"Mini Becky Bloom" de Sophie Kinsela

quinta-feira, 27 de março de 2014


Sinopse - Becky Bloom está casada com o homem de seus sonhos, Luke, e tem uma filha de dois anos, Minnie, que parece seguir desde já o gosto da mãe por compras e pela moda. Mas criar a filha é muito mais complicado do que parecia ser, pois a garotinha cria confusões por onde passa. E quando Becky decide dar uma festa surpresa para Luke, não será uma tarefa fácil manter os preparativos em segredo do marido.

Mini Becky Bloom da Sophie Kinsella traz de volta a incomparável Becky Bloom e sua filhotinha Minnie vivendo mil e uma aventuras que somente quem é mãe ou tem uma criança em casa pode saber. Claro que a Becky continua super consumista, porém, dessa vez, as comprinhas "básicas" não se resumem somente para ela, agora ela também tem uma miniatura de criança vestida da cabeça aos pés com as mais famosas grifes do mundo. Entre uma loja e outra e visitinhas rápidas ao Starbucks, Minnie já sabe tudo o que precisa sobre moda e beleza.

Até o dia em que Lucke tenta mais uma vez colocar as rédeas na situação, afinal, por que uma criança precisa de tantos brinquedos... Iguais? Por que precisa de milhares de sapatos, bolsinhas, vestidinhos... tantas roupas em geral? Está mais do que óbvio que Minnie está se tornando uma consumista mirim, que de acordo com Becky é super normal... Afinal, a filha tem bom gosto e estilo e é tudo o que importa. Para apimentar a história, Lucke inscreve a família em uma espécie de Super Nanny, o que deixa Becky louca e aflita.

Eu sou apaixonada assumida pela série Becky Bloom, seja por causa da escrita envolvente da autora ou também porque sou um pouco desenfreada com minhas comprinhas como a Becky - identificação com a personagem é tudo de bom, porque você entende as motivações dela. Rs! Então, acompanhar a Becky da vida de solteira, casamento, enxoval de bebê e o crescimento da filha é sensacional, até porque eu também passei por todas essas vezes e me identifiquei em várias delas. Quem nunca, afinal, visualizou sua criança vestida com aquela roupa maravilhosa e não teve vontade de comprar ou comprou sem pensar duas vezes? Dá até para imaginá-la brincando, ido a vários lugares... Ahahaha! Devaneios a la Becky Bloom (só quem leu entende a faschionista).

Porém, o que realmente aprecio nessa série não é o fato de Becky comprar sem controle, dar asas aos seus cartões de crédito, mas sim, os valores morais da personagem, o significado forte do que representa a família e os amigos e o quanto ela faz de tudo para tentar fazer a todos felizes, seja a Lucke e a Minnie ou aos pais e amigos. Becky tem sempre uma boa intenção, mesmo que meta na maioria das vezes, os pés pelas mãos e se enrole completamente.

A participação da Super Nanny foi realmente especial e engraçadíssima. Eu que assisto e adoro a programação americana do Super Nanny, me diverti horrores de ver minha personagem preferida sob os criteriosos olhos da babá. E o final é surpreendenteeeeeeeeeeeee! Ela ainda enfrenta o dilema se realmente é ou não, uma boa mãe para sua filha, sentimento que toda mãe nutre. Suas passagens são sempre divertidas e repletas de pequenas loucuras, mas no final, o amor supera tudo. 

Se você ainda não leu nem um livro da série Becky Bloom, não sabe o que está perdendo. Aliás, eu recomendo todos os livros da Sophie Kinsella, com essa autora, você chora de tanto rir e sempre está com um sorriso bobo colado no rosto. Recomendoooo!

Aliás, eu sinceramente espero que não tenha sido o último livro sobre a vida de Becky e sua família. Mesmo após seis livros, eu não me canso dessa louquinha consumista.


Minha classificação para esse livro é de  5/6- "Excelente".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Mini Becky Bloom. Kinsella, Sophie. Editora Record, 2011, 541 p.


7 comentários:

Ana Paula Barreto disse...

Se tem uma série que eu quero ler é esta. Super divertida, leve e com uma personagem principal completamente singular e hilária.
obs: Super Nanny? Tipo, demais. Também acompanho os programas na tv e curto muito. Não imagino nem como possa ser isso num livro. =)
bjs

Rayme disse...

estou desejando comprar todos os livros da autora, porque até hoje não li nenhum dela. que vergonha ;$
e olha que sempre que leio algum comentário sobre eles, fico curiosa para ler todos!
este parece ser bem divertido também, e acho que o fato de ter a participação da filha dela na trama, deixou tudo mais animado ainda...
preciso ler eles logo ;~~

Michelli Santos Prado disse...

Infelizmente, ainda o primeiro livro dessa série, "Os Delírios de Consumo de Becky Bloom"! Quero muito começar a série, já que tenho certeza de que a continuação é tão boa quanto o primeiro livro, pois sua animação esta visível!!
Beijos ♥

Camylla Carvalho disse...

Esse e o único da serie que ainda não li. Sou fã da autora mas a serie não e das minhas preferidas...

Forever a Bookaholic

Folhas de Sonhos disse...

Os livros da Sophie Kinsella são sempre bem recomendados dentre os chicklits né? Eu nunca li, mas acho que esse não seria o meu primeiro, escolheria outro, até pra conhecer melhor a personagem.


Luciana M.

Gláucia B. de Lima disse...

Eu li só o primeiro da série Becky Bloom e já faz tempinho, mas lembro de ter me divertido muito, principalmente com os "esbarrões" dela com o Luke na rua e dos constantes fugimento do gerente do banco. Tenho vontade de ler a série completa, e assim que puder farei. Eu consigo imaginar a reação dela com a chegada da Super Nanny haha. Preciso voltar a ler imediatamente.

Georgia Germer disse...

Identificação mil com esse livro! Consumismo, mundo fashion, criança, família, super nanny... já amo e já quero ler pra ontem! Confesso que a série sempre foi um sonho de leitura, mas a preferida e a meta da vida é Marian Keyes!!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela