"Will & Will", de John Green e David Levithan

segunda-feira, 11 de maio de 2015


Agora eu entendo, eu entendo. As coisas que você mais quer são aquelas que te destroem no fim. (Pág. 146)

Will Grayson é um nerd super tímido que cursa o Ensino Médio e possui um único amigo, Tiny Cooper, um gay assumido que sonha em dirigir e estrelar um musical contando a sua própria história. Will Grayson é um jovem homossexual, anti-social, depressivo que parece enxergar apenas o lado ruim de tudo, menos de Isaac, um garoto que conheceu através da internet e por quem se viu apaixonado. Sim, dois Will's Graysons. Mesmo nome, histórias completamente diferentes. 

Num certo dia, onde cada um enfrentava uma situação importante, conflituosa e distinta, ambos se encontram. Sem acreditar nessa incrível coincidência, os Will's passam a conhecer melhor um ao outro e a viver situações até então não imaginadas por eles, enfrentando intrigas, confusões, raiva e outros sentimentos comuns na adolescência. Suas vidas se misturam e eles acabam desenvolvendo uma bela amizade. 

Um Will Grayson escrito pelo John Green, o outro escrito pelo David Levithan. Capítulos produzidos e organizados na forma mais comum, outros feitos somente em letras minúsculas e com grande presença de mensagens através de redes sociais. Um protagonista pelo qual me apaixonei desde o início, o outro por quem custei a gostar. Fruto de uma parceria entre dois autores que fazem bastante sucesso na atualidade, Will & Will traz uma história sobre adolescência, abrangendo vários dos temas presentes nessa fase da vida. 

Este era o último livro do John Green que faltava para que eu tivesse lido todas as suas obras. Para quem não sabe, esse é um dos meus autores favoritos e sua escrita me cativou desde o primeiro instante em que entrei em contato com ela. Neste trabalho não foi diferente. Amei o Will criado pelo John Green e continuei apaixonada pelo seu modo de desenvolver tramas e personagens, já com o David Levithan não foi bem assim. 

Queria muito conhecer a produção do famoso escritor de Todo Dia, pois tinha visto diversos comentários positivos sobre ele. Talvez por ter criado tantas expectativas sobre isso acabei me decepcionando. Quando iniciei a leitura, imaginei que iria detestar e foi isso o que aconteceu durante as primeiras 40 páginas, tudo por culpa do Levithan e do seu vocabulário, ponto que me incomodou bastante. Depois desse momento, assim que comecei a me acostumar com a organização dos capítulos e com o desenvolvimento dos dois protagonistas, me animei mais com a história e comecei a me apaixonar. 

Cheia de acontecimentos divertidos, passagens inteligentes e personagens cativantes (Tiny Cooper <3), esse enredo me conquistou. Simplesmente amei. O final então.. Ai, ai. Se você gosta de livros divertidos e que abordam temas adolescentes, esse é uma ótima opção. 

Mas, se você continuar se concentrando no porquê de tudo ser tão difícil pra você, nunca vai perceber como poderia ter sido fácil. (Pág. 275)

Minha classificação para este livro é de ♥ 4/6- "Muito Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores. 

Will & Will. Green, John. Levithan, David. Galera Record. 2014, 352 p.




8 comentários:

Adriana disse...

Já faz um bom tempo q estou tendo ler esse livro, não consigo sair das primeiras páginas e não gosto muito dos livros do John Green.Gostei da sua resenha, me deu uma vontade grande de querer terminar a leitura. :*

Emanoelle Souza disse...

os unicos livros do John Green que eu li foram cidade de papel e a culpa é das estrelas, apesar ter interesse em ler o resto ainda nao fiz, gostei da resenha e sei que vou gostar de ler pois ja li tambem o livro de David Levithan "dois garotos se beijando e gostei muito.

Maisanara F. disse...

Oi, só li um livro do John Green : A culpa é das estrelas, e gostei. Estou querendo ler outros livros dele e também quero ler livros do David Levithan. Bjus.

Jack Moura disse...

Ja li Will&Will e nao fiquei nada encantada :( Confesso que fui ler so pq era do John Green, mas achei o livro inteiro tao cansativo q so conseguia torcer para que terminasse logo! Nao me envolvi com a escrita do David tbm :/

Luis Carlos disse...

Já vi muitos comentários positivo sobre essa obra, sem dúvidas alguma eu leria! Eu ainda não li um livro com temática gay, esse seria uma ótima escolha. Por ter personagens bem desenvolvidos e mostrar várias histórias, fez com que eu me interessasse pelo livro. Adorei a resenha!

brenda amorim disse...

Já vi varias resenhas e comentarios positivos sobre o livro, então eu com certeza leria, coloquei ele na minha lista e se eu tiver a chance com certeza irei le-lo.

Any disse...

Oi, Gabrielle!
Esse livro não faz meu estilo de leitura, mas achei interessante ele ter sido escrito por dois autores... A capa tá linda!
Bjos!

Amália Machado disse...

Nunca li nada do Levithan, Gabrielle, mas quero muito ler o tão falado livro Todo Dia. Já do Green, li dois livros, ACEDE, que amei muito, e Alasca, que já não gostei tanto assim. Will e Will está na minha lista de leituras (também quero poder ler todos os livros do Green e ter uma opinião final sobre ele), mas até antes da sua resenha, ele estava por último, mas agora, como amo livros divertidos e com temáticas juvenis, acho que vou colocá-lo como próxima leitura.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela