"Beijos de Vampiro", de Ellen Schreiber

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Alexander era engraçado, lindo, e estranho de uma maneira sexy. Eu queria saber tudo sobre sua vida. Não importava quantos anos ele tinha vivido, se dezessete ou mil e setecentos."
Raven (adoro esse nome!) é uma garota gótica e aficionada por vampiros. Sim, eu sei, é DEMAAAAAIS! Nem precisou de mais nada para eu me interessar por esse livro, já o queria pra ontem assim que li a sinopse. No final do ano passado ganhei o segundo e o terceiro volumes da série Vampire Kisses (capas liiiiiiiindas de morreeeeer!) de presente de Natal (já disse a vocês o quanto eu amo o meu marido?). O primeiro livro, infelizmente, estava fora de estoque, então tive que caçá-lo em e-book para poder ler os outros (crianças, não façam isso, é ilegal! Deixo registrado que vou comprá-lo assim que estiver disponível). Foi minha última leitura finalizada em 2014.

A Raven é esquisita desde a infância. Quando criança, questionada pela professora, disse que queria ser uma vampira quando crescesse. Desde então já gostava de usar preto e ver filmes de terror (uma explicação: seus pais eram hippies, por isso essa liberdade), o que a tornava uma aberração para os moradores de Dullsville (Tediolândia numa tradução feita na edição impressa. Não se sabe o nome verdadeiro da cidade), todos certinhos e caretas. Sua única amiga é a Becky, que também era deslocada e impopular, por ser filha de fazendeiros. Mesmo não tendo nada a ver com o estilo da best friend, sempre está ao seu lado em todos os momentos, até nos mais loucos. E isso mostra como pessoas totalmente diferentes podem ser melhores amigas (beijo, Dô!).

Sua paixão por cemitérios e casas mal assombradas a leva a explorar a enorme mansão abandonada da cidade, e qual não é a sua surpresa quando descobre que a mesma será ocupada! Os misteriosos moradores logo viram alvo de fofocas, mas a verdade é que quase não são vistos de dia e têm um mordomo de dar calafrios. Raven, obviamente, deixa sua imaginação voar, e logo imagina que os ocupantes são vampiros de verdade. E tudo fica melhor ainda quando ela conhece Alexander, o filho do casal misterioso, um príncipe gótico magya perfeito para ela!

Gostei muito da Raven, ela é carismática e sua personalidade é marcante; ela não se deixa desanimar pelas críticas dos cidadãos da cidade e mantém seu estilo único sem ligar para o que os outros falam. Apesar disso, é uma típica adolescente sonhadora, meio dramática e romântica ao extremo, ainda que de maneira bem gótica. O Alexander é o mocinho perfeito: educado, romântico, cavalheiresco, lindo de morrer (perdão pelo trocadilho) e gótico! Um verdadeiro príncipe das trevas perfeito para a mocinha trevosa! E, como todo protagonista precisa de um antagonista, temos aqui Trevor, o garoto mais popular da escola, uma pedra no sapato, digo, no coturno de Raven desde o jardim de infância. O mais legal da relação dos dois é que a Raven rebate as coisas que ele faz com ela, responde suas provocações à altura e até o deixa constrangido em certas ocasiões, o que a faz ganhar mais um ponto no meu seleto conceito de mocinhas.

Pra quem gosta da subcultura gótica, um livro imperdível. Pra quem gosta de vampiros, hummmm... Digamos que não há nenhuma prova concreta de que os moradores da mansão sejam mesmo chupadores de sangue. Beijos de Vampiro é o primeiro livro da série Vampire Kisses, que eu já quero ler TO-DI-NHA. Uma leitura leve, rápida e bem juvenil, boa pra desestressar nas férias. Fica a dica. ;-)

Minha classificação para esse livro é de 3/6- "Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Beijos de Vampiro - Vampire Kisses Vol. 1. Schreiber, Ellen. Editora iD, 2010, 238 p. 

 
  

2 comentários:

Any disse...

Já disse e repito: amooo as suas resenhas, Karine, me divirto bastante com elas. Você tem um talento e um humor raro. Meus parabéns!!
A Raven parece ser doidinha, não?! Mas gostei dela, personalidade bem marcante, diferente, que não leva desaforo pra casa, que defende suas ideias... Fiquei interessada pela série.
Bjos!

Karine disse...

Ai, paaaaaaara, tá me deixando vermelha aqui! Sério, eu estava comentando sobre isso com a Dô, e eu dizia que eu escrevo como falo, como se estivesse contando o livro pra ela, por exemplo. Não é de propósito. Mas obrigada pelo carinho!!! <3

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela