"1984" de George Orwell

terça-feira, 8 de abril de 2014


Sempre quis ler uma obra do renomado George Orwell. Confesso que tenho o livro "A revolução dos bichos" na minha estante, mas por diversas razoes ainda não o li, apesar das excelentes indicações. 
Contudo a Editora Cia das Letras, enviou-me esta linda edição de "1984", e eis que surge então minha chance de apreciar uma obra de Orwell.

Minha curiosidade em ler "1984" foi aguçada após ter lido uma matéria na revista Aventuras na História, há alguns anos, que explicava o porque teriam surgido teorias de que o programa de TV que foi um sucesso mundial e que - infelizmente - ainda está no ar no Brasil, chamado "Big Brother" teria sido inspirado pela obra de Orwell. Muitos acreditam que o livro teria inspirado não só o nome do programa como também a premissa de tal Reality Show, mesmo que o criador John de Mol jure não ser verdade tal inspiração.

Não é minha intenção me estender nesse assunto, ainda mais quando o livro traz tantas outras reflexões mais importantes, mas se quiserem ler mais sobre a polêmica podem acessar o GUIA DO ESTUDANTE e ler a matéria que é bem interessante. Pois o fato é que esta matéria me fez conhecer melhor o enredo do livro, o que me deixou muito interessada em lê-lo. A leitura valeu muito a pena, é claro, e espero despertar em vocês a vontade de lê-lo.

Confesso que é um desafio para mim resenhar tal obra, principalmente expressar o tanto que se passou na minha cabeça ao lê-lo. "1984" é um clássico obrigatório, pois trata-se de uma leitura reflexiva sobre a sociedade e comportamento humano.

Publicado em 1949, pouco antes do falecimento de George Orwell - pseudônimo de Eric Arthur Blair, renomado escritor e jornalista inglês -, a obra "1984" relata a história de Winston Smith, um homem que carrega dúvidas quanto a sociedade totalitária em que vive em um universo distópico criado pelo escritor. Nesse futuro, as pessoas são vigiadas em todo lugar e o tempo todo através da teletela. Dentro de suas casas, no trabalho. Ninguém é livre para ao menos pensar por si próprio. Cada feição em seu rosto, cada palavra pronunciada enquanto dorme, pode ser o suficiente para considerá-lo um traidor contra o Partido, governado pelo Grande Irmão - um bigodudo em cartazes espalhados pela cidade com o slogan "O Grande Irmão esta de olho em você". Parece-me, no mínimo, intimidador.

"Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força".

Lema principal que indica a importância da constante guerra, do controle absoluto e da ignorância da população na busca pelo poder que é o único e principal objetivo do Partido.

Winston trabalha no Departamento de Documentação do Ministério da Verdade, onde modificações constantes são feitas nas documentações - jornais e revistas são revisados e modificados a favor do Partido. Muito irônico que o Ministério da Verdade seja o responsável por alterar qualquer documento que possa incriminar o partido. Ou que o Ministério da Paz seja o responsável pela guerra; o Ministério da Pujança é o responsável pela economia que vai de mal a pior; e o Ministério do Amor responsável pela espionagem e controle da população. E é no Ministério do Amor que traidores do partido são levados para torturas até confessarem, presos por trabalhos forçados ou condenados à morte.

Com seu trabalho na alteração de documentos, Winston questiona seu trabalho e governo, e não se enquadra entre os que cegamente amam o Partido, e isto é perigoso. E, além disso, ele agora escreve um diário e seus pensamentos já não estão mais escondidos. A qualquer momento ele pode ser descoberto. E conforme o desenrolar da trama, Winston se coloca cada vez mais em perigo. Ele se envolve com uma jovem que também trabalha no Ministério da Verdade, só que relacionamentos são estritamente proibidos. Sexo deve ser apenas para reprodução e existe até um Liga Antissexo em que jovens mulheres participam. 

O livro é divido em três partes. A primeira e - especialmente - a terceira são as que mais me prenderam a atenção. A primeira por estar interessada em saber mais sobre a sociedade criada por Orwell, e a última pelos acontecimentos chocantes e o desfecho inesperado. A parte dois da trama também é interessante, mas em alguns momentos foram cansativas, contudo totalmente necessárias ao enredo. Não há nada que fique sem explicação. 

O que mais me chamou a atenção na história - e pelo o que pude perceber, é o que chama a atenção de muitos leitores - é a Novilíngua. O Partido está criando e implantando uma nova língua cujo principal objetivo é  remover e modificar palavras e até seus significados. Por exemplo, como entender o conceito de "liberdade" se a palavra sequer existe ou se seu significado for alterado de acordo com a intenção do governo? É algo aterrorizante. Uma forma de restringir e controlar o pensamento da população. 

Orwell criou uma obra-prima que, na minha opinião, todo ser humano deveria ler. Ainda mais quando, em pleno século 21 ainda ouvimos absurdos de pessoas que se dizem a favor de um governo ditatorial*.

Mesmo que este não seja muito o seu estilo de leitura, recomendo que em algum momento de sua vida, você reserve um tempinho para ler essa obra incrível de George Orwell. É espetacular!

Também recomendo esta edição da Cia das Letras que está linda e impecável! =D


Minha classificação para esse livro é de  6/6- "Obra-prima".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

1984. Orwell, George. Editora Cia das Letras, 2009, 416 p.









*Entenda um pouco a diferença entre Ditadura e Totalitarismo AQUI.

14 comentários:

NinaTavares disse...

Oi Dani!

Eu tbm tenho essa edição de 1984, ela foi distribuído pelo governo do Estado de São Paulo para professores e alunos da rede pública e eu ganhei um \o/

Mas ainda não li, mesmo estando louca de vontade de ler, infelizmente a correria é tanta que mal consigo ler as parcerias... Mas sua resenha ficou tão boa que pretendo ler assim que possível!

B-jussss!

http://www.quemlesabeporque.com/

Camylla disse...

Oi... Esta ótima suaresenha! Eu já li a revolução dos bichos e adorei. Eu tinha 1984, tentei ler mas não consegui ai acabei trocando mas faz tempo e vou dar uma nova chance sim!
Forever a Bookaholic

Juliana de Oliveira disse...

Li A Revolução dos Bichos que também me deixou assim, fascinada... Amando George...


http://loucasporlivros.blogspot.com.br/

Rayme disse...

eu li A Revolução dos Bichos, mas faz tanto tempo já que nem me recordo da história mais :(
este ai eu também tenho muuuuuita curiosidade em ler. logo que eu li A Revolução dos Bichos, uma colega de escola resenhou ele para a turma (na minha época de escola tinha disso! hahaha) e eu fiquei mega curiosa. apesar de ainda não ter lido o livro, apenas resenhas dele, dá para perceber as comparações com o BBB mesmo :P
parece ser um livro excelente mesmo... espetacular! a edição da Cia das Letras que você recebeu é com esta capa ai mesmo??

Daniela Tiemi disse...

Eu tentei ler "1984" ha algum anos atras e nao consegui, na minha segunda chance q dei ao livro, como vc pode perceber, eu amei. Isso acontece. Tenta ler de novo, sim! =D Bjo.

Daniela Tiemi disse...

To doida pra ler "A Revolucao do Bichos". Pretendo fazer isso ainda este ano! =D
Bj.

Daniela Tiemi disse...

Sim, a foto acima eh da edicao que recebi da Cia das Letras! =D
Sempre fui mto curiosa tb em relacao a este livro, e ja tinha visto mtos elogios. Gostei demais e agora recomendo pra todo mundo. rs
Bjokas.

Daniela Tiemi disse...

Tenta arranjar um tempinho para le-lo, Nina!
Vale a pena!
Bjos.

Michelli Santos Prado disse...

Oi Dani...Realmente incrível esta tua resenha, ainda não li nada do autor, mas sempre leio e recebo indicações de leituras do autor, mas como você bem disse não é o tipo de leitura que estou acostumada mas amei tua resenha e assim que tiver oportunidade lerei ele.

Folhas de Sonhos disse...

É uma obra-prima mesmo. Esse livro é incrível e é um dos meus favoritos. Que bom que leu! A Revolução dos Bichos também é sensacional.. Orwell foi um visionário e perspicaz em perceber as nuances do caminhar da sociedade...


Luciana

Karyme Carvalho disse...

O livro parece ser incrível! Sempre quis ler este livro e A Revolução dos Bichos, mas na hora de comprar outros passavam a frente rsrs. Mas agora pretendo corrigir essa falha e ler em breve.

Gláucia B. de Lima disse...

Confesso que já comecei a ler A Revolução dos Bichos e simplesmente abandonei a leitura, mas fiquei tentada em ler este "1984". O escritor foi genial, porque neste ano muitos países estavam ou já tinham deixado o governo da ditadura. E atualmente vivemos em mundo vigiado, que INFELIZMENTE não nos traz nenhum benefício, nem mesmo a segurança...
Um dia lerei este livro.

Georgia Germer disse...

Que maravilha de livro! Não acredito que não conhecia! Agradeço por esta resenha, pela sua indicação e com certeza já está na prioridade da lista de livros! Eu gosto de assistir reality shows, mas ler sobre um deve ser uma experiência sensacional!

Fabianne disse...

Simplesmente amo este livro,pois adoro distopias!Achei 1984 envolvente e apesar de ter o lido há um tempinho me lembro que li em pouco tempo.Acho George Orwell muito afrente de seu tempo( é sinistro como ele retratou a sociedade de 1984 e ela é tão semelhante como a de 2014) e acho que por essa razão que sou fã do autor.
PS: A Revolução dos Bichos é ótimo,vale muito a pena ler.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela