"Desafio" de C.J. Redwine

terça-feira, 30 de setembro de 2014



Desafio é sem dúvidas uma leitura eletrizante com um enredo de tirar o fôlego e diferente de tudo o que tem sido lançado nos últimos tempos. 

Desde que o Maldito - um monstro enorme que queima e destrói tudo em seu caminho, surgiu dominando e destruindo as cidades, as Terras Ermas tornaram-se um lugar hostil e perigoso. Por isso, fortalezas foram criadas e somente o Comandante é capaz de proteger o povo e ao mesmo tempo escravizá-los através do medo. 

Rachel é forte, segura de si e corajosa. Não tem medo de enfrentar todos os desafios que surgem em seu caminho, se isso significar reencontrar seu pai. Mesmo que ela tenha que enfrentar o tirano Comandante da cidade de Baalboden, um homem perigoso e temido por todos. Enquanto as meninas da cidade bordavam vestidos e preparavam-se para o dia de seus casamentos, Rachel manejava armas e aprendia a sobreviver na floresta, treinada por seu pai em segredo. Somente os rastreadores poderiam sair da cidade, quem saísse sem permissão poderia ser punido até com a morte, principalmente, se fosse uma mulher. 

Ser mulher em Baalboden é crescer sabendo que não possui os mesmos direitos que um homem e que nunca poderá sair de casa sem a companhia de seu protetor, em geral, um homem de sua família ou designado para tal função. O lugar da mulher é claro: casar-se, cuidar da casa, do marido e dos filhos, jamais levantar a voz para um homem, nem argumentar. Rachel nunca se encaixou nessas características! É um espírito livre!

Quando seu pai é declarado morto por não voltar das Terras Ermas, após uma missão, ela decide ir buscá-lo, mas antes terá que passar pelo temido Comandante e também por seu novo protetor, Logan, o aprendiz de seu pai que outrora fora seu grande amor, mas que foi rejeitada pelo rapaz. Viver ou morrer? Desistir? Para Rachel jamais. Custe o que custar, ela reencontrará o pai e pagará um preço muito alto por sua traição.

C. J. Redwine me surpreendeu bastante com um enredo original e de tirar o fôlego. Rachel tem uma força surpreendente e uma coragem sem limites, uma heroína sem igual. Logan também não decepciona, mas comparado a Rachel, ele passa mais tempo em cima do muro do que em ação. O Comandante é realmente muito cruel, frio e calculista. As descrições de suas maldades são tão detalhadas que sentimos a dor de Rachel ao ter que presenciar tamanha crueldade. Sua dor é a nossa dor! Seu desespero é o nosso desespero!

A história é narrada sob a perspectiva de Rachel, alternando com Logan. São capítulos curtos, ora vivenciamos os acontecimentos do presente, ora conhecemos suas memórias do passado. Tanto Rachel quanto Logan possuem motivos fortes para odiar o Comandante. O Maldito é outro personagem que nos rende bons momentos de terror e coração acelerado. A narrativa é tão realista que dá para sentir o bafo do Maldito no pescoço, caçando. 

A história realmente me ganhou no final do livro, quando Rachel mostra ser humana em todos os aspectos e, por isso, não menos suscetível a errar. Seu erro é tão grande que estou roendo as unhas para ler o segundo livro para saber como ela lidará com as consequências de seus atos. Ser heroína não é fácil e ela sente na própria pele o peso de suas decisões. Gostei e recomendo!


Minha classificação para esse livro é de  4/6- "Muito Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Desafio. Redwine, C.J. Editora Novo Conceito, 2014, 368 p.



5 comentários:

Nil Macedo disse...

Quando li esse livro também amei. Mal posso esperar pela continuação. Concordo com tudo o que você falou. Adorei a Rachel mas tive um pouco de raiva do Logan por causa da moleza dele. Aff.
Sem contar que essa capa é linda, né?

bjs.

www.booksandmucmore.com

Cris Sampaio disse...

Adorei a resenha Do! Tô com ele pra ler, e será o próximo, obrigada!!!
Boa semana, bjs perfumados de coisas boas :)

Vivian Rocha disse...

Já tinha lido outras resenha sobre o livro e as opiniões são muito controversas ainda... Gostei bastante do livro misturar fantasia com distopia... Tenho o livro em epub, mas vou demorar ainda mais um pouquinho para lê-lo...
Bjs

Gustavo Mendes disse...

Eu trouxe Desafio da bienal, e o devorei. O livro é simplesmente maravilhoso, e se tornou minha distopia favorita !

Beijos

http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

Kris Oliveira disse...

Eu já vi algumas resenhas falando super bem desse livro, sem dúvidas tenho interesse de fazer essa leitura. Fora que acho essa capa completamente incrível. Não tem muito haver com uma distopia, mas isso acaba sendo irrelevante. rsrsrs

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela