{Séries} Once Upon a Time - 6ª Temporada

quinta-feira, 18 de maio de 2017


Precisamos falar sobre Once Upon a Time.

A quinta temporada terminou prometendo. Vocês lembram, né? A Rainha Má se separou da Regina e tava prontinha pra arrasar com seu figurino bafônico de sempre. Mr. Hyde chegou chegando em Storybrooke já mostrando quem é o dono da porra toda agora. E a promessa de personagens do reino das Histórias Não Contadas, personagens de clássicos da literatura como o próprio Hyde e seu alter ego, Dr. Jeckyll. Eu estava ansiosa. Por Deus, eu estava morrendo pra ver isso! Eu estava doida pra ver o Hyde botar pra f*der com a porra toda junto com a Evil Queen. Eu queria ver personagens clássicos. EU QUERIA VER ALADIN E JASMINE! Mas aí cagaram tudo. Vamos por partes.

Vamos começar pelo que mais me doeu, Mr. Hyde. O vilão tinha potencial. Um homão da porra com um vozeirão daquele, sombrio, malvado, charmoso, chega me dá um arrepio (não disse onde). Quando ele finalmente se junta com a Evil Queen e você pensa que eles vão colocar Storybrook de cabeça pra baixo como o maior casal de vilões que você respeita... Ele tem o final mais escroto e ridículo da história dos finais escrotos e ridículos. E o pior de tudo foi que, antes disso, sua história finalmente foi contada e daria um excelente plot twist pra mais alguns episódios. Até hoje não superei. Só perdoei os produtores porque só assim fui apresentada a Sam Witwer que virou meu crush depois dessa.

Um monstrão desse, bicho
Aí vieram os personagens das histórias não contadas. Já no segundo episódio tivemos a presença ilustre do Conde de Monte Cristo. Só que, mano, CAGARAM NA HISTÓRIA (desculpem o linguajar, é que tô muito revoltada). Esse livro é muito maravilhoso, incrível, um clássico da literatura mundial e simplesmente desconstruíram o Dantès de modo irremediável (o cara era sutil em sua vingança, não era chegado a coisas drásticas e a última coisa que ele queria era a morte de quem o sacaneou, queria que eles sofressem como ele sofreu. É canônico isso, bicho!). Serviu apenas pra ser escada pros Charming e pra Regina. Aí depois veio o Capitão Nemo. VAMOS TER UM FUCKING NAUTILUS, CARAI! Sim, tivemos. Mas só serviu como pano de fundo pra contar uma história do Hook. PELO AMOR DE JEOVÁ! E nem vou comentar a revisita à história da Cinderella, agora focada na Madrasta e nas irmãs, totalmente desnecessária. E então surgem Aladin e Jasmine e nada mais pode dar errado. A história deles é mais bem construída ao longo da trama, o menino Aladin é uma gracinha, a Jasmine é maravilhosa, mas sua fixação por Agrabah (tem um episódio em que ela fala essa palavra umas mil vezes, vontade de socar a cara dela) é meio doentia. Jafar também acabou se mostrando um ótimo vilão desperdiçado. Mas a dupla rendeu bons momentos, alguns bons episódios e ótimas cenas, graças a Alá.

Melhor casal de Agrabah
A Rainha Má bagunça a vida de todo mundo, principalmente de Snow e Charming de um jeito bem triste, dá um certo trabalho, mas seu final foi maravilhoso, um dos poucos acertos da série. Em alguma coisa tinham que acertar, né non? Nesse meio tempo, um desejo feito a um gênio coloca todo mundo numa realidade alternativa muito louca na mid season que rendeu um episódio com umas cenas hilárias e a volta de um personagem querido (forçação de barra, mas ok, a gente perdoa por ser quem é). Mas então, outro vilão surge pra gente odiar ainda mais, e esse era realmente difícil de amar: Gideon. Sério, o bicho é chato, nojento, seboso e suas motivações são ridículas demais pra ser levado a sério. A gente acaba amando a maioria dos vilões de OUaT ou ao menos simpatizando com eles (menos o Pan, aquele demônio não tem perdão, mas mesmo assim era o Mal encarnado, tinha medo dele e pronto) mas com esse aqui não dava. Até que você descobre que dá, sim. MEU, QUE ÓDIO! Porque aparece um vilão pior que ele, pior que a Rainha Má, pior que Pan: a famigerada Fada Negra, a vadia da temporada e da série toda e a responsável por toda a merda que acontece no final. Essa sim não dá pra ter um pingo de compaixão. Tá liberado odiar com força. Embora ela seja linda. Me processa.

Embustes everywhere
Essa temporada foi um suplício pra assistir, na boa. Foram 22 episódios e os bons dá pra serem contados nos dedos de uma mão. Muita coisa boa foi desperdiçada, o roteiro foi muito preguiçoso, o recurso do flashback usado pra resolver problemas do presente, que eu odeio e acho super fraco, foi usado várias vezes, personagens mudaram sua essência (alô, Rumple, estou falando de você, seu embuste duma figa! Relacionamento abusivo não passará, estamos de olho), enfim, episódios de dar sono mesmo. Os quatro últimos episódios tiveram destaque por serem decisivos; o 19 com a história da Fada Negra e uma boa reviravolta na história de Rumple, o 20 apenas por ser um musical muito fofo (porque a história mesmo foi bem cagadinha, usaram o recurso do flashback pra consertar o presente e ninguém se lembra de nada, bitch, please) e por ter um casamento lindo e a finale 2 em 1 arrasadora onde aconteceu a Batalha Final da Salvadora e o destino de todos foi finalmente selado. Eu vinha torcendo para um cancelamento desde meados da temporada, mas torcendo com pena, porque uma série tão boa não merecia isso. O final, porém, foi construído pra encerrar um ciclo com chave de ouro mas deixando um gancho (sem trocadilho) deliciosamente intrigante para a próxima temporada que será um reboot, uma reinvenção da série, como novo elenco e história. Apenas Lana Parilla, Robert Carlyle e Colin O'Donoghue estarão na nova fase e uma das maiores curiosidades que vão manter os oncers ligados é COMO É QUE VAI TER HOOK SEM EMMA NESSA BAGAÇA? Estamos sendo trouxas? Sim, sinto que estamos. Só espero que não estraguem tudo como fizeram com a última temporada. As expectativas estão altas.

Fiquem com essa imagem e "reflitão"
Resenha das cinco primeiras temporadas AQUI.

OBS: produtores esquecem Zelena em churrasco. Pense numa personagem abandonada.


Minha classificação para essa temporada é de  1/6- "Ruim".
Veja a cotação da série no IMDb e a opinião de outros espectadores.


Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela