{Músicas} P!nk

quarta-feira, 11 de março de 2015


"Eu leio o tempo todo. Eu amo isso. Minha fantasia seria ficar trancada em uma biblioteca.
Eu ficaria muito, muito feliz."


Quem aqui nunca ouviu uma música da Pink? Eu acredito que até mesmo sem saber, todos nós já ouvimos alguma coisa e amamos. Por exemplo, eu amo essa mulher. Tanto como fã de sua música, como admiradora de sua história de vida. Foi por isso que decidi fazer uma singela homenagem a ela aqui no site. Então vamos lá.

Alicia Beth Moore é o nome verdadeiro de Pink. Quando ela ainda era uma criança, ela presenciou brigas dos pais e o desmoronamento de seu casamento, mas foi quando eles finalmente se separaram que seu mundo desabou. A partir do momento que Alicia viu sua família em pedaços, ela começou a se rebelar, frequentando locais não tão legais e começou a se envolver com drogas. Depois de algum tempo vivendo dessa maneira, Pink percebeu que por mais que ela tentasse, ela não conseguia aliviar a dor que sentia, até que ela começava a cantar. Foi através da música que ela encontrou sua voz, o que permitiu que ela pudesse expressar seus sentimentos e se ver livre de uma boa parte da tristeza que sentia. Em uma noite qualquer, numa boate a qual ela não poderia estar frequentando, por ser nova demais, ela subiu ao palco e cantou uma musica que fez com que o DJ do lugar se interessasse. Foi nessa noite em que ela recebeu um ultimato: ou ela parava de usar drogas e poderia cantar, ou nem precisava aparecer mais. Tendo em mãos a chance de cantar para todas aquelas pessoas, ela conta que aquela foi a noite em que parou de usar drogas e começou a correr atrás de sua paixão: a música.

Aos poucos, Alicia foi mostrando do que era capaz, se abrindo com o seu público ao mostrar suas emoções através de suas letras. Uma das mais tocantes é a música Family Portrait, onde ela canta sobre o que sentiu com toda a situação de sua família. Porém tudo foi se ajeitando com o passar do tempo e foi quando conheceu seu marido que tudo começou a mudar novamente.

Os dois se conheceram e logo começaram a namorar, mas a vida agitada de Pink tornou o casamento dos dois difícil de manter. Muitas das músicas de sucesso de Pink têm alguma ligação à Carey Hart, sendo a maior delas So What. Foi na gravação do clipe dessa música que os dois se reencontraram depois de se separarem, o que fez com que voltassem a ficar juntos.

Há alguns anos atrás, Alicia e Carey tiveram uma bebezinha, Willow, e estão casados desde 2006. Depois de conhecer a história desses dois, eu ganhei uma nova confiança de que o amor realmente existe. Aqui vão alguns dos clipes em que as músicas são sobre os dois (ou que pelo menos dão a ideia de ser sobre eles):

So What

 

Funhouse



Just Give Me a Reason



True Love



As únicas que eu tenho certeza que são dedicadas à Carey Hart são So What, Just Give Me a Reason e True Love, já que o homem aparece nos três clipes.

Na minha humilde opinião, Pink é uma cantora excepcional, com letras que te cortam o coração e que te ajudam a saciar a dor, seja lá qual for. Além disso, ela é uma ótimo performer, sendo que ela está sempre fazendo de seus shows um espetáculo gigantesco.

Aqui está ela, enquanto cantava Sober no VMA’s :



E também quando cantava Glitter in the Air no Grammy’s:




Bom, eu disse tudo isso apenas para mostrar o quando eu gosto das mensagens que a Pink passa através de suas músicas, como eu a respeito pela vida que viveu e como superou seus obstáculos. É claro, além de dar uma de fan girl aqui no blog, afinal de contas eu tenho o direito de fazer isso pelo menos uma vez na vida.

Para quem consegue entender inglês, eu sugiro que assistam ao documentário que eu assisti para descobrir sobre tudo isso: Behind the Music. É meio antigo, mas conta bastante fatos sobre a vida da cantora. E pra quem não vai ver o documentário ou ainda não conhece essa cantora maravilhosa, eu sugiro que pesquisem mais sobre suas músicas, especialmente se você gostou das que eu postei aqui.

Espero que tenham gostado e boa semana para vocês.





4 comentários:

Talita Oliveira disse...

Acho a Pink uma cantora brilhante, não só pelo sucesso, mas principalmente pela história de vida! Gosto muito da música Funhouse, mas no geral, amo as músicas dela! Gostei bastante de conhecer mais a cantora! Beijos!:D

Karine disse...

Ain, eu adoro a Pink! O Funhouse é um dos melhores álbuns que conheço, pq nele dá pra sentir o sofrimento dela com o fim do romance. Ela canta e escreve com a alma, com verdade, com o coração. Eu choro com I Don't Believe You só por me colocar no lugar dela. E Sober... Emoção e sentimento puros!

Vitoria Bastos disse...

Olá Julia! Amo as músicas da Pink. Não sabia sobre a vida pessoal dela. O nome, a família, drogas... Ela é uma guerreira. A filha dela é linda! <3 Eu amo Just Give Me a Reason.


Beijos

Amália Teles Machado disse...

não sou fã da Pink, mas conheço algumas músicas. Não conhecia a história dela, mas é muito bonita, um exemplo de superação. Que bom que ela largou as drogas e focou na carreira e se tornou esse sucesso mundial.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela