{Filmes} Especial Oscar 2017 (parte 2/3)

sábado, 25 de fevereiro de 2017


Vamos para a segunda parte da nossa Maratona Oscar 2017, porque eu continuo fingindo que sou cult. Na verdade, eu nunca tinha visto tanto filme indicado na minha vida! Vamos ser sinceros, filmes indicados ao Oscar não são pro povão, são pra agradar a críticos especializados, aquela galera engravatada, de óculos, aqueles hipsters diferentões super entendidos da coisa toda, não são para meros mortais como eu que gosto mesmo é de um bom filme de herói, uma boa fantasia épica. Mas vamos seguindo, porque domingo tá aí e eu ainda preciso pensar num jeito de ver a cerimônia e o desfile das escolas de samba ao mesmo tempo.

MANCHESTER À BEIRA MAR
(MANCHESTER BY THE SEA - 2016)

Só não gosto da ideia de colocá-lo num freezer.
Olha, confesso que não estava dando nada por esse filme, mas achei bem bonito e tocante. É uma história simples, de um tio que precisa cuidar de um sobrinho adolescente depois que o pai dele morre e a mãe alcoólatra não tem condições de criá-lo, mas foi construída de forma tão sensível, tão absurdamente triste e crua que acabou por merecer entrar nessa lista seleta dos indicados. As atuações são boas, mas achei exagerada a indicação de Michelle Williams, já que ela mal aparece (ok, ela dá um show em duas cenas, mas não passa disso) e Lucas Hedges também não foi lá tão genial, mas Casey Affleck arrebentou (amém família Affleck, benza Deus) e acho que bate de frente com Denzel Washington sim. A história do tio Lee foi tão tensa, intensa e triste que me deixou arrasada, e é aí que você entende o porque de ele ser como é e entende a atuação meio apática de Affleck em algumas cenas. Gostei muito.

Indicações: 6. Melhor Filme, Diretor (Kenneth Lonergan), Ator (Casey Affleck), Atriz Coadjuvante (Michelle Willians), Ator Coadjuvante (Lucas Hedges) e Roteiro Original.

Minha classificação para esse filme é de  4/6- "Muito bom".
Veja a cotação do filme no IMDb e a opinião de outros espectadores.


LION - UMA JORNADA PARA CASA
(LION - 2016)

Você já passou por muita coisa, não é? Pequenino... tenho certeza de que não foi fácil. E algum dia, você me contará tudo. Me contará tudo. Quem você é e tudo mais. E eu sempre o escutarei. Sempre.
O filme do Dev Patel (vou chamar de filme do Dev Patel sim, ele é o dono do filme, amém Dev Patel) começou muito mundo cão, muito Quem Quer Ser Um Milionário? só que sem a parte lúdica, é quase uma hora de agonia pensando naquela criança perdida na Índia que já é um país que dá agonia só de pensar. Depois disso vemos a vida do jovem entrando nos trilhos quando é adotado por um casal australiano e pula rapidamente para sua vida confortável de jovem privilegiado muito ocidental sim e nem um pouco ligado às suas raízes. Aí de repente BAM!, a pessoa lembra do passado e fica obcecada pela vida que perdeu, praticamente enlouquece, larga o emprego, a namorada, os pais e se tranca em casa, para de cortar o cabelo e fica o dia todo analisando o Google Earth em busca da estação de trem na qual perdeu o seu irmão na Índia há mais de 20 anos (merchan pesado do Google, hein) e tendo visões do garoto, de sua mãe e de seu passado. Nesse meio tempo um relacionamento meio conturbado com um outro irmão adotivo problemático passa pela tela sem nem dar tempo pra gente sentir e o bom relacionamento com os pais (desculpa, Nicole Kidman, mas vai dar Viola Davis). De uma hora pra outra tudo foca na obsessão de Saroo e é aí que vemos o brilhante trabalho de Dev Patel que arrasou, mostrando uma sensibilidade arrebatadora. E o final foi maravilhoso AMEI O FINAL E VOU DEFENDÊ-LO!

Indicações: 6. Melhor Filme, Ator Coadjuvante (Dev Patel), Atriz Coadjuvante (Nicole Kidman), Roteiro Adaptado, Fotografia e Trilha Sonora.

Minha classificação para esse filme é de  3/6- "Bom".
Veja a cotação do filme no IMDb e a opinião de outros espectadores.


A CHEGADA
(ARRIVAL - 2016)

Somos um mundo sem líder. Impossível lutarmos todos juntos.
Eu tô passando mal com esse filme. QUI FILMÃO DA PORRA! Preciso confessar, vi o trailer duas vezes no cinema e me deu zero vontade de assistir e alguns amigos ainda me botaram medo dizendo que dormiram ou que não gostaram. Relutei em começar, mas fui em frente e MEU DEUS DO CÉU, QUE FILMAÇO! O filme é tenso, é inteligente, te faz pensar, te emociona, fez meu coração dar um solavanco em uma cena (juro que tive um princípio de infarto), enfim, é lindo e te faz pensar em muitas coisas. Uma coisa que achei interessante nesse filme em comparação a outros milhares desse tipo é que os vários países onde as "conchas" aparecem se unem e conversam entre si para tentar entender a situação, ou seja, não vemos os americanos tentando salvar o mundo sozinhos. Ainda há um pequeno close errado da Rússia (sempre ela) e da China querendo atacar com tudo e fazendo as rebeldes com os EUA fazendo os mocinhos apaziguadores, mas aí vemos alguns soldados americanos entrando no time do close errado também e isso meio que salva o filme dessa visão maniqueísta de ocidente bonzinho X oriente malvado. Uma certa cooperação no final também dá essa visão e foi simplesmente genial! Outra coisa maravilhosa foi todo o tema envolvendo a linguagem, super interessante, amém linguistas salvando o mundo! E Abbott e Costello são os melhores personagens PORQUE SIM, AMO OS DOIS E VOU DEFENDÊ-LOS! É um filme que tem que ser visto com a mente aberta, atenção e concentração; não é difícil de entender mas é bom prestar atenção pra não ficar perdido porque o final é surpreendente. No momento é o meu favorito à estatueta, mas tenho certeza de que não vai ganhar, o que é uma pena. 

Indicações: 8, mas a maioria técnicas. Melhor Filme, Diretor (Dennis Villeneuve), Roteiro Adaptado, Fotografia, Edição, Design de produção, Edição de som e Mixagem de som.

Minha classificação para esse filme é de  6/6- "Obra Prima".
Veja a cotação do filme no IMDb e a opinião de outros espectadores.


E essa foi a segunda parte do nosso especial. Amanhã, se eu conseguir sobreviver a essa maratona, postarei os três últimos filmes indicados e estarei pronta para a cerimônia, que tentarei conciliar com os desfiles, sabe lá Deus como. Mas fé no Pai que tudo sai. Espero que esteja gostando. E não esqueçam de deixar aí nos comentários suas opiniões sobre os filmes!

❤ Especial Oscar 2017 

Manchester à Beira Mar
Lion - Uma Jornada Para Casa
A Chegada
Até o Último Homem
Moonlight: Sob a Luz do Luar
A Qualquer Custo


Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela