"Jogos do Prazer" de Madeline Hunter

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016




Sinopse

A bela Roselyn Longworth já aceitou seu destino. Depois que o irmão fraudou o banco em que era sócio e fugiu do país levando o dinheiro dos clientes, suas finanças ficaram arruinadas, assim como suas chances de conseguir um bom casamento. Por isso foi fácil acreditar nas falsas promessas de amor de um visconde. Mas a desilusão não demorou a chegar: quando Rose não se sujeitou a seus caprichos na cama, o nobre se vingou leiloando-a durante uma festa em sua mansão. Ela acredita que o destino lhe reserva um fim trágico. Ainda mais ao ser arrematada por Kyle Bradwell, um homem que venceu na vida pelo próprio esforço, mas não é bem-vindo nos círculos mais exclusivos. Mas a jovem é surpreendida pela atitude dele, que a trata com um respeito e uma gentileza que ela não recebia desde antes do escândalo envolvendo o irmão. Quando Rose finalmente descobre o que está por trás do comportamento de Kyle, é tarde demais: já foi fisgada pelo homem que conhece seus segredos mais íntimos.

~ ~ ❤ ~ ~

Faz algum tempo, eu tenho observado que as autoras de romances históricos tem realmente dado um toque mais dramático a vida de suas heroínas, principalmente no que diz respeito as suas reputações. Naquela época, a sociedade possuía uma visão de que as mulheres tinham que ser honradas, puras e devotadas a Deus e a família. Uma mulher que era pega em flagrante cometendo qualquer ato libertino, se o homem em questão não aceitasse casar-se, ela ficaria eternamento com a honra manchada e nunca mais poderia frequentar os mesmos ambientes da aristocracia.

A história de Roselyn Longworth é linda, mas também muito triste, possuindo um toque bem dramático. Ela é prima de Alexia Welbourne que teve sua história contada no primeiro livro da Série Rothwell Brothers e se casou para tentar salvar a fortuna dos primos. Orgulhosa demais para aceitar ajuda do Lorde Hayden, marido de sua prima, a quem ela acredita ter sido o causador da sua ruína, ela prefere sucumbir a pobreza e a fome, colocando-lhe em uma posição em que não há muitas escolhas a serem feitas, senão se tornar amante de algum lorde interessado em sua beleza. Ingênua e inocente, ela cai nas mãos de um nobre que a seduziu com promessas de amor e depois estupidamente a trata como se ela fosse a mais infame das mulheres.

É claro que Kyle Bradwell a salva de ser leiloada e usada, mas não o seu orgulho e coração feridos. Apaixonado e encantado pela beleza de Rose, mesmo ela sendo uma mulher desonrada, não muda o fato de que eles são de universos diferentes. Rose da aristocracia; Kyle, filho de mineiros, que teve a sorte de possuir um padrinho entre a nobreza que lhe proporcionou estudos e as melhores faculdades. Embora eles se entreguem com paixão um ao outro todas as noites após o casamento, um não consegue alcançar o coração do outro, pois várias barreiras são erguidas. 

Até o momento, a história de Rose e Kyle é a minha preferida. Ainda temos a alegria de rever os personagens dos livros anteriores e matar a saudade. Não sei o que aconteceu, mas eu pulei a leitura do segundo livro - Lições do Desejo. Li o terceiro que é este e agora estou no quarto e último livro da série, matando a curiosidade sobre o enigmático Christian, o senhor da família Rothwell. Apreciei bastante como Madeline Hunter aprofunda a história de seus personagens, não tratando apenas do romance, mas também atribuindo-lhes dores, desafetos, dramas e corações partidos. A história se tornou mais real para mim! Ponto para a autora. Recomendado!



Minha classificação para esse livro é de  4/6- "Muito Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Jogos do Prazer. Hunter, Madeline. Editora Arqueiro, 2015, 240 p.


Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela