{Filmes} Maratona Star Wars - Episódios IV, V e VI

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015


Enfim chegou dezembro, aquele mês que todos nós esperávamos por motivos de férias, Natal, STAR WARS! Em homenagem ao lançamento de "O Despertar da Força", novo filme da saga, resolvi fazer uma Maratona Star Wars. Só que, vocês sabem, não sou nerd como os outros que estão fazendo maratona: eu ainda não tinha visto os filmes da trilogia antiga. Depois de me aprofundar no universo da trilogia mais recente (você pode ler o post AQUI), adentrei no campo da primeira, que não conhecia. Abaixo vocês poderão ler as impressões de uma fã noob poser e modinha dos filmes clássicos de Star Wars. ATENÇÃO: se você é muito fã, daqueles chatos e revoltados, pare de ler esta resenha AGORA!


EPISÓDIO IV - UMA NOVA ESPERANÇA (1977)


* Esse Han Solo é  MELHOR PESSOA DE TODAS AS GALÁXIAS EVER! Onde eu clico pra arranjar um pra mim? Já disse o quanto adoro personagens cínicos, irônicos e sarcásticos? E esse, então, é uma gracinha... E o dublador brasileiro fez um trabalho incrível com o personagem, enriqueceu ainda mais seu jeitão malandro.

* Obi Wan, como você tá velho, moço! Como não pensar no Ewan delícia McGregor ao ver o velho Ben Kenobi? Saudades de quando ele era novinho e saía arrancando pernas e braços de seus pupilos... #bonstempos

* Leia periguete: formando triângulos amorosos inúteis desde 1977 (triângulo amoroso inútil, sabe qual é, aquele que você vê claramente que o casal está apaixonado e vai rolar um sentimento, mas a garota insiste em achar que gosta de outro? Você já deve ter visto muito isso nos livros) Pare de brincar com os sentimentos das pessoas! Aprendeu com a mãe a colocar os pobres bonitinhos na friendzone? 

* Reação à primeira cena do Darth Vader: ME ABRAAAAAAÇA, ANAKIIIIIIIN! Não soube lidar. Pra mim era o Anakin mesmo dos filmes anteriores ali dentro e PONTO. Me julguem. Tinha acabado de ver "A Vingança dos Sith" e meu psicológico estava abalado. u.u


EPISÓDIO V - O IMPÉRIO CONTRA ATACA (1980)


* "Luke, eu sou seu pai" - EITA, LUKE, SEGURA ESSE FORNINHO! - Nunca tinha visto essa cena, e foi emocionante. Isso prova, meus queridinhos, que saber spoiler não tira a graça de um acontecimento. LIDEM COM ISSO.

* Yoda bonequinho com voz estridente é demais para quem viu primeiro o jedi todo trabalhado na computação gráfica... Mas não deixa de ser um dos melhores personagens. As cenas do treinamento dele com o Luke foram muito legais. E ele era mais engraçadinho antigamente.

* Leia periguete: pára que tá feio, moça. Decida-se. Beija Luke, beija Han, só faltou beijar o Chewbacca. Beija um pra fazer ciúme em outro, age como se odiasse, mas depois diz que ama... Assim não tem como te defender, Altezíssima. Aliás, a cena do "eu te amo - eu sei" quase me deu vontade de fazer o Leônidas de Esparta e chutar o Han logo dentro do congelador, até que meu amigo mestre jedi Renato Rodrigues me contou o que houve nos bastidores para que a cena saísse daquele jeito. Aí sim me convenci: era mesmo a cara do personagem dizer aquilo.

* Já tinha reparado que o R2 é o ser mais sensato de todos os 6 filmes? O mais esperto, inteligente e sagaz? Pois é. Sempre salvando o dia. Onde compro um desses para me ajudar na vida? Até porque adoro aquele gritinho que ele dá.

* E esse Lando com cara de cantor romântico brega dos anos 80? Fdp duas caras do cacete! Não, péra. Ah, ele é legal. Ah, bom.

* AIMEUDEUSDOCÉU, O HAN VIROU PICOLÉ DE SOLO! SEM OR! E AGORA, BRASÉL? 


EPISÓDIO VI - O RETORNO DE JEDI (1983)


* Luke todo trabalhado no visual preto estilo "será que eu vou pro Lado Negro da Força"? Adoooooorooooo! Seu pai começou assim, fera, mudando o guarda-roupas. O personagem mostra amadurecimento já desde os primeiros momentos em que aparece: está mais sério, mudado, com cara de jedi treinado... Gostei do estilo, jovem.

* Darth Vader e Luke se tratando um ao outro por pai e filho é MUITO FOFO, BRASIL! Sim, eu achei fofo, dá licença? A essa altura do campeonato já estou fã do Anakin malvadão que nem é tão malvado assim, e entendo perfeitamente porque seu personagem encantou gerações e virou um ícone da cultura pop.

* Leia periguete: se já sabia que o Luke era seu irmão (veja bem, ela disse que sentia que sabia!) POR QUE BEIJOU ELE, CACETE???? Apesar desses momentos "mocinha de livro romântico" a princesa se mostrou uma personagem maravilhosa no final das contas: forte, decidida e corajosa. E, vamos combinar, aquele Jabba era nojento, me faz lembrar alguns homens... Acho que toda mulher conhece um Jabba The Hutt, não?

* Eles podem ser badasses, mas pra mim os Ewoks são ursinhos fofinhos rebeldes. Ponto. Não deu pra levar a sério. Queria abraçar todos eles, e amassá-los igual a Felícia.

* QUE FINAL LINDO! VOU CHOREI! Adoro finais redentores! Gosto quando o vilão se redime de seus erros no final, acho bonito, principalmente quando foge dos velhos clichês novelescos: morte, prisão, loucura, suicídio. Aqui no caso o Anakin passou dessa para o lado iluminado da Força, mas antes disso salvou o filho da tortura nas mãos de seu mestre, o imperador, e por isso acabou morrendo. E a cena dele sem máscara... E a cremação... E O FANTASMA DELE SE JUNTANDO AO OBI WAN E AO YODA! Vou chorar de novo. E eu vi a versão remasterizada, então quem apareceu ao lado dos mestres foi o Hayden Christensen, e, SIM, eu achei incrível a inserção, me deu um arrepio, e eu chorei e eu AMEI, ME JULGUE, FANDOM!

Mesmo com a carinha safada eu sou #TeamHayden
Eu realmente não acredito que levei tantos anos para assistir à primeira trilogia de Star Wars! Não creio que eu deixei a ideia de vê-los para tanto tempo depois, mais de 10 anos! Foi interessante para mim vê-los pela primeira vez agora, em 2015: mesmo conhecendo a história, sabendo os acontecimentos mais marcantes, e com tanta tecnologia disponível hoje em dia achei incrível! Alguns efeitos são toscos? Sim, mas sempre pensava, durante a exibição, em como aquilo deveria ter sido chocante para os expectadores da época. Em alguns momentos eu nem me tocava que estava vendo um filme da década de 70/80, pois a história é tão cativante, e tudo é tão à frente do seu tempo que eu nem sentia a diferença. Star Wars tem mesmo algo de mágico, e acho que só pode mesmo ser a Força que toca em cada um que assiste aos filmes, seja em qual época for. Contagiante! Agora que senti a Força despertar em mim, estou pronta para a nova aventura. E que venham muitas outras!

P. S.: Me recusei a assistir ao trailer de "O Despertar da Força" antes de ver os filmes. Assim que terminei de ver "O Retorno de Jedi" fui correndo no YouTube pra ver e só digo uma coisa a vocês: me arrepiei todinha! CHEGA LOGO, 16 DE DEZEMBRO!



Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela