{Filmes} "LEGO Batman: O Filme", Warner (2017)

terça-feira, 27 de junho de 2017


Primeiramente eu gostaria de dizer que este é o MELHOR FILME DO BATMAN JÁ FEITO. Apenas. Sem discussão.

Dito isto, começo minha resenha dizendo que já morri com esse filme quando o vi o trailer no cinema. A vontade que eu tive foi de ver no dia seguinte, mesmo que nem tivesse estreado ainda. Porém, só consegui assistir essa semana, no feriado, aquela noite sem graça na qual você se vê com preguiça de começar uma série nova (no caso a segunda temporada de Sense8, me processa) e fica caçando algo pra ver. Decidi ver essa animação. E preciso dizer: QUE HINO!

Nosso Batman aqui é bem diferente dos outros que já vimos. Ele não faz a linha sombrio, melancólico, depressivo e emo da maioria dos filmes atuais, mas é narcisista, egocêntrico e obcecado pela aparência, principalmente pelo seu tanquinho. Ele é demais e se acha demais. Acredita que não precisa de ninguém e que pode lidar com os bandidos de Gotham sozinho, o que geralmente é verdade. Até que o Coringa cisma com ele e num bromance muito divertido, o acusa de não o odiar reciprocamente quando o Homem Morcego diz que ele não é seu arqui-inimigo. É aí que começa seu plano maligno de trazer para a cidade todos os vilões mais escabrosos do mundo. Batman acha que dá conta, mas é aí que entra Barbara Gordon, a nova chefe de polícia, por quem o herói tem uma quedinha, que quer que polícia e Batman trabalhem juntos. Juntando a equipe, temos também um órfão muito do gracinha e o mordomo Alfred, sempre fortalecendo o patrão Bruce. 


Você já começa a rir do filme nos créditos, mais precisamente na tela preta. É que o nosso Batman já começa a narrar a história a partir da tela preta, dizendo que todo filme sério começa com uma tela preta, e ele segue narrando os logos dos estúdios (Warner Bros. Por que não Warner Brothers?), o texto que aparece no começo e a música de suspense. E aqui preciso abrir um parêntese para dizer algo polêmico: VEJA ESSA BODEGA DUBLADA! Esse é um daqueles filmes que merecem, pois a dublagem é excelente, os dubladores são os mesmos dos personagens originais e é um timaço. E assim você segue rindo sem parar, porque o bicho é engraçado. Juro, é de mijar de rir. Não espere nenhuma história maravilhosa, mirabolante e rica porque não tem nada disso. Apesar da mensagem bonita sobre solidão, egocentrismo, família e tals, a trama é rasa, mas a beleza do negócio está nos easter eggs, nas referências aos filmes antigos do Batman e da DC (e piadas zoando esses filmes também, desde o Batman dos anos 60 até Esquadrão Suicida) e na presença de vilões clássicos do cinema. E no humor sarcástico, ácido, feito na maioria das vezes para adultos. O bromance entre Batman e Coringa, toda uma discussão sobre relacionamento, por exemplo, mas pautada no ódio em vez de amor com direito a DRs maravilhosas entre os dois; o jeito de Robin achar que tem dois pais (Bruce e Batman) e achar isso super normal e o conceito de família do filme, por exemplo, pode passar batido para crianças, mas EU VI, DONA WARNER, E AMEI!

Sabe aquele dia em que você tá na bad, sem saber o que assistir, precisando de algo pra levantar o humor? Esse filme é perfeito para dias como esses. É um daqueles filmes que você só faz a pipoca, bota pra rodar e relaxa o chifre sem precisar pensar muito, só se divertir. Sério, levanta qualquer astral. Um filme bem família, engraçado, leve, cheio de referências para fãs e divertido para quem não é. Um filme com visual animação para agradar às crianças e cheio de piadas para os adultos. UM HINO DESSES, BICHO! Super recomendo, não é perda de tempo, é apenas o melhor filme do Batman que já vi, sei que já disse isso mas preciso repetir porque é a mais pura verdade. Até os créditos finais são maravilhosos, com uma música original e um clipe muito engraçado unindo todos os personagens. Ou seja, você fica preso dos créditos iniciais aos finais. Juro, obra-prima do cinema!


Minha classificação para esse filme é de  5/6- "Excelente".
Veja a cotação do filme no IMDb e a opinião de outros espectadores.


Nenhum comentário:

{Lendo} Dominique

No Facebook:

{Lendo} Daniela