"À Primeira Vista", de Nicholas Sparks.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017


Quem me conhece sabe que sou fã dos romances do Nicholas Sparks, e que duas decepções da minha vida com relação a ele foram "O Milagre" e "À Primeira Vista". Quanto a este segundo, (como é de praxe, se tratando do autor) a trama já começa tensa, e acaba mais tensa ainda. Não digo que foi uma decepção completa, até porque a segunda parte do livro me agradou bem mais do que o começo dele, mas ainda assim, o livro não atingiu minhas expectativas e me deixou bem decepcionada. Calma, vem que vou explicar...

"À Primeira Vista" é basicamente uma continuação de "O Milagre", e apesar desta história se passar após a história de "O Milagre", acho que não é necessário ler os dois na ordem, pois as tramas apenas se completam, sendo distintas. No primeiro livro, Jeremy e Lexie se conhecem e se apaixonam... a trama é basicamente isso. Neste segundo livro, Lexie descobre que está grávida. Jeremy, apaixonado pela mulher, pede-a em casamento e planeja construir uma vida junto com ela e o bebe que está por vir. Ele se muda para Boone Creek, a cidadezinha de Lexie, já que ela acha que ali é melhor para se criar uma família do que em Nova York, cidade onde Jeremy mora.

Lexie me irritou durante todo o livro. Está certo que ela passa por todo o estresse e variações típicas de humor que toda mulher sofre nessa fase, mas algumas atitudes dela me deixaram abismada e com a sensação de que ela era uma menininha, e não uma mulher. Um exemplo disso é o fato de ela se importar demais com a sua vizinhança e não deixando Jeremy dormir em sua casa. Gente, fala sério, eles estão noivos, ela está grávida, mas ainda assim não quer que seus vizinhos vejam que eles passaram a noite juntos? Oi?

Jeremy, que escreve artigos para uma revista está sofrendo com um bloqueio criativo e há tempos não consegue escrever nada. Os artigos que tinha reservado com seu editor está acabando e as cobranças de seu chefe começa a deixa-lo desesperado.

Doris, avó de Lexie, é uma personagem que acaba se sobressaindo na trama. Ela tem ótimos conselhos para dar ao casal, mas não é do tipo que se intromete, sabe? Seus sábios conselhos são o ponto alto da trama e graças a ela que eu conseguisse tirar um proveito de toda a leitura.

A trama é muito conturbada desde o começo, mas ao mesmo tempo é bem realista e quase palpável. Os personagens sofrem problemas reais e nos emociona. Demonstram os medos e angústias que este jovem casal passa com a noticia inesperada de serem pais, demonstrando também todo o amor e companheirismo, bem como o amadurecimento que um proporciona ao outro.

Foi uma leitura lenta e cansativa, mas proveitosa nesses quesitos. Ainda assim, não é um livro que recomendaria logo de cara se alguém me pedisse para citar algum livro ou algum especifico deste autor.

Minha classificação para esse livro é de  3/6- "Bom".
Veja a cotação do livro no SKOOB e a opinião de outros leitores.

À Primeira Vista. Sparks, Nicholas. Editora Arqueiro, 2012, 256 p.


Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela