"Ligeiramente maliciosos" de Mary Balogh

segunda-feira, 22 de junho de 2015



Sinopse
Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.

Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.

Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.

Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?

~ ~ ~ ❤ ~ ~ ~

MA-RA-VI-LHO-SO! Simples assim. Ligeiramente Maliciosos é daquele tipo de romance que te arrebata logo na primeira página e você sem fôlego, não querer parar de ler, pois precisa continuar. É uma necessidade! Judith e Rannulf me conquistaram, muito mais do que o casalzinho sem sal do primeiro livro - de Ligeiramente Casados.

Primeiramente, Judith é filha de um pastor, por isso, sempre foi reprimida por sua família e também por ser muito bela e voluptuosa - aquele tipo de beleza que arrebata, magnetiza, mas ela não sabe de nada disso e acredita piamente que é feia e sem graça. Resignada de ter que ir morar na casa da tia rica como uma reles parente pobre e consciente de que será uma empregada de luxo, pela primeira vez na vida ela cede ao desejo de seu coração de experimentar uma louca e tórrida paixão com um desconhecido... E que desconhecido tudo de bom! Ambos dão uma identidade falsa e se entregam a um jogo de prazer e aventura.

O romance de Judith e Rannulf é realmente uma aventura deliciosa e um jogo de sedução que você sabe que terminará com os dois completamente apaixonados um pelo outro. E quando eles finalmente se reencontram depois e as máscaras caem, o romance fica ainda melhor. Judith é orgulhosa, forte e rebelde e não cede de jeito nenhum e nem tenta colher as "migalhas" que Rannulf quer lhe oferecer. Não. Ela quer mais, muito mais. Não basta ter um marido, filhos e uma casa rica. Ela quer se apaixonar, viver um grande amor, ela quer sentir-se amada e desejada. Ai ai ai... Mil suspiros! 

A família de Judith é um completo horror e é muito fácil odiá-los, exceto pela avó comilona que é uma fofa. Também conhecemos melhor a família Bedwyn que mesmo sendo orgulhosos, prepotentes, são unidos e prontos para lutar uns pelos outros. Continuo muito intrigada com Bewcastle que é meu personagem preferido. Pode parecer loucura de minha parte mas eu imagino Bewcastle como o ator Michael Christopher Sheen que fez o Aro Volturi. Frio, distante, calculista... Vou adorar ver a armadura dele ruir. Ahahaha!

Um dos motivos pelo qual eu gostei tanto dessa série é que os Bedwyns não são descritos exatamente como belos, mas que possuem um certo charme, uma presença marcante. Enfim, creio que essa série está se tornando uma das minhas queridinhas, lado a lado com a Bridgerton. 



Minha classificação para esse livro é de  5/6- "Excelente".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Ligeiramente maliciosos. Balogh, Mary. Editora Arqueiro, 2015, 




Link para o TOP COMENTARISTA do mês de junho.

6 comentários:

Emanoelle Souza disse...

já ouvi falar dessa serie e embora eu ame de todo o meu coraçao livros de época, ainda nao li nenhum livro da serie Os Bedwyns, adorei a resenha o livro pra mim ja é incrivel e com certeza assim que der vou ler todos os livros.

Mabel disse...

No momento estou lendo Ligeiramente Casados e estou amando!
Adoro romances históricos, eles são meus preferidos <3
Em breve irei ler Ligeiramente Maliciosos e pelo que li na sua resenha é uma história encantadora.... Beijos!

Maisanara F. disse...

Oi, já ouvi falarem muito bem da série várias vezes. Não sou muito de ler livros de romance, por isso não sei se vou ler mas até que achei interessante. Nunca li nenhum livro de romance de época então não se vou gostar, além de ser um romance. Bjus.

Jois Duarte disse...

Eu tô numa vibe de romances de época e a cada dia mais apaixonada pela Arqueiro pelo ótimo trabalho que vem fazendo com essas publicações. Acabei de ler os Hataways e os Bridgertons ♥
Minha próxima leitura será esta série. Amo mocinhas que não são sonsas e mocinhos decididos, mesmo que no início precisem de um certo empurrãozinho.

Samantha Corrêa disse...

Nossa me apaixonei pelo casal do ligeiramente casados e pelo q vc falou vou amar os casal desse! Eu adorei a sinopse do livro, infelizmente não tive a oportunidade de lê-lo ainda mas quero muito, amo romances de época, e esse pela forma como os dois se conhecem e depois o reencontro me chamou mto atenção!

Any disse...

Oi, Dominique!
Gosto muito de romances de época, e esse possue um enredo bastante interessante e diferente. Não li nenhum livro dessa série, mas Ligeiramente Maliciosos despertou minha curiosidade desde a primeira vez que li sua sinopse. Quero muito ler ele, ainda mais depois de ler sua resenha!
Bjos!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela