"Pode beijar a noiva" de Patricia Cabot

terça-feira, 30 de julho de 2013


E algo inesperado aconteceu quando seus lábios tocaram nos de Emma... Algo que deve tê-la chocado mais do que a ele. (Pág. 143)

Emma Van Court é uma jovem acostumada a ter do bom e do melhor, proveniente de uma família rica, nada nunca lhe faltou, nem quando ficou órfã e foi morar com os tios em uma abastada mansão. Mas quando decide fugir de casa com um jovem cura (pároco) e ir morar em uma ilhazinha perdida no meio do mar da Escócia, ela nunca sequer imaginou que ficaria viúva em menos de um ano.

Passando por várias privações, Emma decide dar aula na escola local, mas é surpreendida quando descobre que lhe deixaram uma inusitada herança com uma cláusula para lá de absurda: para conseguir a herança, a jovem terá que se casar novamente. Logo, surgem vários candidatos intrépidos para o cargo de seu marido, mas nenhum lhe interessa.

Quando James Denham, primo de Stuart, aparece em sua porta em uma manhã chuvosa, ele é a última pessoa que Emma gostaria de ver. Diante de tantos homens solteiros oferecendo para ser seu marido, James tem a ideia de se casar "temporariamente" com a viúva do primo, garantindo-lhe livre acesso a herança... Mesmo que em seu coração, ele deseje durar seus votos para sempre.

 ~ ~

Pode beijar a noiva é mais um romance de época da minha adorada autora Patricia Cabot. Nesse romance, ela nos brinda com um romance diferente, onde a mocinha casa com o homem errado e descobre o amor depois de passar por diversas dificuldades.

Emma é uma personagem bastante forte, corajosa e inteligente, mas também sabe ser turrona e obstinada. Suas ações são sempre pensadas para ajudar aos outros, colocando-os sempre em primeiro lugar. Sua idolatria por Stuart chega a irritar um pouco durante a leitura, pois tudo o que faz é pensando se ele aprovaria ou não sua conduta. James Denham é o mocinho lindo, arrebatador e intenso, que sabe o quer e luta por seus objetivos. E derrubar as defesas de Emma tornou-se seu maior objetivo e desejo. 

Apesar de adorar os romances da Patricia Cabot, a história de Emma e James não foi a melhor que já li da autora. Acredito que foi o romance histórico mais fraquinho que ela escreveu. No entanto, é uma leitura gostosa e divertida. Eu indico.


Minha classificação para esse livro é de  3/6- "Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Pode beijar a noiva. Cabot, Patricia. Editora Essência, 2011. 238 p.



12 comentários:

Thaynara Ribeiro disse...

Eu particularmente, não sou muito fã de romance histórico.... Até q fiquei curiosa com essa livro, mas não sei se leria....

Rayme disse...

gosto de romances históricos, mas este não me parece ser tããão histórico assim hahaha
tenho curiosidade em ler o livro! parece ser legal... *-*

Vanilda Procopio disse...

Ainda não li nada da Patrícia Cabot (nem da Meg) ... mas acho que as histórias dela como Patrícia me agradariam mais porque gosto desse tom histórico. Vamos ver se em breve consigo ler um desses livros dela.

GreicielySantos disse...

Ja tinham me dito mesmo que esse como Patricia é o mais fraco... Acho que por isso, apesar de ter o livro ainda não li...

Mas acredito que mesmo assim seja algo leve de se ler, só achei estranho isso de ela casar, ai depois ter que casar de novo, sei lá, acho estranho, acho que pq os outros não são assim.

Espero ler em breve, apear de tudo.

Bj

Viagem Literária disse...

Ei Nique,


Eu só li dela como Patrícia A rosa do inverno, na época eu gostei, mas tem muitooos anos. Depois não li mais nenhum, mas tenho até vontade de ler rs. Achei diferente isso de ela já ser casada e o mocinho não ser o marido rs.
bjs

Elisandra disse...

Oie,
Mesmo sendo uma leitura fraca, Cabot conquista, lembro que li A rosa de inverno e devorei num dia, depois tentei emprestar para amigas e elas não apreciaram tanto, creio que cada leitura tem um momento, e ela se torna boa ou não pela carga literária de cada leitor. E cada leitura é diferente para cada leitor, fiquei curiosa....beijokas elis
http://amagiareal.blogspot.com.br/

Ana Rita Aguiar disse...

Hey,
Sou loca para ler algum trabalho da Meg como "Patricia", só li ótimas resenhas desse livro e achei que seria um ótimo livro de "estreia"

Pamella Moura disse...

Estou ansiosa pra ler, pois só leio resenhas positivas sobre o livro!!

Gizeli Meister disse...

Ja tinha ouvido falar do livro mas nao tinha lido nenhuma resenha sobre
ele.
Pude perceber que, mesmo com o pseudonimo de Patricia, a Meg eh
sempre a Meg. Estou adorando romances historicos e esse eu nao vou
poder deixar de fora da minha lista.

Mandaah Nunes disse...

Bom... essa é a primeira resenha que li desse livro.. Amo mesmo os livros da Meg..cofcof.. Patricia Cabot, mesmo que não tenha sido o melhor, sem dúvidas procurarei uma chance para ler :3

Rosiane Olímpia disse...

Gostei muito da resenha. Adoro romances. Gostei do seu comentário de falar que não foi um dos melhores, mas, sua resenha foi de uma suavidade, gostei assim mesmo do que li. Espero ler o quanto antes este livro. Obrigada pela resenha.

Lilian Gabriella disse...

Fiquei muito surpresa por descobri o verdadeiro nome da autora. Já li outros livros dela e gostei muito. Esperava um pouco mais da sua resenha, porque eu esperava MUITO mais desse livro. ele me chamou atenção dês do início e estou super curiosa com relação a ele.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela