{Baú Secreto da Dani #19} O livro "certo"

domingo, 18 de janeiro de 2015


Olá, leitores lindos do meu coração!

Como vai a leitura de vocês? Como anda a vida?

Depois de muito tempo, estou retornando ao Baú Secreto. Acreditem, senti saudade de papear com vocês... Sobre livros e sobre a vida. rs. 

Ultimamente tenho encontrado dificuldade em achar o livro "certo". O livro certo seria aquele livro que chega a suas mãos no momento certo da sua vida na sua fase certa de leitura. Aquele livro que comove você, abala suas estruturas e você sente que seu mundo não será mais o mesmo após aquela leitura. Aquele livro que parece que foi escrito especialmente para você. Vocês sabem do que estou falando, não é?

Eu tenho sentido a necessidade de encontrar este livro em cada leitura. Isso acontece com vocês? Bem, vou explicar melhor o que acontece. Eu olho para minha estante e como eu sou uma compulsiva por livros, mais da metade dos livros que ali estão ainda não foram lidos, já que eu mais compro do que tenho tempo para lê-los. E aí eu fico observando na estante, todos aqueles livros não lidos e que quero muito ler e não sei qual escolher. Eu tenho minhas "fases" de leituras, tem épocas que quero ler romances históricos à la Julia Quinn (amo!), ou do tipo contemporâneo como os livros de Jojo Moyes. Tem época que quero ler YA como os de John Green, ou simplesmente um clássico da leitura como os da minha DIVA Jane Austen. Mas o que fazer quando você nem sabe que "fase" de leitura você está? O jeito é ir tentando, testando leituras diferentes, às vezes até mesmo aquelas que nunca fizeram muito o seu estilo. Vai que está por ali o que você precisa.

Contudo, às vezes acontece de descobrirmos se tratar do tal livro "certo" apenas ao fim da leitura. Às vezes, o que abalar a estrutura da sua vida é um acontecimento na trama que o autor resolveu deixar lá nas últimas páginas. Então, antes de abandonar, sempre penso: e se o livro me surpreender?

O que sei é que ultimamente tem sido difícil para mim, ler apenas por ler. Isso parece não me satisfazer. E talvez esta seja uma das razões que tenho lido tão pouco. Afinal, nem sempre acontece que acharmos estes livros "certos" por aí... mas às vezes temos sorte e encontramos leituras incríveis uma atrás da outra. Vai entender.

Então eu sigo tentando, e me esforçando para não deixar a leitura no meio do caminho só pela simples razão de não ter me atraído nas primeiras páginas. O resultado são leituras que demoram a ser finalizadas, e consequentemente menos leituras no saldo de final e a pilha de livros não lidos que só aumentam a cada ano que passa.

Vamos torcer para que a fase dessa tão difícil procura, passe logo. Que eu volte a ler não para procurar algo que não encontro em mim mesma ultimamente, mas pelo simples prazer da leitura. E eu acredito que isto já está começando a acontecer.


 ¸. • * '¨`* •.  Comprinhas ¸. • * '¨`* •. 

Ah, os bons tempos em que eu comprava livros compulsivamente passaram, por uma força maior falta total de grana! Contudo, vez ou outra, quando encontro um livro em promoção e estou com alguns trocados do salário sobrando coisa rara de acontecer ultimamente, eu compro! Foi o caso dos livros abaixo que encontrei em promoção no Submarino por um preço excelente. Não resisti, pois eu os queria muito. 




 ¸. • * '¨`* •.   Trocas ¸. • * '¨`* •. 

Já que estou sem grana, minha melhor opção no momento tem sido trocar livros. O dois últimos livros que adquiri em trocas foram:


❤ "Ratos" de Gordon Reece
❤ "O castelo de vidro" de Jeanette Walls


 ¸. • * '¨`* •.  Feedback da Semana ¸. • * '¨`* •. 


❤ Resenha:
❤ Sorteios:


*Peço desculpas por não ter tirado fotos dos livros. Na correria, acabei me esquecendo. Vou atualizar a postagem na segunda-feira com as fotos. Abraços.


5 comentários:

Dominique disse...

Dani, minha querida, todos passamos por essa fase, sabe? Ano passado, fiz o inverso do que está acontecendo com você. Eu lia para fugir, não apenas por prazer como sempre foi. Eu poderia ir para qualquer direção, desde que tirassem da minha cabeça - o meu trabalho, minha casa, minha família, minhas contas, meus problemas de saúde -, enfim, desde que eu esquecesse de mim mesma. Ler é terapêutico!


Espero que seu coração se acalme e você encontre o que está buscando. Leia o que quiser, o que te faz bem e desencane. Leia sem obrigação e curta bastante. =)


Beijão.

Karine disse...

Olha, às vezes passo pela mesma situação, com a diferença de que não tenho um monte de livros não lidos na estante. Rsrs. Mas tenho percebido essa dificuldade em encontrar um livro que mexa com as minhas estruturas. Tô desanimada de ler, acho que é o calor, não sou ninguém nessa época. Tem dias que preciso me obrigar a pegar um livro! Mas vamos em frente, que uma hora o "livro certo" cai nas nossas mãos! Bjs!

Cris Sampaio disse...

Oi Dani,

Bom ver vc de volta, sabe que o blog de vc's é meu xodó, apesar de postar pouco, leio sempre por e-mail.
Tb ando como vc, a procuro "do livro", que me arrebate, que se encaixe no meu momento, etc. Enquanto não aparece vou à cata rs.
Bjs perfumados de coisas boas!

Cris Sampaio disse...

Verdade Do, quando os problema aqui fora estão no limite do insuportável, ou mesmo quando algo que não temos controle incomoda muito, os livros são um refúgio, sempre! E dou graças a Deus, pq nem sei o que seria se não amasse ler...

Bjs perfumados de coisas boas!

Any disse...

Oi, Daniela
É bom vê-la novamente por aqui. Seja bem-vinda!!
As vezes me acontece a mesma coisa, de procurar o livro certo, então fico trocano de gênero até que finalmente minha procura chega ao fim, e é tão bom quando esse momento chega, não é mesmo?! Odeio a sensação de não encontrar o livro certo.,,
Bjos!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela