpressoes.blogspot.com.br

Karen Senoo disse...

Adorei a capa e sua resenha me fez querer ler o livro já kkk Fiquei curiosa também para saber o conteúdo da carta e o que se passou com Meredith! Vou ficar de olho nesse livro ;)

Bjs
@Tibiux

Mariane BP disse...

Oi!!!
Amei a resenha e acabei de adquirir o livro! Rsrrs.
Mal posso esperar para ler.
Pelo visto essa autora vai se tornar uma das minhas prediletas.
Bjos

Francine Fernandes disse...

Que resenha incrível! A capa do livro já tinha me conquistado, e depois de ler o que você escreveu fiquei mais interessada ainda de adquiri-lo. Beijo

Maristela G Rezende disse...

Sua resenha está maravilhosa e eu fiquei super curiosa sobre esse livro, pois é a primeira vez que leio alguma coisa sobre ele e já marquei como desejado lá no skoob. Parabéns.

Gladys Sena disse...

"Romance, drama e suspense na medida certa", fiquei bem interessada, ;)

laura_inglorion disse...

Um lar de palavras...isto parece fantástico!! Quanto a enlouquecer por um coração partido, infelizmente sempre é possível. E até bem frequente.

Carol B. disse...

Gosto muitíssimo da Kate Morton e já estou ansiosa por esse livro!

Juliana Suzart disse...

Amei o livro!! Com um toque de segredo e romance... coisas que eu adoro! :D

Lana Leng disse...

Eu não gostei muito da capa a parte do titulo :x mas pela resenha parece ser bom, romance, suspense,. eu adoro. E um coração partido machuca muito, acontece eu conheci um cara que não ficou normal depois disso :x

Anna Claudia Cordeiro Laporte disse...

Livro lindíssimo com uma capa diferente e bela, e a história bem, eu adorei o enredo, não conhecia o livro e fiquei fascinada, a história parece ser tão bem desenvolvida que da vontade de ler, é raro achar livros assim, onde a história fluí.
Adorei a resenha, senti cada um dos personagens descritos, parabéns!

Folhas de Sonhos disse...

Parece adorável essa leitura, gostei de conhecer por este blog. E tanto este titulo qnt os outros sao lindos.


abraços,
luciana

Aline De Campos disse...

Adorei.
Parece ser um otimo livro. Toda a trama bem feita.
Não sou muito fã de autores que descrevem muito, dão muitos detalhes. Acho que é por isso que adoro livros infanto-juvenil, por serem mais corridos.
Adorei a resenha e com certeza vou querer ler.

Viviane Lucena disse...

As horas distantes.

alyne guedes disse...

Ainda não li nenhum livro dessa autora,mas com essa resenha vou me aventurar,começando por esse.Bjs

Maryana Alves disse...

gostei muito da historia, parece ser muito bom!!! quero ler!

Cinthia Oshiro disse...

Parece um pouco um romance histórico, se passa em um castelo e tem suspense. Vendo suas resenhas no blog vejo que a maioria das resenhas que você dá é uma nota de 4 e 5. esse você deu 6 deve ser ótimo então.

mgrezender disse...

Lendo sua resenha pareceu-me que é um ótimo livro e eu gostaria muito de ler. Já marquei no skoob como desejado.

Stephanie Remohi disse...

A capa me chamou a atenção e por esse motivo procurei saber da sua história, estou ansiosa para ler!

Stephanie Remohi Baradel disse...

É muito interessante a personagem querer conhecer todo o passado de sua mãe, acredito que ela vá descobrir muitas coisas que a deixaram surpresa, quero descobrir também.

JessicaLisboa disse...

O livro me chamou atenção pela capa primeiro, mas depois que li a resenha ja o adicionei na minha estante, o personagem é interessante e a narrativa é muito boa!

beatriz disse...

A personagem é muito interessante, nunca li um livro com essa premissa!

Ariana Alves disse...

Que belo suspense!
Atiça a curiosidade todo esse mistério.
Se bem que eu acho que essa filha é um tanto quanto xereta huahuahauhauhaua

laura_inglorion disse...

Drama + suspense + mistério = combinação perfeita!

Manu Hitz disse...

Adorei o título, soa tão bem! Adoro títulos criativos - estou me repetindo, rsrs.

Agora, sua resenha fi maravilhosamente conquistadora! Esse livro vai pra minha estante de desejados do Skoob, sem escalas. Porque um romance com mistério, segredos a serem descobertos e uma certa aflição no leitor são combustível para segurar a leitura até o fim!

Ponto a mais pra vc, Dani, por citar mais livros da autora ao final. Já ia procurar outros, mas vc me poupou.

Só pra não deixar passar em branco, o outro livro tem belíssimo título tb: "A casa das lembranças perdidas"...

Adorei! Cinco estrelas!

marinna bastos disse...

Nossa o livro é muito lindo!
Fiquei muito curiosa a cerca dos mistérios do livro, da relação entre a mãe e a filha. E tudo q tem relação com a segunda guerra eu gosto de ler!


Adorei a resenha!


bjs

Nardonio Alves disse...

Confesso que não sou muito fã de romances, mas essas pitadas de mistérios me deixaram interessado. Também não gosto muito de narrativas mais descritivas e minuciosas, mas se a trama for interessante, isso passa despercebido. Enfim, quero ler em breve.


@_Dom_Dom

Stephanie Remohi disse...

As horas distantes promete muito mistério e surpresas ao decorrer do livro. Adoro livros que nos geram expectativas.
Adorei a resenha também! beijos.

Lilian Gabriella disse...

Nossa. Fiquei muito curiosa com relação a esse livro. Uma estória diferente e muito diferente. Gostaria muito de lê-lo.

Stephanie Remohi disse...

Estou bastante curiosa para ler esse livro, adoro livros com um toque de suspense e mistério. Também quero descobrir os segredos por trás dele.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela