"O Adulto", de Gillian Flynn

segunda-feira, 19 de setembro de 2016


Sou apaixonada pela escrita da Gillian, e quando vi divulgação deste novo livro dela, fiquei empolgadíssima para comprar. Confesso que quando vi que era apenas um conto e estava por quase 30 reais, desisti e comprei o ebook. Confesso também que depois de ler me arrependi, pois a história criada por Gillian é sensacional!

Uma jovem que não tem nome atribuído, desde nova precisou aprender a se virar e assim leva sua vida praticando alguns golpes. Sua maior habilidade é perceber o que as pessoas querem ouvir. Ela trabalha atualmente em um lugar chamado Mãos Espirituais. Neste lugar, esoterismo e previsões para o futuro são feitas, mas nos fundos, mulheres masturbam homens que vem em busca de entretenimento. Após adquirir síndrome do túnel do carpo por seus trabalhos manuais, ela é chamada por sua chefe para trabalhar com as previsões e permanecer atendendo apenas seus clientes mais antigos.

Susan Burke se torna a nova cliente da jovem. Susan está com problemas em casa e acredita que seu enteado está possuído por algo sobrenatural. A jovem vê em Susan um novo jeito que ganhar dinheiro, e passa a trabalhar como "zeladora espiritual" na mansão da família. Após algumas visitas a falsa vidente passa a crer que a casa realmente possui algum mal. Coisas muito estranhas estão acontecendo ali.

Apesar de se tratar de um conto, a autora teve o maior cuidado para construir ótimos personagens. Gillian conseguiu construir uma história de terror que me deixou vidrada, e que quase me fez chorar quando chegou ao fim. O conto se conclui com uma reviravolta bem inesperada, e me deixou meio dividida. Não sei dizer se gostei ou não, mas achei genial da parte da autora!

"O Adulto foi escrito por Gillian a pedido de George R. R. Martin e publicado pela primeira vez em uma antologia organizada pelo autor."


Minha classificação para esse livro é de ❤ 6/6- "Obra-prima".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

O Adulto. Flynn, Gillian. Editora Intrínseca, 2016, 64 p.



Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela