"Hollywood é como a escola" de Zoey Dean

terça-feira, 9 de abril de 2013


Mark balançou a cabeça.

- Na maior parte do tempo, talento não é tão importante, Taylor. Algumas vezes, não tem nenhuma importância mesmo. Atitude é o mais necessário. E um senso de estilo também não faz mal. 
(...) Sei o que você vai dizer, e sim, eu estudei em Vassar, mas Hollywood é um mundo completamente diferente. Essa palhaçada de ética e moral não funciona aqui. Você fez faculdade com pessoas que eram perdedoras na escola. Agora você está com as pessoas populares, e elas dão importância para outras coisas além do talento. (Pág. 66)

Taylor Henning apaixonou-se por cinemas ainda adolescente, ao assistir com fervorosa adoração aos filmes do diretor Michael Demming, entre suas obras, dirigiu Journal Girl, filme preferido de nossa heroína. Repleta de expectativas, Taylor vê seu maior sonho virar quase realidade ao ingressar na indústria de cinema em Hollywood.

Apesar de começar como segunda assistente da sétima pessoa mais importante de Hollywood, um cargo que não é muito prestigioso, mas que permite que ela tenha acesso aos roteiros que futuramente se tornarão grandes filmes, porém as coisas não acontecem exatamente como sonhava. Logo, Taylor tem que aprender a manusear desde uma máquina de xerox a fazer vitaminas para a chefe e atender inúmeros telefonemas, mas sobretudo, terá que aprender a defender-se contra a artilharia da primeira assistente que tenta a todo custo sabotá-la. Entre uma farpada e outra, Taylor compreende que todos seus colegas de trabalho e conhecidos que trabalham no ramo do cinema, não somente estão desesperados para crescer e tornarem-se lendas, como também estão dispostos a roubar ideias e créditos e a sabotar de todas as formas quem entrar em seus caminhos. Tudo acontece exatamente como na época da escola em que venciam não os nerds e tímidos, mas sim, as líderes de torcida e jogadores de futebol americano, os alunos mais populares.

Desesperada para encaixar-se na deslumbrante Los Angeles, Taylor pede ajuda a Quinn Whitaker, a esnobe filha de sua chefe, super popular entre as jovens de sua classe. Tudo começa a acontecer quando Taylor muda sua atitude radicalmente, usando todas as armas possíveis para vencer.


~ ~ ❤ ~ ~

Hollywood é como a escola é uma deliciosa aventura rumo ao mundo cinematográfico, repleto de intrigas, vinganças e traições, é claro, muito esplendor e glória. Taylor, no entanto, imaginava Hollywood como a indústria que fabricava sonhos e os tornava realidade. Apaixonada por cinema, fica perplexa quando descobre a verdade por detrás dos holofotes: para vencer, subir ao topo, é preciso pisar em muitas pessoas, sobretudo, transformar-se em uma diva da moda.

Mais uma vez Zoey Dean me surpreende com uma história leve, romântica e divertida, repleta de citações de filmes e de atores famosos. Para dar um rosto aos seus personagens, Zoey Dean volta e meia na história, os compara a celebridades do mundo artístico ou a personagens de alguns filmes. Lógico que muitos artistas eu não conhecia, então, corria no google e pesquisava seu nome, a partir daí sobrava muito pouco para a imaginação trabalhar, pois já tinha um rosto para dar aos personagens. Apesar de gostar de dar forma aos personagens por mim mesma, achei criativo por parte da autora relacionar os personagens a celebridades até porque nem todas as comparações eram elogios. 

O ponto alto do livro é quando Taylor decide dar a volta por cima com a ajuda da adolescente mais fria e esnobe L.A., após ter sido sabotada pela colega de trabalho, primeira assistente da poderosa Iris Whitaker, sétima pessoa mais importante de Hollywood. A adrenalina e satisfação corre pelas veias, cada vez que nossa heroína consegue marcar um ponto positivo no placar da disputa pelo cargo de executiva de criação júnior, mesmo que para isso tenha que sabotar o namoro da inimiga e quem sabe até roubar o namorado dela e prejudicar-lhe em outras situações. #adorei! #chumbotrocadonãodói

É claro que Zoey Dean não polpou atributos e qualidades para construir o gatinho lindo da história. Luke é maravilhosooo! E com certeza não merece a namorada. Então, torci muito, muito para que Taylor conseguisse derrubar a rival. Mas, nem tudo acontece do que jeito que o leitor imagina e acontece milhões de situações hilárias para a mocinha tirar de letra ou não... Rs!

Refletindo sobre o título e sobre a história do livro, tirei a conclusão de que a vida é como escola. Simmmm! Lembro que no meu último emprego, as pessoas se engalfinhavam para que seus trabalhos sobressaíssem sob os dos colegas e cooperação era palavra de ordem para poucas pessoas. Intrigas e difamações também eram comuns. Tudo para crescer profissionalmente! Nem preciso comentar que esses foram um dos muitos aspectos que me fizeram pedir demissão. Então, quer dizer, que fazer nosso trabalho bem e com atenção não é levado em consideração, mas entregar os erros do colega para as chefias, sim??? Zoey Dean espelhou-se na vida e não somente no clima de glamour e competição de Hollywood. 

Recomendo não somente Hollywood é como a escola como também o livro As Patricinhas, o primeiro chick lit publicado pela autora. Um detalhe que adoro em suas histórias é que as mocinhas começam como gatas borralheiras sem noção nenhuma de moda e terminam como lindas Cinderelas e com lindos príncipes a tira colo. 


Minha classificação para esse livro é de  5/6- "Muito Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Hollywood é como a escola. Dean, Zoey. Galera Record, 2013, 336 p.


19 comentários:

Rayme disse...

concordo com você. é meio clichê, mas a vida é uma escola mesmo!
acho que é normal as pessoas se aproveitarem de outras para crescer na vida né? eu tenho nojo de gente que faz isso, mas nos dias de hoje anda muito normal isso...
não conhecia a autora, e não sabia que ela já possuia outro livro :O
vai dar uma olhada em ambos, pois me interessei :D

Gladys Sena disse...

Quando vi esse livro pela primeira vez achei bem teen e não me enganei não é mesmo, rsrs.
Não conhecia esse outro livro da autora.

Inês Gabriela A. disse...

Taí um livro que eu quero, sério. Parece ser bem bacana e tem o tipo de trama que eu mais gosto. Leve, descontraída e etc etc. Em geral os preços da Record não são os melhores, mas mesmo assim vou procurar pra comprar.

Livia Braga disse...

Não tinha visto livro com essa temática! :) Normalmente são filmes ou seriados.

Sou Apaixonada por Glee e Curto Smash!

Naty C disse...

Não conhecia o livro. Gostei da premissa, adoro livros que citam filmes, mesmo quando tenho que caçar no google como você rsrs
Vou conferir esse e o outro trabalho da autora.

Amanda Péres disse...

Gosto de um chick lit pra variar e esse tem ares bem teen!
É bom para alternar com livros mais "fortes", esse parece leve e descontraído.
Nunca li nenhum livro da autora, mas esse já foi para os desejados. :)

Karen Senoo disse...

Não conhecia esse livro mas depois de ler a resenha tornou-se um MUST kkk Acho que "Hollywood é como a escola" se encaixa bem na categoria New Adult. A história parece ser bem divertida, daquelas que cairia bem assistir em uma tarde de folga com um balde de pipoca a tira-colo =) Preciso ler!


Bjs
@Tibiux

Folhas de Sonhos disse...

Parece bem levinho mesmo, tranquilo pra passar tempo. Ah trabalhos com pessoas assim são horrorosos, né? Em empresas principalmente.

Nattacha disse...

Li esse livro semana passada, e deixei para ler a resenha depois de concluir a leitura e tenho que te dizer, concordo com tudo que você citou ai em cima. Claro que não é o tipo de livro que vai te fazer refletir por horas e mudar sua vida, mas é uma leitura de entretenimento mas que recomendada, que por mais que você já preveja o final da leiutra, é pura diversão acompanhar toda essa aventura da protagonista, ver ela em seus altos e baixos e ainda assim sempre com uma piadinha na ponta da lingua xD
Com certeza agora quero ler As Patricinhas da autora e me divertir tanto quando com essa leitura!
Beijããão :*

Andreza disse...

Estou em dúvida se o leio ou não! Parece ser bem leve e divertido mesmo... quem sabe darei uma chance ao livro futuramente! ;)
GFC: Andreza Galvão

Ana disse...

GFC: Ana Paula. Eu já li 2 livros da serie a lista vip e parece ser como esse leve, divertido pra ler numa tarde com nada pra fazer, quero ler!

Isabela Oliveira disse...

Parece legal.. quem sabe não sera o próximo livro que irei lê... gostei bastante da resenha.. parabéns para escritora..

ana caroline bastos disse...

amo livros q falam sobre cinema celebridades

Cristiane Oliveira disse...

O tempo da escola é o melhor mesmo que não achamos isso no momento em que estudamos, mas essa historia se passa em outro lugar fantastico então deve ser muito louco ler esse livro e ainda está todo mundo comparando com Gossip Girl deve ser muito boa mesmo.

Elizabeth Machado Salles disse...

Me parece ser empolgante.É diferente dos livros que costumo ler,mais é válido como experiência.Vou me empenhar pra ler esse livro e ver se é tão bom como você diz.Beijos.

Ana Rita Aguiar disse...

muito curiosa pra ler, parece ser um livro maravilho, estou apaixonada já

Gizeli Meister disse...

Gosto desses livros com
uma trama mais leve e descontraída. Acho interessante esse mundo dos
bastidores do cinema, e se a história for agradável, fica melhor
ainda. A Taylor dever ser bem engraçada mesmo, e as situações mais
ainda.
Espero ter a oportunidade de ler em breve.

Viviane Lucena disse...

Quando li o título e vi Hollywood pensei logo em diretores de cinemas etc. e pelo visto acertei um pouco sobre o que se trata o livro, o que só me fez deixar ainda mais curiosa. Quero muito lê-lo!!

Beijos, Blog Admirando os Livros.

Nardonio Alves disse...

Gosto muito de livros com história desse tipo, pois são bem leves e divertidas, ideais para uma tarde despretensiosa ou para se recuperar de uma ressaca literária. Achei legal essa parte em que a protagonista deixa de ser aquela mosca morta que estamos acostumados a ver por aí, e passou a ser uma malvadinha de marca maior. Sou a favor desse tipo de protagonista. Boazinha, pero no mucho. Rsrsrs

@_Dom_Dom

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela