{Séries} Versailles

sexta-feira, 25 de março de 2016


OLÁÁÁÁÁ A TODOS! Antes de mais nada queria avisar que não morri nem abandonei o blog. Estou sumida por motivos de arrumei um emprego ano passado e o cansaço tem sugado todo o meu tempo livre. Por ser um trabalho que exige bastante da mente, no tempo que tenho livre eu só consigo dormir e assistir séries (até pra ler tá difícil, pra vocês sentirem o drama). Então, como fui ameaçada pela Dominique resolvi fazer esse post de retorno falando de uma série que assisti no ano passado e que mais ninguém no Brasil viu: Versailles!

Todo mundo que me conhece sabe que eu sou tarada pela série Vikings, sou super fã, fiquei viciada quando vi as três primeiras temporadas e que crushei fortemente o Athelstan, meu personagem favorito. Quando soube que o ator George Blagden estava envolvido em outra série eu logo corri atrás para saber e fiquei ansiosa esperando a estreia. A grande tragédia é que a série foi exibida somente na TV francesa (embora seja uma produção anglo-francesa com atores ingleses e falada em inglês... Vai entender) e pouca gente aqui conhecia, então foi difícil nos primeiros episódios para conseguir um bom link para download e tive que esperar muuuuuuito pelas legendas (a sorte foi que uma equipe de legendagem era super fã de Vikings e aderiu à nova série. Amo vocês, Legenders InSanos!), mas no final das contas consegui assistir tudo. E não me arrependi!


A série começa mostrando um rei Luís XVI traumatizado pela guerra e trancafiado no palacete de caça real, Versailles, junto com sua corte. Ele mostra-se extremamente paranoico e com mania de perseguição, e mantém a corte junto dele para que possa vigiar a todos de perto, nutrindo o sonho de transformar o palacete no centro da realeza francesa. Vemos, então, a construção do palácio que depois virou um ícone, as intrigas da corte do Rei Sol e os amores/loucuras/paranoias de Luís.

Sim, eu me interessei pela série por motivos de George Blagden, mas quem mais chamou minha atenção e roubou meu coração foi Mounsieur, ou Philippe, ou o Duque de Orleans, o irmão do rei, a pessoa mais sensacionalmente deliciosa da série! Interpretado magistralmente por Alexander Vlahos (de Merlin), o duque divônico mita do início ao fim! Ele é gay, é casado mas tem um caso sórdido com o Cavaleiro de Lorena que não é segredo pra ninguém, se veste de mulher (e dá uma surra num cara usando espartilho e salto alto e ESSA CENA FOI ÉPICA DEMAIS) e além de tudo é um excelente guerreiro, que vai pra linha de frente da guerra com toda a fúria mas sem perder a elegância, porque ele é desses. MELHOR, PERSONAGEM. EVER! Sério, eu queria casar com ele! Deixava até ele ter quantos amantes quisesse. Essa riqueza do personagem se mostra por ele sempre viver à sombra do irmão, e muitas de suas atitudes são apenas para mostrar à corte e ao mundo que ele é inofensivo, o que não é bem verdade, mas foi assim que ele entrou para a história, como o irmão excêntrico do Rei Sol. Mas que ele é uma gracinha e tem um cabelo incrível, isso é.



A parte mais legal da série, além do Monsieur, são as intrigas da corte, as maquinações dos inimigos do rei e sua esperteza. Sério, o cara era um mito! Doido de pedra, mas mito. Temos alguns mistérios, MUITAS cenas de sexo bem quentes (estamos falando de uma corte real francesa, por favor, queremos mais é nudes!) inclusive cenas de sexo gay, e aqui eu preciso dizer, só a nível de curiosidade, que a série na França tem classificação 12 anos (e no Brasil estamos preocupados com beijo gay às 22h...). Pra quem gosta de uma boa história política, fofocas de corte, figurinos INCRÍVEIS, direção de arte excelente, atuações fantásticas (Sim, o Athelstan saiu totalmente do George, não ficou nada do meu monge preferido. O cara mandou muito!), cenários lindos, enfim, procure aí na internet que você vai achar. Antes mesmo da estreia da primeira temporada, que demorou um pouco, uma segunda e uma terceira temporada foram encomendadas; a segunda já começou a ser gravada em janeiro (UHUUUUU!), só por isso já dá pra saber que foi um sucesso. Em fevereiro a série estreou na TV inglesa pela BBC. Ah, e preciso comentar que é uma das séries mais caras da história já. Dei motivos suficientes? Se não, aqui vai mais umas fotos do Philippe como incentivo.


Percebe, Ivair, a petulância do viado?





Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela