Mundo Emília

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014



Olá, queridos, tudo bem???

Há muito tempo, uma ideia tem se infiltrado em meus pensamentos, mas eu teimava em não deixá-la fluir. Hoje, eu decidi dar uma oportunidade a essa ideia e estreio uma nova coluna aqui no blog - Mundo Emília, que falará sobre literatura infantil e trará também indicações de boas leituras para nossos pequeninos.

Ao falar sobre literatura infantil, é impossível para mim, não relembrar a minha própria infância e como nasceu meu amor pelos livros. Lembro de sempre ter visto minha mãe ler em suas horas vagas e esse exemplo, foi fundamental para formar em mim, o desejo também de ler. Porém, minha mãe não tinha muitos recursos financeiros para comprar livros, então, o que eu fazia? Aff. Admito! Eu "pegava emprestado" os gibis da Turma da Mônica do meu primo. Revistas que ele nunca sequer chegou a ver. Rs. Ele era assinante da Revista Caras e de brinde sempre vinha um gibi da Turma da Mônica. Eu ficava a espreita, só aguardando o carteiro chegar para pegar os gibis e me divertir. Não aconselho ninguém a fazer isso, viu? Bem melhor pedir emprestado mesmo. 

Recordo-me também, certa vez, de encontrar vários livros do Sítio do Pica-pau Amarelo e Fernão Capelo Gaivota jogados no lixo, lá no prédio, onde minha mãe trabalhava. Já li e reli várias vezes, Fernão Capelo Gaivota e ainda guardo até hoje, minha edição achada no lixo. O livro ainda tem uma dedicatória em espanhol, a edição é de 1970.



Conforme, eu fui crescendo, desenvolvi o hábito de pegar livros emprestados com amigos, parentes e na biblioteca da escola. Parar de ler, nunca! Harry Potter foi um dos livros que me incentivou mais ainda a ler e buscar outras obras semelhantes para poder aguardar com resignação pelo próximo volume da série. E já no finalzinho da adolescência, conheci a biblioteca do SESC, naquela época, um oásis que me permitiu ler tanto clássicos da literatura mundial quanto lançamentos fresquinhos. 

O amor aos livros influenciou, inclusive, na escolha da minha monografia na faculdade. Como professora, eu desenvolvi o projeto com base na tese de que a literatura infantil deve ser trabalhada em todas as disciplinas, não somente nas aulas de português. Interdisciplinar a leitura é um desafio sim, mas não impossível. 

Nos próximos posts, eu trarei indicações de leituras para todas as idades e também dicas de como incentivar os pequeninos a gostarem de ler / ouvir histórias. Se você tiver alguma indicação de livros, envie-me. Toda e qualquer dica é bem vinda. 




7 comentários:

Oliveira disse...

Que bom! Coloca mesmo indicações para crianças de leituras.
Amei cada livro que li quando criança!

Larissa Santos disse...

Acho que os gibis da Mônica foram as minhas primeiras leituras <3 e depois disso não parei (graças a Deus) e nem pretendo.
Preciso de algumas dicas para conseguir prender a atenção de algumas crianças rsrs.
Beijocas ^^

Feer Tavares disse...

Que fofinho Nique!
Gostei da nova Coluna, vou acompanhar!
Morro de saudade voltar a ler os livros do Monteiro Lobato *-*


Bjs

Andréia Renata disse...

Que legal, tenho certeza que as dicas de livros infantis serão muito úteis para aqueles que tem filho, ou que tem irmãos mais novos, como é o eu caso.

Pamela Simões disse...

Desde pequena leio. Lembro que na escolinha que eu estudava toda semana tínhamos de pegar um livro para ler. Quando estava na quarta série li um daqueles livros que contam a estória e tem ilustrações, de Odisséia e Ilíada...
Lembro que o que me fez apaixonar- me pela leitura foram os livros de Marcos Rey, e alguns livros que
tinham finais alternativos... .
Também gostava muito de Sítio do Pica-pau amarelo....
Ai ai... bons tempos..

Amanda T. disse...

Fernão Capelo <3 o primeiro livro que li sozinha! <3 nossa, pegava muito gibi também, além de uns livrinhos ilustrados que meu vizinho tinha e eu adorava! Adorei a nova "coluna", estarei no aguardo de suas indicações!

Beijos
http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

Laura Zardo disse...

Minha família é de leitores, desde pequena sempre fui incentivada a ler, eu e meu irmão devorávamos os gibis da Turma da Mônica e da Disney, como o Tio Patinhas, Pateta, etc... E esse amor pela leitura só cresceu. Minha mãe tinha uma pequena biblioteca em casa, livros estes que mais tarde passaram para a minha biblioteca, hoje já tenho 431 livros e não pretendo parar nunca.
Enfim, acho que isso tem que vir desde a infância, é muito importante o incentivo dos pais, e acho lindo quando blogs tem essa iniciativa. Super parabéns! ;)

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela