"Os Dragões de Titânia - A Dama da Montanha", de Renato Rodrigues

domingo, 26 de julho de 2015


As Bienais do Livro sempre são garantia de algumas coisas: diversão, filas e lançamentos da Editora Linhas Tortas! Seja no Rio ou em Sampa, a dupla dinâmica/casal 20 Renato Rodrigues e Eddie Van Feu sempre estarão lá, tão certo quanto 2 + 2 é 4, lançando algum livro que vai te encantar. Os dois estão sempre presentes nas minhas listinhas de compras, porque se tem dois autores que faço questão absoluta de tietar são eles. "A Dama da Montanha", terceiro livro da saga dos Dragões de Titânia, foi lançado na última Bienal do Rio em 2013 e foi o fim da minha jornada pelo Império de Titânia. Disse que foi o fim da jornada, mas não teve um gosto de adeus... (continuação? QUERO!)

Devo inciar exaltando o que, para mim, é a melhor característica de todos os livros da série: o humor. O humor rasgado, atual, presente em toda e qualquer circunstância da trama. Podem soar estranhas certas gírias e expressões mais atuais ou regionais nas falas dos personagens, mas essa já é uma característica marcante da saga, que coroa o mago Khosta como um malandro épico. Outra coisa que chamou a atenção durante a leitura foram os ganchos para os capítulos seguintes, que criam um suspense e, ao mesmo tempo, garante que você vai ficar preso à leitura até que veja a solução daquele problema. Uma sacada de mestre que prova que Renato está ficando cada vez melhor como escritor e não apenas contador de histórias, coisa que ele já faz magnificamente bem.

Na metade do livro nossa mente é bugada com alguns acontecimentos que nos deixam de queixo caído, sem conseguir acreditar que aquilo está mesmo acontecendo PELAMORDEODIN, SOCORRO, ALGUÉM ME EXPLICA O QUE TÁ "CON TESENO"! Nesse nível. E a resposta para tudo aquilo nos deixa ainda mais ansiosos para uma possível continuação, mas já com o coração na mão de tensão (nossa, desculpem a rima, foi sem querer). E um pequeno crossover entre os Dragões e os personagens da série Crônicas de Leemyar, da Eddie, também é muito interessante para quem acompanha as duas sagas (não é o meu caso, ainda vou começar em Leemyar. Olá, Bienal 2015!) e para quem não acompanha, fica o gostinho de quero mais, quero conhecer mais, saber mais, SENHOR, PRECISO COMPRAR!

Claro que o livro tem pontos negativos também. Um deles é a falta de explicação para algumas questões, que não explanarei aqui para não ter que dar spoiler. mas alguns personagens entraram na história sem dizer a que vieram, e algumas histórias ficaram com fios soltos. A resposta do autor para essa minha crítica foi que ainda "tem muita roupa pra lavar nessa Pensão (da Adria)". Ou seja: VAI TER CONTINUAÇÃO, SIM, E SE RECLAMAR VAI TER DUAS! Confesso que respirei aliviada, porque mal voltei com minhas malas de Titânia e já estava morrendo de saudades desses fanfarrões...


¸. • * '¨`* •.   Série Dragões de Titânia  ¸. • * '¨`* •.



#3 - A Dama da Montanha


Minha classificação para esse livro é de  4/6- "Muito bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Os Dragões de Titânia - A Dama da Montanha, Rodrigues, Renato. Editora Linhas Tortas, 2013, 280 p.


Um comentário:

Mariele Antonello disse...

Bom, no momento não me interessei muito por esse livro não, e depois de ler a resenha e saber que tem alguns personagens que surgem do nada e sem explicações me deixou desanimada, pois sei que se eu lesse o livro ia odiar essas partes, então no momento não pretendo ler, mas sua resenha está muito boa.

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela