"Redenção e Submissão" de Nana Pauvolih

segunda-feira, 16 de maio de 2016



Sinopse

Matheus, mais conhecido por Matt, forma com Arthur e Antônio o trio de amigos inseparáveis desde a infância. Já na adolescência, o grupo começou a descobrir os prazeres do sexo e da realização das fantasias frequentando o clube Catana. Matt se tornou um dos mais admirados e respeitados Dom, como são conhecidos os dominadores nos clubes de BDSM, sigla que envolve "Bondage, Disciplina/Dominação, Submissão/Sadismo e Masoquismo". Uma verdadeira máquina de sedução especializado em Shibari, a técnica oriental de imobilização, que deixa as submissas encantadas. 

Matt sempre conseguiu levar a vida administrando o lado “oculto” com rotina de bom moço. Na adolescência, sentia-se diferente por ter prazer com as práticas sadomasoquistas. Estudou psicanálise, filosofia, dualidade emocional para tentar entender a si mesmo. Até que chegou a uma conclusão: não era anormal. Como todo mundo, possuía dois lados. O desejo de dominação e o prazer em ter uma mulher submissa de forma consensual não o impediam de ser um cara romântico, que sonha em casar e ter filhos. 

Mas enquanto não encontra o par perfeito, Matt vai se divertindo no clube Catana. E é justamente lá que ele conhece Sophia, uma típica dominatrix, também apreciadora das práticas de BDSM. Ambos eram muito parecidos em seus desejos e vontades. A atração sexual latente era apenas a ponta do iceberg, que os unia e conectava. Coincidentemente, Sophia, uma bela morena que volta a morar no Rio de Janeiro após anos vivendo em Portugal, é a mais nova contratada da agência e operadora de turismo, VIATGE, de propriedade do pai de Matt, Otávio. 

O convívio diário dos dois torna-se uma imensa atração sexual. Não demora muito para descobrirem que um sentimento mais profundo está em jogo. Mas antes disso, segredos devem vir à tona e a troca de confiança se tornar uma realidade. O que será um processo difícil para Sophia, que ainda hoje não lida bem com traumas do passado. Mas Matt é conhecido pela persistência e resolve investir na relação depois de descobrir o poder de Sophia em despertar o que havia de mais intenso e desconhecido em seus sentimentos.

~ ~ ❤ ~ ~

Mais uma vez, Nana Pauvolih me conquista por sua escrita inigualável, repleta de sedução, aventuras e cenas picantes. Ela já provou que é a voz da literatura erótica no Brasil e o mundo merece conhecê-la!

Desde o primeiro livro - A redenção de um cafajeste", eu tinha uma enorme curiosidade de conhecer a história de Matheus, principalmente, pelo fato de que ele se apaixonou por Maiana, esposa do seu melhor amigo. Mas também por ele ser um homem íntegro, doce e romântico, mas também ser um dominador nato. Na minha cabeça essas características não se encaixavam, pois quando pensamos em um Dominador, pensamos em um cara bruto, durão, estilo machão bem intenso, e Matt não é nada disso e consegue ser ainda melhor.

A história de Matt e Sophia é praticamente uma guerra, um jogo de poder. Ele é um Dominador, ela é uma Dominatrix, mas que sentem um pelo outro uma enorme atração, capaz de incendiar tudo por onde passam. Matt quer um romance, casamento e uma submissa para chamar de sua. Sophia quer um submisso, mas nada de romances, apenas sexo selvagem. Até nesse quesito, ambos são completamente opostos, mas extremamente certos um para outro. 

Durante a história, Nana Pauvolih descreve com detalhes o mundo do BDSM e seu funcionamento - nada parecido com as balelas que lemos em 50 tons de cinza. Esqueça esse livro, ele não descreve metade do que realmente ocorre entre um Dominador e uma Submissa. Finalmente, compreendi um pouco mais que é uma relação consensual e que não tem nada a ver com agressão física a mulher. Aliás, a história de Sophia deixa isso bem claro! Ela é uma mulher poderosa, dura, possessiva e sexualmente bem resolvida, mas que sufoca seu lado romântico, o desejo de possuir uma família por puro medo de ser ferida, de perder tudo e não ser amada. 

Se você gosta de histórias muito, muito picantes, leia o livro! Super recomendo!


Minha classificação para esse livro é de  4/6- "Muito Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

Redenção e Submissão. Pauvolih, Nana. Editora Fábrica 231, 2015, 


Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela