"Na cama com um highlander" de Maya Banks

quinta-feira, 6 de junho de 2013



Mairin Stuart é uma bela moça, herdeira de uma fortuna incalculável. Quando seu irmão falece, deixando-a como única herdeira de suas terras, Dundan, um homm ambicioso e sem escrúpulos, ameaça tomar-lhe por esposa a força, sendo automaticamente por meio do casamento, dono das propriedades de Mairin. Sabendo o risco que corre, Mairin foge e recolhe-se em um convento longínquo, mas não tão distante da cobiça desenfreada de Dundan.

Ewan McCabe é um guerreiro destemido e determinado a derrotar a todo custo seus inimigos. Irmão mais velho, Ewan é quem comanda o enorme clã com mãos de ferro, a fim de que não falte nada para seu povo. Também treina incansavelmente seus homens na arte da guerra para que inimigo nenhum destrua novamente seu clã, como ocorreu anos atrás, perdendo no ataque o pai e a esposa. 

Quando o destino põe Mairin Stuart em seu caminho, imediatamente Ewan oferece-lhe sua proteção contra Dundan, em troca do casamento e do dote que salvaria seu clã contra os infortúnios do próximo inverno. Mesmo desejando ardentemente não entregar sua liberdade a homem algum, Mairin sabe que encontrará em Ewan, um protetor e quem sabe um amigo.

No entanto, o destino reserva-lhes mais do que um acordo entre duas pessoas que precisam ser salvas. O destino lhe apresentará a oportunidade de conhecerem o amor verdadeiro.

Maya Banks é uma autora de romances formidável. Sua trama é envolvente e bem cadenciada, alternando entre momentos de pura adrenalina e perigo, a momentos calmos. O início do livro, principalmente, não deixa a desejar em nada, pelo contrário, deixou-me alvoraçada desejando saber o que aconteceria com Mairin, já que o terror da situação é enorme.

Ewan McCabe é aquele mocinho que impõe sua vontade a todo custo e não quer ser contrariado em nada. O todo poderoso. Mas encontra em Mairin, uma mulher que não se submete as vontades de ninguém, que aprecia dar sua opinião, mesmo que não tenha sido solicitada, enfim, uma mulher corajosa, fiel e guerreira. Acima de tudo que deseja dar o melhor de si mesma para o clã dele.

Quando opto por ler um romance de bancas, admito que não sou muito crítica e nem exigente. No entanto, comparado a outros romances de banca que já li, não posso deixar de evidenciar que faltou fogo e erotismo nas cenas hot entre Mairin e Ewan. Achei algumas passagens bem mecânicas e banais. Por outro lado, a autora acertou em cheio ao construir um vilão horroroso de tão malvado e cruel, adicionando bastante terror nos encontros entre Mairin e Dundan. Outro ponto positivo, mas que achei crucial ao romance foi a forma inusitada como aconteceu a primeira vez da Mairin com Ewan. Acreditem é inusitado. Fique curiosas! 

Enfim, é uma leitura bastante gostosa, fluída, um romance para se curtir em qualquer momento. 



Minha classificação para esse livro é de  3/6- "Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Na cama com um highlander. Banks, Maya. Bertrand Editora, 2013, 336 p. 

7 comentários:

Daniela Tiemi disse...

Eu gostei do livro, mas acho q tava esperando um pouco mais. Tb nao espero mto de romances de banca, gosto de le-los de vez em qdo mas sem mta expectativa, e msm assim nao gostei mto desse. Nao eh ruim, mas falta alguma coisa... rs.
Bjokas.

stefanigoulart disse...

Olá!
Ainda não tinha lido nada sobre esse livro. Eu não gosto muito de romances de banca... não fazem muito meu estilo mas preciso compartilhar que fiquei curiosa por esse livro. A trama em si parece ser legal, a história, o contraste entre os personagens e o fato de o vilão ser muito mal (adoro!), faz com que eu tenha uma vontade enorme de lê-lo!
Não gosto muito de livros eróticos, mas você até achou que as cenas deveriam ter cido mais hot, então acredito que gostarei dele! rs

Beeijos,
iSteh

Naty C disse...

Fiquei curiosa em como foi a primeira vez deles. Sério que as cenas de sexo não são tão boas? A autora é conhecida justamente por isso (mas eu posso estar me enganando).
O enredo é legalzinho, mas não senti nenhuma vontade de ler.

Mariane disse...

Brincou que conseguiram colocar o Highlander nesse livro??????
Bom, tinha me decidido a não ler mais nada do gênero, mas, falando sério, ninguém compete com o Highlander! Hauahuuahu
Bjo

Amanda Péres disse...

Romances de banca não são meus preferidos, e são poucos os que li e gostei, vide a série da Bella Andre que até gosto mas não é lá essas coisas! rs
Sempre acho as cenas eróticas exageradas e que os diálogos existem apenas com a finalidade de encaminhar ao sexo. hahaha
São tantos parecidos que esse não despertou meu interesse. ;)

Geruza DO Nascimento disse...

Primeiro deve confessar que o titulo é meio clichê. Quando li pela primeira já lembrei daquele filme famoso que o mocinho tem o mesmo nome. rsrsrs...
Agora lendo a resenha devo concordar que tem algo a ver. O mocinho salva a mocinha e herança dela do vilão e ele é um guerreio chefe de um clã e etc...
Não gosto muito de romance de bancas a maioria deles tem diálogos apelativos e sempre abordam a mesma historia. Não me interessei muito

Ana Paula Barreto disse...

Não curto muito romances de banca e este livro tem alguns elementos clichês bem comuns ao estilo. Entretanto, parece que há algo a mais: o vião. Eu adoro vilões quando bem feitos, eles mexem com as emoções e fazem apegar aos mocinhos da história. Daria uma chance a este livro sim!
bjs

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela