{Filmes} Maratona Star Wars - Episódios I, II e III

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015


Rélou, pipou! Como vão vocês? Aposto como vocês estavam morrendo de saudades das minhas maratonas, né? (só que não). Depois da #MaratonaMarvel que deixou a chefa Dominique de saco cheio e cabelo em pé, dessa vez resolvi fazer uma #MaratonaStarWars por motivos de: estreia de "O Despertar da Força" em dezembro. E porque eu não vi a primeira trilogia. ME PROCESSEM!

SIM, BRASIL! Vocês já estão carecas de saber que sou noob de carteirinha e passo longe de ser nerd (todo amor aos nerds). Eu assisti ao primeiro episódio da saga provavelmente no ano em que estreou, 1999, ou em 2000, por aí, em DVD. Na época eu tinha 11, 12 anos e não entendi bolotas da história, mas gostei do filme. Assisti ao segundo também, em alguma época obscura que não me lembro e o terceiro vi no cinema. E depois eu jurei que iria ver a trilogia antiga. E não vi. Tragam a septã de Game of Thrones com o sininho e dizendo shame, por favor. Mas eu não sou tão alienada assim, eu conhecia mais ou menos a história (ora, quem não conhece Darth Vader?) e sempre soube da importância da série mais pop da atualidade. Então, esse ano, por causa da estreia do novo filme, resolvi tirar a poeira da ideia e fazer a maratona que queria ter feito desde que vi "A Vingança dos Sith". Abaixo, minhas impressões sobre os filmes da segunda trilogia. Ou seria primeira? Ah, vocês entenderam...

EPISÓDIO I - A AMEAÇA FANTASMA (1999)


15 anos separam a Karine que assistiu ao primeiro filme em DVD dessa Karine que baixou ilegalmente assistiu agora. E continuo não entendendo nada da história (Kkkkkkkkkk! Sou retardada a esse nível) Tá, entendi alguma coisa, mas sempre sentia que estava deixando alguma coisa escapar. Lá no meu Facebook eu fiz uma pequena lista, que reproduzo aqui com análises. Vamos ver:

* "O que ta con teseno?" - Essa era a pergunta que eu me fazia durante quase todo o filme. Ah, vá, a história era complicadinha pra gente noob como eu. Me perdi entre Federação, Naboo, termos comerciais, burocráticos, etc. Tinha que me obrigar a focar e a voltar às vezes para tentar entender alguma coisa. Mas não sou tão burra assim, eu entendi o básico.

* "Xentiiiii, Liam Neeson era jedi! Já foi jedi, já foi Zeus, já pode ZERAR A VIDA!" - É, na época eu nem sabia quem era Liam fucking Neeson, o mito, divo intergalático, e eu nem lembrava que ele estava nesse filme e que era o mestre de Obi Wan. PARA DE MITAR, LIAM! 

* "Me abraça, Anakin!" - Pense numa criança fofa, linda, amor puro no coração? O ator que fez o Ani era isso tudo, e ainda era um bom ator (por onde anda, aliás?). Eu era criança quando vi pela primeira vez, mas já sabia que aquela coisinha fofa seria o Darth Vader no futuro e, sim, já o amava, porque tenho uma queda por vilões que só pode ser doença.

* "Padmé pedófila" - Peraí, a rainha de Naboo tinha 14 anos na história (joguei no Google) e o Anakin tinha 9? MAS COMO ASSIM, PRODUÇÃO? Claaaaaaaro que nesse filme não há nenhum tipo de sugestão de um futuro relacionamento entre os dois, mas que foi esquisito pensar que eles se apaixonarão nos próximos, isso foi. Nada contra a diferença de 5 anos entre os dois. Só foi... esquisito pensar nisso.

* Obi Wan coisa rica da titia!" - Sério, o que foi Ewan McGregor novinho nesse filme? Que pessoa mais linda, Brasil! Quero embrulhado pra presente com direito a sabre de luz e tudo.

EPISÓDIO II - O ATAQUE DOS CLONES (2002)


Resumo de Ataque dos Clones:

* Passaram-se 10 anos. Para o Anakin, 10 anos. Para a Padmé, nem um dia. Para o Obi Wan, 20 anos. Pense num envelhecimento desregulado.

* Anakin na linha de frente da friendzone o filme todo, para sair só aos 45 do segundo tempo. Tadinho, Padmé! Não se faz isso com um padawan tão bonitinho...

* Como é que a Padmé deixou de ser rainha e virou senadora? Teve impeachment? #ForaAmidala ou coisa assim? (depois foi explicado, eu entendi que ser rainha era um cargo com mandato e tals).

* Anakin leva patada de todo mundo: do Obi Wan, da Amidala, do Conselho Jedi, seu e de mais 44 pessoas. Até da vida o jovem levou um coice, e foi nessa parte que eu mais quis abraçá-lo, e foi NESSA PEQUENA PARTE que tocou a Marcha Imperial e eu já fiquei toda arrepiada. Não me admiro o moço ter ido pro lado negro... Nada como um jovem cheio de rebeldia adolescente, poderoso e arrogante.

* SARUMAN LUTANDO CONTRA YODA, MEU DEUS, QUE ISSO, BRASÉL! (aliás, mudaram aqui no Brasil o nome do personagem de Dooku para Dookan, por motivos óbvios, e eu só conseguia pensar naquela dieta que só pode mesmo ser coisa do lado sombrio).

EPISÓDIO III - A VINGANÇA DOS SITH (2005)


E, finalmente, meu filme preferido da trilogia! Vamos aos fatos:

* Hayden Christensen foi um bom Darth Vader SIM e se reclamar refaço a trilogia antiga toda com ele no papel. Ele conseguiu captar bem o desespero do Anakin e, por consequência, os motivos que o levaram para o Lado Negro. 

* ME ABRAÇA AQUI, VADER! DEIXA EU FAZER UM CAFUNÉ NESSE CAPACETE! - Porque eu tenho muito amor por vilões, e me identifiquei com a dor desse rapaz. A cena da transformação dele em Darth Vader me arrepia TO-DI-NHA até hoje! Para os fãs, então, deve ter sido orgasmos múltiplos! Eu, que sou tarada por vilões, me apaixonei pelo Anakin e sua confusão, e aqueles olhares meio enlouquecidos são tudo! A luta final com o Obi Wan é épica e o nascimento dos gêmeos, muito emocionante. 

* PORRA, PADMÉ! Você foi diva, mas se deixar morrer assim e abandonar os filhos não foi legal!

* Saudades padawanzinhos mortos pelo Anakin...

Então, essa foi minha análise séria e minuciosa dos três primeiros episódios da saga. Eles não eram novidade para mim, mas a próxima trilogia é, então aguardem mais postagens noobs da minha Maratona Star Wars! Espero que gostem e comentem, e façam essa jovem padawan poser feliz.

Porque essa cena... é essa cena.

Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela