"A Cidade dos Vampiros", de Ellen Schreiber

terça-feira, 3 de março de 2015

Eu estava pronta para me tornar uma vampira. (...) Esperei uma eternidade por esse momento. Minha fantasia de infância tornava-se realidade - eu seria um anjo negro da noite.
Preciso começar essa resenha chamando a atenção para essa capa maravilhosa! Já comecei a amar antes mesmo de abrir. Esse título da série em relevo é a coisa mais linda!

Enfim, depois daquele "final sem final" do segundo volume, "O Beijo da Morte", encontramos nossa heroína gótica Raven e seu namorado vampiro Alexander (a essa altura já sabemos que ele é um vampiro mesmo, né), mas a ação não começa de onde terminou. Porém, agora sabemos que, em vez de um, DOIS vampiros estão rondando Dullsville (posteriormente chamada de Vampireville por Raven, por esse motivo), sedentos de sangue e em busca de alguém para "desposar" Luna, a irmã gêmea do vilão Jagger; alguém que ela possa transformar durante uma cerimônia de conversão em um solo sagrado. E o escolhido da fada gótica é ninguém menos que Trevor, a "Nêmesis" de Raven! Agora a "Garota Monstro" terá que engolir sua raiva do jogador de futebol esnobe para tentar salvá-lo de se tornar um sanguessuga. Ela e Alexander passam umas poucas e boas tentando descobrir onde os gêmeos estão escondidos e, ao mesmo tempo, proteger Trevor.

Preciso ressaltar aqui novamente o mesmo problema que vi no segundo volume: erros de tradução, digitação e revisão. Um exemplo que me fez arrancar os cabelos de raiva foi a tradução de "The Nightmare Before Christmas" como "Pesadelo Antes do Natal". Primeiro, não precisava ter traduzido, poderia ter deixado o nome original. Segundo, mesmo que a pessoa não soubesse, porque ninguém é obrigado a saber, uma pequena pesquisa no Google mostraria que o filme foi oficialmente traduzido no Brasil como "O Estranho Mundo de Jack". E no segundo livro aparece certo, então, ou foi um trabalho porco da tradutora ou da revisão.

A história parece mais fraca nesse terceiro volume, e Raven já começa a soar chata como Bella Swan ao ficar implorando para ser transformada, embora ainda pese as consequências. Outra coisa que incomoda é que ela nunca, eu disse NUNCA faz o que Alexander manda. Se ele diz "fica no carro" ela sai. Se ele diz "fique do lado de fora do cemitério" ela entra. Ele mesmo acaba se acostumando com isso no final do livro, e a sorte dela é que essa teimosia não a coloca em grandes problemas.

Apesar de tudo isso que relatei, ainda é um livro leve, pequeno e divertido, perfeito para ler nesses dias de calor sem queimar a mufa. A "gotiquice" de Raven a essa altura já não é novidade para quem gosta da cultura, e Alexander já não é mais novidade com sua perfeição trevosa. A novidade fica mais por conta de Luna, linda como uma boneca de porcelana gótica, se aproximando do aluno mais popular da escola juntamente com seu irmão, Jagger. Mesmo assim, quase toda a história se resume em Raven e Alexander caçando os dois e tentando afastá-los de Trevor. O final traz mais um gancho irresistível para uma continuação que infelizmente (CHORA!) ainda não tem previsão para ser lançada no Brasil. E essa é a maldição que me faz odiar ler séries.


Minha classificação para esse livro é de  3/6- "Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

A Cidade dos Vampiros - Vampire Kisses Vol. 3. Schreiber, Ellen. iD  Editora, 2012, 200 p.


5 comentários:

Talita Oliveira disse...

Essa capa é linda mesmo! Acho que vou me arrisca e ler esse livro, mesmo com tantas outras histórias 'Vampirescas" por ai, hehe! Gosto bastante de livros leves e divertidos, acho que com esse não vai ser diferente. Beijos! :D

Karine disse...

Não se esqueça de que é uma série! Esse é só o terceiro. E todos são leves e divertidos assim mesmo. Bjs!

Any disse...

Nossa, a capa tá mesmo um arrasooo!
Pena que a história está decaindo, Raven parecia tão legal nos 2 primeiros volumes e agora tá dando uma de Bella.
Acho tão chato começar a ler uma série em que ela não foi totalmente publicada no Brasil, é de chorar mesmo, Karine! Rsrs. É por isso que eu evito ao máximo ler séries que não terminaram de ser publicada, mas as vezes não conseguimos resistir, não é mesmo!?
Bjos!

Vitoria Bastos disse...

Olá!
Que capa mais linda.
Nunca tinha ouvido falar do livro/autora. Sou completamente apaixonada por histórias de vampiros/bruxas/lobisomens. Assisto e leio de tudo. Não preciso nem dizer que me interessei, e gostaria muito de ler rs.


Beijos

Amália Teles Machado disse...

A capa do realmente é linda, Karine, mas ando meu saturada de romances com temas de vampiro, e olhe que nem li tantos assim, mas não aguento ler nada com temática sobrenatural (nem vampiros e nem anjos).

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela