{Música} "Rebel Heart", de Madonna

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015


Eu tinha pensado, anteriormente, em fazer uma postagem sobre os álbuns mais esperados de 2015. Fui procurar matérias sobre isso na internet e percebi que conhecia pouco dos artistas citados. Sim, eu sou uma pessoa um pouco desconectada da música atual, gosto de ouvir minhas músicas antigas, meu metal melódico que amo, e só de vez em quando encontro alguma música bombante da atualidade e me identifico, e isso geralmente acontece depois que todo mundo já ouviu de enjoar. A artista "pop" mais "atual" que tenho escutado é Lana Del Rey (amooooo demais sámuié!), mas ainda não temos nada certo sobre ela para 2015. Então, peguei o cd que deve ser O mais esperado do ano, tão esperado que já vazou, enfureceu a artista e depois teve 6 faixas liberadas: Rebel Heart, da Madonna.

Sim, a Rainha está de volta! E Madonna é sinônimo de DEXXXTRUIÇÃO! Nesse post vou fazer uma pequena resenha desse que está sendo considerado O álbum da vida da diva. Para isso, contei com a ajuda do meu amigo e fã número da Maddie, Ronny Werneck, que me explicou algumas canções de seu ponto de vista privilegiado. Vamos lá!

1) Living for Love

Sabe "I Will Survive", da Gloria Gaynor? Então, Living for Love vem para ser o hino dessa geração. Uma canção animada e dançante sobre a superação do término de uma relação, mas com esperança e alegria. Nas palavras de Ronny, "uma canção-hino da esperança".

"Eu poderia ter sido apanhado pela amargura
Mas não vou ficar restrita a essa bagunça louca
Eu encontrei liberdade na terrível verdade
Eu mereço o melhor, e ela não é você

Viram, esse é o nível. Então, já sabe, na hora da fossa, Living for Love vem pra te levantar. Cante bem alto "Love's gonna lift me up" (o amor vai me levantar) e seja feliz.

2) Devil Pray

Não, não, nada a ver com o capiroto. "É uma caça aos demônios internos e externos". É sobre saber quais são os seus demônios e como lutar contra eles, mas também um pedido de salvação. É preciso analisar com cuidado esse tipo de música, que já nasce pra ser polêmica, com alusões a anjos, Maria e Lúcifer. Ou seja, já sabemos que vai causar, de qualquer jeito.

"Sim podemos correr
E nós podemos esconder
Mas não vamos encontrar as respostas
Se você vai cair, vai obter ajuda ao longo do caminho
Mas se você quer salvar sua alma,
Então poderíamos viajar todos juntos
E fazer o diabo rezar"

3) Ghosttown

"Ghosttown é um unhopeless place". Uma canção distópica (alô, literatura!), que fala das consequências dos atos desumanos que temos uns com os outros. Sim, nós vamos destruir o mundo com nossas atitudes desenfreadas, com nossos preconceitos, nossa falta de amor. Mas também deixa sentir um pouquinho de esperança ao ver que você pode não estar sozinho nesse mundo louco.

"Quando tudo cair, quando tudo desmoronar
Eu serei o seu fogo quando as luzes se apagarem
Quando não houver ninguém, ninguém mais por perto
Nós seremos duas almas em uma cidade fantasma"

4) Unapologetic Bitch

Com influências do reggae, Unapologetic Bitch é uma canção sobre se divertir, não importa em que situação esteja. E também é um grande F***-SE para aquele namorado que te deixou. 

"Isso pode soar como se eu fosse uma vadia sem remorso
Mas as vezes eu preciso falar como é que as coisas são
Você sabe que você nunca soube o quanto me amava até que me perdeu
Não é?"

Você achou que eu estaria chorando, descabelada de dor após você ter me deixado, mas eu estou me divertindo, querido! Você foi um grandessíssimo fdp, e agora está arrependido, mas eu não te quero mais. Fala sério, é muito poder, gente! Essa mulher e destruidora!

5) Illuminati

Seria Madonna uma Illuminati? Foi de tanto associá-la a essa seita/sociedade secreta/lenda, que ela resolveu escrever essa canção. Ela faz menção a várias coisas associadas aos Illuminatis (leia Anjos e Demônios, do Dan Brown) e cita vários nomes de pessoas importantes, como Beyoncé e Jay Z, o Papa, a Rainha Elizabeth II, Steve Jobs, LeBron James e muitos outros, não necessariamente associando-os aos Illuminatis. Mais uma canção que jpa nasceu polêmica, bem ao estilo Madonna de ser.

"É como se todos nesta festa, brilhassem como Illuminatis"

6) Bitch, I'm Madonna

DIVERSÃÃÃÃÃO é o tema dessa música. E ela pode tudo, meu bem, porque bitch, ela é a Madonna. Eu acho que essa música deveria ser a última do álbum, porque depois disso tudo ela simplesmente diz "quem você pensa que é?" e manda a real. Vadia, eu sou a Madonna. Precisa dizer mais alguma coisa depois disso? Lacrou o universo inteiro sem remorso e sem mimimi. E ainda tem Nicki Minaj rimando com seu jeito todo Nicki Minaj de ser. Divirta-se!

"Eu só quero me divertir hoje à noite
Puxe-me para fora da luz dos flashes
Oooohohhhohhhohhh
Deixe-me explodir esta casa hoje à noite"

***

Então, Rebel Heart é sobre ser rebelde e ouvir seu coração. Ouvir seu coração pode te fazer ser um rebelde. Algo assim. E o que dizer dessa capa, que mal foi lançada e já virou meme? Porque rainha é assim, tudo o que faz vira assunto, tudo o que cria vira hino, e tudo o que realiza se torna icônico. Mal posso esperar pra chegar março e o cd ser lançado e ouvir todas as outras maravilhas que Madonna nos reserva.

Mas eu quero saber de vocês, agora. Qual é o SEU álbum mais esperado de 2015? O meu, particularmente, é o do Nightwish, "Endless Forms Most Beautiful", que já está em fase de audições da imprensa, aparentemente finalizado. O primeiro single, Élan, será lançado em breve, mas o álbum somente em março (também). E qual é o que te deixa mais ansios@? Deixe nos comentários.

Traduções: Site Letras.mus.br 


6 comentários:

Dominique disse...

Amo a Madonna, mas só ouço as músicas antigas. Tenho que dar uma atualizada na minha playlist. Ahahahaha! Adorei o post!


Bjs.

Karine disse...

Olha, esses cds mais recentes dela, mais dançantes, confesso que não curti totalmente. Os dois últimos principalmente. Mas esse tá mais a cara dos antigos, tá sendo comparado a grandes hits dela do passado. Tá lindo. Pelo menos as 6 que liberaram. Rsrs

Ronny Werneck disse...

Domiiii e Karine, recomendo: Ray Of Light, American Life, Confessions On A Dance Floor... Vcs Vão Piraaaaar nas performances de Frozen, Sky Fits Heaven e Paradise Is Not For Me Ao Vivo na Turnê Drowned world Tour... tmbm recomendo Lament live re invention tour, live to tell e Isaac live confessions tour e a MDNA tour inteira!

Any disse...

Meu gosto musical é bem eclético, curto pop rock, pop... gosto de músicas nacionais e internacionais... mas tem que ter uma boa letra. Não me importo se a música esta fazendo sucesso ou não, eu gostando já tá valendo.
Não fico esperando lançamentos de álbum de artista pois geralmente acabo gostando de apenas uma música de um álbum inteiro...
Não curto as músicas de Madona, mas gostei dos trechos das letras que vocês colocaram no post.
Atualmente estou curtido o som de OneRepublic.

Bjos!

Karine disse...

Eu adoro a Confessions Tour, ficava assistindo ao dvd quando trabalhava na Colli. Rsrs. Isaac e Live to Tell são épicas! Ainda não vi a MDNA, e olha que sempre passa na Sky.

Karine disse...

Eu tbm sou assim, gosto de muita coisa, mas raramente curto o álbum inteiro. Se bem que, agora, tô curtindo o novo da banda In This Moment inteirinho. Rsrs.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela