"Objetos Cortantes" de Gillian Flynn

terça-feira, 30 de junho de 2015



Curry gosta de dizer que repórteres são como vampiros. Não podem entrar na sua casa sem seu convite, mas, uma vez do lado de dentro, você não consegue expulsá-los até que tenham sugado todo o seu sangue. (Pág. 107)

Camille Preaker é uma repórter não muito bem sucedida, tanto na sua vida profissional quanto na pessoal. Recém-saída de uma clínica psiquiátrica, na qual havia sido internada para tratar da sua tendência à auto-mutilação, a jornalista é solicitada por Frank Curry, o editor-chefe do local onde trabalha, para cobrir crimes um tanto incomuns para uma cidadezinha do interior que poderiam render bastante para o seu jornal, já que Curry acredita que esses casos podem se tratar de assassinatos em série. 

Uma garota desapareceu e outra foi encontrada morta na "pacata" Windgap e Camille precisa passar alguns dias por lá para escrever sua matéria. O problema é que esta é a sua cidade natal e faz oito anos que não pisa naquele lugar, por motivos que ela mesma prefere esquecer. 

Durante a investigação e a preparação de sua reportagem, Camille necessita conviver com a mãe, o padrasto e a meia-irmã, além de outras pessoas que fizeram parte da sua vida anos atrás, e assim vai relembrando memórias da sua infância e adolescência, aos poucos desvendando mistérios de sua família e encarando o seu próprio passado. 

- Só acho que algumas mulheres não nascem para ser mães. E algumas mulheres não nascem para ser filhas. (Pág. 117)
Perturbador. Intrigante. Desconfortante. Surpreendente. Essas palavras são capazes de descrever esse livro, mas não são suficientes para isso. Objetos Cortantes mexe com a sua mente durante toda a leitura. Garanto que o caso das garotinhas, uma desaparecida e outra assassinada, não é o que mais irá te atormentar. O que realmente prende a sua atenção e te faz querer mais e mais da história é o mistério à cerca da protagonista.

Camille Preaker é uma personagem bastante intrigante desde o primeiro momento em que nos é apresentada. A sua personalidade, os fantasmas passados que a atormentaram algum dia e que continuam a ser motivo de tormento, tudo isso faz com que o leitor se esforce cada vez mais a cada página para descobrir e entender o que ela sente e o que se passa pela sua mente. 

Apesar de o mistério envolvendo a protagonista ser o foco principal da história, a investigação dos crimes em Windgap não fica para trás, afinal, eles são fundamentais para a construção do passado de Camille.  Não posso falar muito sobre a história, já que se trata de um suspense e qualquer informação pode ser um spoiler. O que eu posso dizer é que o trabalho da Gillian Flynn na construção dos personagens e de toda a trama foi incrível. Esse foi o meu primeiro contato com a autora e com  o thriller psicológico e gostei muito de ambos. Sem dúvidas pretendo ler outra obra da Gillian Flynn e desse gênero. 


Minha classificação para este livro é de ♥ 4/6-  "Muito Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores. 

Objetos Cortantes. Flynn, Gillian. Intrínseca. 2015, 254 p.





6 comentários:

Mabel disse...

Eu adoro a Gillian Flynn desde Garota Exemplar e tinha muita expectativa para ler outros livros da autora.
Achei Objetos Cortantes um livro brilhante. Essa sensação de desconforto da protagonista aliada a uma cobertura de assassinato certamente gerou um livro eletrizante.
Com certeza é uma leitura que não decepciona.

Any disse...

Oi, Gabrielle!
Não li nenhum livro da Gillian, mas gosto de thriller psicológico e esse parece ser muito bom, fiquei curiosa em relação a todo esse mistério envolvendo a protagonista. Valeu pela dica!
Bjos!

Maisanara F. disse...

Amo thrillers e acho que vou adorar esse livro. Nunca li nenhum livro da Gillian Flynn e com certeza vou ler, já estou bem curiosa, principalmente com esse trecho do livro! Bjus.

Emanoelle Souza disse...

gostei da resenha já tinha lido outras mais até agora nao tinha despertado o meu interesse, fiquei bem curiosa pra ler o livro, vou ler e espero gostar.

Mariele Antonello disse...

Bom, já tinha adicionado este livro na minha lista de leitura, mas esta foi a primeira resenha que li dele, e só reforçou ainda mais minha vontade de ler Objetos Cortantes, me deixou super ansiosa para ler de uma vez, acho que é
uma história muito boa, e me parece ser aquele livro que deixa o leitor curioso e sê lê muito rápido, adorei demais a resenha.

Alessandra Fernandes disse...

Só pelo livro ser escrito por Gillian Flynn, já temos ideia que já é bom. Ele entrou em minha "listinha" de desejados desde de quando foi lançado, e tenho certeza de que vou gostar, pois a cada resenha, fico mais ansiosa para ler, e aqui não seria diferente. Incrível!

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela