"Samyaza", de Suzy Ramone

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Aí é que você se engana, meu caro! Lúcifer abriu meus olhos para o mal e é isso que eu quero espalhar por esta terra. O mal!
AI QUE MEDA!

Esse aí é o Samyaza, Samy, para os íntimos. Coloquei logo essa frase pra mostrar que, não, não é mais um livro sobre vampiros human friendly bonzinhos, vegetarianos e apaixonados, nem sobre anjos caídos bonzinhos e apaixonados. Esse livro é sobre o Samyaza, e Samyaza não é bagunça não, meu bem! Samyaza é um vampiro/anjo caído old school, daqueles que quer ver o circo pegar fogo. E, sim, esse livro é sobre demônios, anjos caídos, vampiros malvados e viscerais, anjos guerreiros e o Cão. Se você não aguenta, afaste-se já desta resenha.

Já que você decidiu continuar, vamos à obra. Samyaza era um dos anjos de Deus, assim como Miguel, Gabriel, Rafael e Lúcifer. Ele e seu exército se afastaram do Criador por motivos de: sexo. Sim, sexo. Eles viram a criação de Deus (o ser humano) e se amarraram nas mulheres, e viram como os bebês eram feitos e pensaram QUERO! Aí decidiram abdicar da vida celestial para descer à Terra e ter relações com as mulheres; não foram expulsos como Lúcifer, nem se rebelaram contra Deus. Da união entre anjos e mulheres humanas nasceram os gigantes (isso está na Bíblia. Pois é), e depois geral foi varrido da Terra pelo Dilúvio. Samyaza tinha uma esposa chamada Mirrin e eles acabaram condenados a vagar pela Terra em diversas reencarnações, mas nunca deveriam se encontrar, pois o portal para o Inferno seria reaberto e os demônios acabariam com o mundo. Mas é claro que Samyaza não é desses que segue regras, ainda mais divinas, e muito menos satânicas... Em sua encarnação como o roqueiro Dani Stroke, ele desencadeia uma treta literalmente maligna, vai parar no Inferno e renasce como vampiro.

Anjos celestiais, arcanjos, anjos caídos, Lúcifer em sua pior forma de bode chifrudo e de cascos fendidos, vampiros, a condessa sangrenta Elizabeth Bathory, anjos corintianos (piada interna, só lendo pra saber. Se eu der mais detalhes vira spoiler) e humanos fazendo humanices. É nesse nível. São batalhas sangrentas, torturas infernais (literalmente falando) mais sangrentas ainda, vampiros sem nenhum glamour e uma história milenar como pano de fundo que deixa tudo mais interessante. E Samyaza é um personagem incrível, dual, apaixonado, cruel, só quer ver o caos mesmo e tá pouco se fo***do pra Humanidade, pra Deus e pra Lúcifer, principalmente. Outro personagem interessante é o "anjo de asas bicolores" (se eu disser o nome da espécie também vai ser spoiler. Pois é, lidem com isso. A culpa não é minha, vocês é que não gostam u.u), o modo como foi criado, o porque, como surgiu, tudo é interessante porque é a primeira vez que vejo um ser assim e essa é a novidade bem vinda no meio das outras criaturas já conhecidas.

A primeira parte do livro foi o primeiro escrito da autora Suzy Ramone e foi lançado na forma de um conto: O Anjo Maldito. Ela foi totalmente reescrita e narrada por outro personagem para fazer parte deste livro, que seria a continuação do conto, que contaria o que aconteceu depois dos fatos narrados. Mesmo tendo sido reformulada, dá para sentir uma diferença IMENSA entre a parte 1 e a parte 2 do livro: a segunda é infinitamente melhor escrita e a primeira é um tanto confusa. A narrativa de Suzy é bem rápida e seca, sem muitos detalhes e descrições, o que é bom e ruim ao mesmo tempo: é bom por ser uma leitura ágil, mas é ruim porque ficamos sem conseguir imaginar certas coisas. E sempre fica aquela sensação de que poderia ter mais coisa. Mas, no geral, é recomendado para quem curte uma boa história de horror daquelas clássicas e não tem medo de bicho papão. Mas uma coisa infelizmente deixou a desejar para mim: o final. Foi épico, mas ao mesmo tempo me decepcionei com as atitudes de um personagem... Tá bom, tá bom, me decepcionei com o Samyaza, pronto! Achei que ele teria um final, digamos, mais grandioso, e é realmente uma BOSTA eu não poder falar mais sem dar spoiler! Digamos apenas que eu pensei que, depois do final, ele teria um papel mais importante nessa coisa toda de Céu, Inferno e Terra. E o epílogo é de fazer cair os ânus das nádegas, e deixa com aquela cara de CARALEO! Bem que podia ter uma continuação, hein, dona Suzy? Nunca te pedi nada.

Então, é isso. Se quiser saber mais, ou se gostou a história, entre em contato com a autora pela página no Facebook, aproveite e dê uma olhada também em sua página de artesã (ela tem umas criações realmente lindinhas. E olha que não sou de fazer jabá!), Artes da Suzy.

Minha classificação para esse livro é de  3/6- "Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Samyaza, Ramone, Suzy. Editora Literata, 2013, 278 p.


Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela