"Maze Runner - Correr ou Morrer" de James Dashner

segunda-feira, 13 de abril de 2015


- Lá fora está o labirinto – sussurrou Newt, os olhos arregalados com se estivesse em transe. – Tudo o que fazemos... toda a nossa vida, Fedelho... gira em torno do Labirinto. Cada adorável segundo de cada adorável dia que vivemos, dedicamos ao Labirinto, tentando resolver algo que parece não ter uma maldita solução, entendeu? E queremos mostrar a você por que não deve fazer besteira. Mostrar a você por que esses muros amedrontadores fecham todas as noites. Mostrar a você por que nunca, mas nunca mesmo, deve deixar o seu traseiro lá fora. (Pág. 45)

Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.

Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.

Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. 

~ ~ ❤ ~ ~

Maze Runner - Correr ou Morrer foi uma leitura que me arrebatou. Diferente de tudo o que já li - deixo bem claro que odeio ficção científica -, eu fiquei bem surpresa quando me vi ansiosa querendo saber o que iria acontecer com os Clareanos, qual era o papel de Thomas naquele jogo absurdo e também de Teresa, a única garota a ser enviado para a Clareira e também a última. 

James Dashner foi brutal ao escrever Maze Runner, uma vez que são crianças e adolescentes (entre 10 e 16 anos), as experiências que eles passam na Clareira são violentas e traumatizantes, em algumas vezes até fatal. Eles morrem de medo do labirinto, por isso, apenas os mais velozes e corajosos são eleitos para entrar lá dentro todos os dias assim que amanhece para descobrir uma saída e mapearem o lugar. A chegada de Thomas muda tudo, pois junto com ele vem um bilhete informando de que ele é o último garoto que será enviado e, posteriormente, eles descobrem que a comida também não será mais enviada, o que os forçam a se reunirem e traçarem estratégias para fugir do Labirinto ou morrer tentando. 

Thomas é um curinga e saber o motivo pelo qual ele foi enviado ao Labirinto é crucial para vencer o jogo. Assim como  os outros garotos, ele não se lembra de absolutamente nada, apenas tem vislumbres de memória o que o obriga a tomar atitudes precipitadas para relembrar. Alguns personagens além de Thomas se destacam como Minho, Newt e Chuck. 

Eu confesso que fiquei com muito medo dos verdugos. O clima criado em torno do surgimento deles, o medo que exala dos personagens, os sons descritos, tudo colaborou para que eu me sentisse na cena - coração acelerado, suor frio, mas desejo zero de parar a leitura. E o final foi indescritível! Só para vocês terem uma ideia, eu fique na maior DPL sem conseguir ler mais, super conectada com a história. Não resisti e iniciei o segundo livro - Prova de Fogo (resenha em breve). 

Ano passado, o livro Dashner foi adaptado para o cinema e na medida do possível foi bem fiel ao livro. Eu gostei bastante tanto do livro quanto do filme. Recomendo.


Minha classificação para esse livro é de  4/6- "Muito Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Correr ou morrer. Dashner, James. Editora V&R, 2010, 426 p.


Um comentário:

Any disse...

Fiquei completamente curiosa com a história desse livro, que mistério!!
Parece uma leitura surpreendente, que ti prende do começo ao fim! Valeu pela dica, vou pesquisar mais sobre essa série. Ansiosa para ler a resenha do próximo volume!
Bjos!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela