"Esposa 22" de Melanie Gideon

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012



Você sabe que é estranho. O modo como nossas conversas correm sem fim. É como um rio. Nos jogamos na água e mergulhamos. Quando emergimos, descobrimos que nos deixamos arrastar para quilômetros de distância de onde estávamos na última vez que nos falamos, mas não tem importância. Ainda é o mesmo rio. Toco no seu ombro. Você se vira. Você chama. Eu respondo.
Pág. 191

Alice e William Buckle são casados há vinte anos e possuem dois filhos, fruto de um casamento pautado no amor. Um dia ambos já foram muito apaixonados um pelo outro, mas passado tanto tempo, Alice sente-se entediada, repleta de dúvidas se continua a amar o marido.

Certa noite, ao ir em um coquetel oferecido pela empresa em que William trabalha, Alice fica estupefata ao ouvi-lo dizer que ela possui uma vida pequena, em outras palavras, insignificante, sem grandes eventos... Caseira. Após esse episódio, Alice decide buscar no google - sua fonte "segura" de pesquisa, o significado de casamento feliz, o que a leva a um monte de sites com receitas e conselhos pré-estabelecidos. Mas, não chega a nenhuma conclusão... E continua a tocar sua vida.

Um dia ao abrir a caixa de email, Alice recebe um convite inusitado para participar de uma pesquisa anônima sobre casamento, realizada por uma conceituada universidade. Como tudo deve ser anônimo, seu verdadeiro nome é substituído por Esposa 22, que se corresponderá com o misterioso e carismático, Pesquisador 101. Ela é informada que as perguntas são aleatórias e sobre qualquer assunto relacionado a sua vida, não somente sobre casamento. A partir das respostas, os pesquisadores irão levantar um perfil sobre sua personalidade e vida conjugal. 

O que Alice não cogitou em momento algum é que iria se envolver de todas as maneiras possíveis com a pesquisa e com um certo pesquisador... Colocando mais dúvidas ainda sobre o atual "status" do seu casamento, fazendo-a reexaminar seu relacionamento desde o namoro.

 ¸. • * '¨`* •. ¸. • * '¨`* •. 

Esposa 22 de Melanie Gideon é uma leitura deliciosa e divertidíssima. O leitor é convidado a entrar na vida do casal Buckle com seus problemas conjugais, filhos e empregos. Com uma linguagem fluida, Melanie Gideon construiu um cenário muito familiar para grande parte da população mundial - a vida em redes sociais, o acesso a informação, a vida íntima das pessoas exposta e a disponibilidade online constante.  

Alice é a típica internauta online 24h por dia, assim como, seus filhos e seus amigos, então, quando é convidada para participar da pesquisa online, acha natural e mergulha com tudo nas respostas, resguardando-se na promessa da invisibilidade que o anonimato empresta. Ela é mãe, esposa, professora de teatro, amiga, mas no fundo sente um grande vazio, tédio com o rumo que sua vida tomou. Quem é a Alice Buckle de 43 anos, comparada com a Alice de 23 anos - cheia de vida, esbanjando energia, criatividade e sonhos? Onde essa jovem foi parar? E por que casou com William? Temos todas as respostas ao acompanhar a pesquisa e quanto mais Alice responde, mas curioso se fica com o desenrolar frenético da história. 

Uma das coisas que mais gostei foi a organização das perguntas da pesquisa. Durante a leitura, somente encontramos as respostas dadas por Alice, mas se procurarmos no final do livro, lá encontramos as perguntas também. Algumas respostas dá para entender sem perguntas, outras, nem tanto. Também apreciei bastante poder visualizar durante a leitura, o feed de notícias da Alice e seus emails. O twitter também não fica de fora, sendo muito bem abordado através das twittadas ousadas da filha do casal - mas esse detalhe é quase um spoiler, então, vou me conter. 

Vários assuntos são abordados durante a leitura desde fidelidade, a casamento, homossexualismo, a informalidade da era digital, o acesso constante a vida das pessoas e o desgaste que essa relação online acarreta. A leitura nos convida a refletir sobre o estar online constante desde através de celulares, tablets, notebooks, computadores e até geladeiras. Rs! Eu mesma já fiquei um dia inteiro sem falar com nenhum dos meus familiares além de trivialidades para me dedicar as redes sociais, a amigos virtuais e ao... blog! Logo, torna-se imperial refletir sobre nossa postura, valores e sobre a importância das diversas relações que constituímos ao longo da nossa vida.

É completamente impossível não se deliciar com o andamento da relação da Alice com o Pesquisador 101. Eu mesma já adorei uma conversa atrevida online, então, invariavelmente vi-me refletida em Alice. No entanto, conforme, Alice revisita o passado e conhecemos William jovem e apaixonado, também nos apaixonamos por ele e passamos a conhecê-lo melhor, apesar das circunstâncias. 

Esposa 22 é recomendadíssimo. Indico, principalmente, para as mulheres casadas - vocês entenderão Alice e seus sentimentos, mas as solteiras também irão se deliciar com a leitura. O final... É surpreendente! ;-)


Minha classificação para esse livro é de  5/7- "Muito Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores


Esposa 22. Gideon, Melanie. Intrínseca, 2012, 400 p.

17 comentários:

Fernanda Faria disse...

Ai eu sou louca para ler esse livro *-* São tantas resenhas positivas, mas eu gostei muito da sua porque ficou bem completa, então dá pra gente ter uma ideia melhor sobre o livro. Fiquei bem encanta mesmo, e agora mais do que nunca quero ler.
beijos

Ana Paula Barreto disse...

A princípio não fiquei interessada no livro. Questões conjugais ainda não são um problema para mim (rsrs). Mas adorei a resenha e a história em si.
Acho que as dúvidas da personagem são comuns para mulheres casadas (e mães solteiras, como você bem disse). E só da história ser leve e divertida já ganha pontos.
Agora, confesso que o que me deixou mais intrigada foi o tal final surpreendente. Sou doida por livros que fogem do padrão e nos deixam sem palavras no final.
Foi para minha lista!
bjs

Clara disse...

Pra falar a verdade, acho que esse livro não seria uma boa escolha para mim. Mas espero que no final ela reveja seus conceitos e fique com seu marido!
maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

Manu Hitz disse...

Engraçado que não daria nada pela capa do livro... mas essa leitura oferece, sim, razões para diversão e também reflexão sobre nossas vidas. Sou uma internauta voraz, tb dedico (?), perco muito do meu tempo online, preciso mudar isso em 2013. Essas questões levantadas são bem apropriadas para nossos tempos modernos.
Mas ainda bem que sei exatamente por que casei com o meu marido, rsrsrs.

Dominique disse...

Oi, Ana!


Qualquer mulher pode ler esse livro sem reservas, mas as que são casadas entenderão melhor os sentimentos da Alice, pois o que era novidade no início do casamento, depois de algum tempo, torna-se rotineiro. Rs! E realmente, no final, coloquei a mão na boca de tão surpresa que fiquei... Eu ria muito! E até pensei: putz! é o tipo de coisa que aconteceria comigo. Rs!


Obrigada pelo comentário. =)


Beijos. <3

Dominique disse...

Manu, a capa em si, realmente deixa a desejar. Mas é o tipo de livro que você iria gostaria de ler. Tb sou uma internauta 24h por dia, é raro o dia em que a primeira coisa que faço é não ligar o notebook. Rs!


Sobre seu comentário, não é que Alice não saiba os motivos, é que passado tanto tempo, a vida conjugal virou rotina e ela sente-se entendiada, mal compreendida, pouco observada e amada. Muito comum em casamentos de longa duração.


Obrigada mais uma vez pelos seus comentários. =)


Super beijo.

Dominique disse...

O final é uma surpresa tão gostosa... Você ficaria encantada, tenho certeza. =)


Obrigada pelo comentário. =D


Bjs.

Dominique disse...

Fernanda, leia. Esposa 22 é uma delícia! Tenho certeza de que irá gostar. =)


Bjs.

Francine Fernandes disse...

Cheguei a pegar na mão este livro ontem na Saraiva, mas como a capa não me convenceu muito, acabei o deixando de lado. Fico feliz que a história é boa e divertida, já estou tratando de comprá-lo! hahah

Karen Senoo disse...

Haha simplesmente demais! Este parece ser um chick-lit dos bons hein fiquei imuito nteressada em ler este livro. Quero saber o que será do casamento de Alice e o que vai acontecer entre ela e o pesquisador! Você me deixou super curiosa aqui kkk


Bjs
@Tibiux

Gladys Sena disse...

Quando vi a capa desse livro, na época do lançamento, achei bem esquisitinha, rsrs
Já li várias resenhas positivas e fiquei bem animada para lê-lo, ;)

Fábia Gon disse...

que capa esquisita, em compensação o tema que o livro trás, é atual, e isso é empolgante, apesar de ser louca por romaces mamão com açucar, já guardei um pedacinho da minha estante pra esse livro.

Dominique disse...

Essa capa é horrível mesmo. Rsss! Mas a leitura é ótima. Quando puder, compre o livro. Você não irá se arrepender.

Beijos!

Juliana Xavier disse...

Nossa, nunca tinha parado pra ler sobre esse livro, o título e a capa não me atraíram nem um pouco. Mas, agora que sei o assunto, adorei! Fiquei super curiosa pra ver a pesquisa inserida na história... coisa de quem já aplicou várias pesquisas... rs...

Maianerossi disse...

Julgando pela capa, eu não compraria. Mas pela resenha, eu já quero. Adorei a história, gosto de histórias assim desde que li "Comer, rezar, amar"

alyne guedes disse...

Ansiosissima por essa leitura!!!

Lana Leng disse...

Eu gostei do titulo, nao muito da capa, mas lendo assim parece ser divertido,fiquei curiosapra ler!!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela